Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2597

Título: Resfriamento e criopreservação de sêmen de peixe teleósteo Piabanha (Brycon insignis)
Título Alternativo: Cooling storage and cryopreservation of teleost fish piabanha Brycon insignis sperm
Autor(es): Amaral, Thiciana Barbosa do
Orientador: Viveiros, Ana Tereza de Mendonça
Membro da banca: Freitas, Rilke Tadeu Fonseca de
Barreto Filho, João Bosco
Leal, Marcelo Castro
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Assunto: Preservação
Protocolo de congelamento
Motilidade espermática
Soluções imobilizadoras
Motilidade es imobilizadoras
Soluções ativadoras
Prservation
Freezing protocol
Sperm motility
Activation solutions
Immobilizing solutions
Data de Defesa: 28-Set-2009
Data de publicação: 12-Ago-2014
Referência: AMARAL, T. B. do. Resfriamento e criopreservação de sêmen do peixe teleósteo piabanha Brycon insignis. 2009. 51 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: A piabanha (Brycon insignis) é uma espécie de peixe nativa da bacia do rio Paraíba do Sul, hoje considerada espécie vulnerável. A sobrevivência dessa espécie encontra-se bastante ameaçada pela poluição do rio Paraíba, decorrente do lançamento de esgoto doméstico, industrial e agropecuário, como também pela introdução do dourado (Salminus maxillosus), um voraz predador. No que se refere à sua utilização, é considerada espécie de alto valor comercial e muito apreciada pela resistência à captura com anzol, na pesca esportiva. Este trabalho foi realizado com o objetivo de desenvolver um protocolo de preservação de sêmen de piabanha por meio dos processos de resfriamento a 4ºC-6ºC e criopreservação. Para o desenvolvimento do protocolo de resfriamento de sêmen, foram utilizados diluidores simples (NaCl e glicose) combinados ou não com gentamicina e diluidores complexos (BTS® e Androstar®), em diferentes osmolaridades. A motilidade, vigor e duração espermática foram avaliados nos dias 0, 2 e 4 do resfriamento e a ativação feita com NaCl 0,29% e NaHCO3 1%. Para o desenvolvimento do protocolo de congelamento de sêmen, oito meios de congelamento, compostos de quatro diluidores (NaCl, glicose, BTS® e M III®), dois crioprotetores (DMSO e metilglicol), duas temperaturas de descongelamento (30º e 60ºC) e dois ativadores (NaCl 0,29% e NaHCO3 1%) foram testados. O sêmen foi congelado em palhetas de 0,5 mL em vapor de nitrogênio a -170ºC e armazenado em nitrogênio líquido. A motilidade, o vigor e a duração espermática foram avaliados após o descongelamento. Durante os experimentos de resfriamento, todas as amostras diluídas e o controle possuíam alta qualidade no dia zero de armazenamento. No dia 2, a gentamicina foi benéfica quando acrescida à solução de NaCl e não à solução de glicose. Apenas as amostras diluídas em BTS® e Androstar® atingiram motilidade acima de 50%, vigor espermático acima de 1,9 e duração espermática acima de 50 segundos. Quando esta etapa do experimento foi repetida, as maiores motilidades (60-63%) e duração (111-117 s) foram observadas nas amostras diluídas em Androstar® 322 e 362 mOsm e no sêmen controle. A qualidade espermática em todas as amostras foi maior quando o ativador NaHCO3 1% foi utilizado. No dia 4, todas as amostras diluídas apresentaram baixa motilidade (0%-10%). Durante os experimentos de congelamento, as maiores taxas de motilidade pós-descongelamento foram observadas quando o sêmen foi criopreservado em metilglicol (76-88%), comparado ao DMSO (23%-59%) e o NaHCO3 1% foi melhor ativador que o NaCl 0,29% apenas quando o DMSO foi utilizado como crioprotetor. Os diluidores e as temperaturas de descongelamento não tiveram efeito na motilidade espermática após o descongelamento. Nenhum dos diluidores testados prolongou a qualidade espermática do sêmen de piabanha por mais de 2 dias de armazenamento. No entanto, o sêmen pode ser congelado, com sucesso, em qualquer um dos diluidores testados, combinado com o metilglicol. Utilizando essa metodologia, o sêmen descongelado possui ótima qualidade, porém, experimentos de fertilização ainda são necessários.
Piabanha (Brycon insignis) is a native species of Paraíba do Sul River Basin, and is presently set as vulnerable. The survival of this specie is threatened by pollution of the river, caused by domestic, industrial and agricultural discharge, and by the introduction of the feral jaw characin (Salminus maxillosus). Piabanha is high-priced market and very appreciated for sport fishing. The aim of this study was to develop a protocol for sperm preservation of piabanha, both by cooling at 4ºC -6ºC and by freezing. To develop a cooling protocol for sperm, simple extenders (NaCl and glucose) combined or not with gentamycin, and complex extenders (BTS(tm) and Androstar(tm)) in different osmolalities were tested. Motility, quality score and motility duration was evaluated after 0, 2 and 4 days after cooling and sperm motility was activated with NaCl 0.29% and NaHCO3 1%. To develop a freezing protocol for sperm, eight freezing media composed of four extenders (NaCl, glucose, BTS(tm) and M III(tm)) and two cryoprotectants (dimethylsulphoxide-DMSO and methylglycol), two thawing temperatures (30 and 60°C) and two activation media (NaCl 0.29% and NaHCO3 1%) were tested. Sperm was frozen in 0.5-mL straws in nitrogen vapor at -170°C and stored in liquid nitrogen. Motility, quality score and motility duration was evaluated after thawing. During the cooling experiments, all diluted and control samples possessed high quality on day 0 of storage. On day 2, the addition of gentamycin was beneficial when added to NaCl solution but not glucose solution. Only samples diluted in BTS(tm) and in Androstar(tm) yielded motility above 50%, quality score above 1.9 and motility duration above 50 s. When this part of experiment was repeated, highest motility (60-63%) and duration (111-117 s) were observed on samples diluted in Androstar(tm) at 322 and 362 mOsm, and in control samples. Sperm quality in all samples was higher when NaHCO3 1% was used as activation medium. On day 4, all diluted samples yielded low quality (0-10% motility). During the freezing experiments, the highest post-thaw motility rates were observed when sperm was cryopreserved in methylglycol (76-88%), compared to DMSO (23-59%), and NaHCO3 1% was a better activation medium than NaCl 0.29% only when DMSO was used as cryoprotectant. Extenders and thawing temperatures had no effect on post-thaw sperm motility. None of the extenders tested prolonged sperm quality of piabanha beyond two days of storage. On the other hand, sperm can be successfully frozen in any of the extenders tested combined with methylglycol. Using this methodology, thawed sperm possess great quality, but fertilization trial is still needed.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2597
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Resfriamento e criopreservação de sêmen de peixe teleósteo Piabanha (Brycon insignis).pdf549,72 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback