Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DMV - Departamento de Medicina Veterinária >
DMV - Programa de Pós-graduação >
DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2599

Título: Genotipagem de Streptococcus agalactiae isolados de seres humanos, bovinos e peixes e seu potencial de virulência para tilápia do Nilo
Título Alternativo: Genotyping of S. agalactiae strains isolated from human, bovine and fish and their virulence potential to Nile tilapia
Autor(es): Pereira, Ulisses de Pádua
Orientador: Figueiredo, Henrique César Pereira
Membro da banca: Costa, Geraldo Marcio da
Cardoso, Patrícia Gomes
Oliveira, Ivy Cristina Menezes de
Área de concentração: Ciências Veterinárias
Assunto: Streptococcus agalactiae
PFGE
Peixe
S. agalactiae, fish, human, bovine, PFGE
Data de Defesa: 18-Dez-2008
Data de publicação: 12-Ago-2014
Referência: PEREIRA, U. de P. Genotipagem de Streptococcus agalactiae isolados de seres humanos, bovinos e peixes e seu potencial de virulência para tilápia do Nilo. 2008. 28 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: Streptococcus agalactiae (grupo B de Lancefield; GBS) é um importante patógeno para seres humanos, bovinos e peixes causando septicemia neonatal, mastite e meningo-encefalite respectivamente. O objetivo desse trabalho foi caracterizar por PFGE S. agalactiae isolados de peixes (n=27), bovinos (n=9) e seres humanos (n=11) e investigar a virulência das amostras de bovino, peixes e humanos para tilápias do Nilo(Oreochromis niloticus). As amostras de peixes foram isoladas de nove fazendas produtoras de tilápia do Nilo localizadas em seis estados brasileiros, as amostras de bovino foram provenientes de nove fazendas produtoras de leite e as amostras de seres humanos de isolamentos clínicos distintos. Os padrões de PFGE foram determinados por análise de dendograma e a virulência in vivo foi avaliada por infecção experimental (usando as vias intraperitoneal e imersão) em tilápias do Nilo. Entre as amostras de peixes cinco padrões diferentes pelo PFGE foram observados, incluindo a ocorrência de dois ou mais padrões na mesma fazenda. Vinte uma das vinte e sete amostras isoladas de peixe demonstraram o mesmo padrão genético (padrão predominante). Para as amostras de seres humanos e bovinos foi observada uma alta diversidade genética, mas não houve relação genética entra as amostras isoladas dos três hospedeiros. Em relação a infectividade para tilápias do Nilo duas amostras isoladas de bovinos foram capazes de infectar os peixes (por via intraperitoneal) e uma dessas amostras causou sinais clínicos de meningoencefalite. Todas as cinco amostras de seres humanos utilizadas para a infecção experimental foram capazes de infectar tilápias do Nilo e doença clínica foi causada por uma amostra (80427). Esse isolado foi capaz de infectar tilápia do Nilo em infecção experimental por imersão e induziu sinais clínicos. Oito amostras de S. agalactiae isoladas de peixe, pertencentes a diferentes padrões genéticos pelo PFGE, causaram alta mortalidade em tilápias do Nilo. Conclui-se que as amostras analisadas de três hospedeiros naturais desse patógeno não demonstraram relação genética, apesar de que, algumas amostras de bovino e seres humanos são capazes de infectar peixes e causar meningoencefalite. Nós sugerimos que essas amostras compartilhem alguns fatores de virulência e que ligação genética não é um pré requisito para S. agalactiae quebrar a barreira hospedeiro-específica.
Streptococcus agalactiae (Lancefield group B; GBS) is an important pathogen to human, bovine and fish causing neonatal sepsis, mastitis and meningo-encephalitis, respectively. The objective of this study was to characterize by PFGE S. agalactiae isolated from fish (n=27), bovine (n=9) and human (n=11) and to investigate the virulence of bovine, fish and human strains to Nile tilapia (Oreochromis niloticus). The fish strains were isolated from nine Nile tilapia farms, the bovine strains from nine dairy cow farms and human strains from distinct clinical outcomes. The PFGE types were determined by dendogram analyses and the in vivo virulence was evaluated by experimental infection (using i.p and immersion routes) in Nile tilapia. Among fish strains five different PFGE patterns were observed, including the occurrence of two or three profiles in the same farm. Twenty one of twenty seven strains isolated from fish showed the same genetic pattern (predominant pattern). To bovine and human strains high genetic diversity were observed, but no relations were established to the three host sources analyzed. Regarding the infectivity to Nile tilapia, three bovine strains were able to infect fish (by i.p.route) and two of those strains caused clinical signs of meningoencephalitis. All human strains (n= 5) submitted to experimental infection were able to infect Nile tilapia and clinical disease was induced by one strain (80427). This isolate was also able to infect Nile tilapia by immersion route and induce clinical signs. Eight fish strains of S. agalactiae, belonged to different PFGE types, caused high mortality in Nile tilapia. In conclusion the analyzed strains from the three natural hosts did not show genetic relatedness and, in spite of that, some bovine and human strains were able to infect fish and cause meningoencephalitis. We suggest that these strains share some virulence factors and that genetic linkage is not a prerequisite to S. agalactiae to cross the host-specific barrier.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2599
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Genotipagem de Streptococcus agalactiae isolados de seres humanos, bovinos e peixes e seu potencial de virulência para tilápia do Nilo.pdf719,56 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback