Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Artigos publicados em periódicos >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/260

Título: Heterogeneidade de desempenho das pequenas empresas brasileiras: uma abordagem da visão baseada em recursos (VBR)
Título Alternativo: Performance heterogeneity of brazilian small firms: a resource-based view approach
Autor(es): Leite Filho, Geraldo Alemandro
Carvalho, Francisval de Melo
Antonialli, Luiz Marcelo
Assunto: Visão baseada em recursos (VBR)
Pequenas empresas
Taxa de Crescimento de Vendas (TCV)
Resource-based view (RBV)
Small firms
Sales Growth rate (SGR)
Data de publicação: 2012
Referência: LEITE FILHO, G. A.;  CARVALHO, F. de M.;  ANTONIALLI, L. M. Heterogeneidade de desempenho das pequenas empresas brasileiras: uma abordagem da visão baseada em recursos (VBR). Revista Eletrônica de Administração, Porto Alegre, v. 73, n. 3, p. 631-650, set./dez. 2012.
Resumo: O objetivo do trabalho foi verificar se as diferenças de desempenho econômico (Taxa de Crescimento das Vendas - TCV) de pequenas empresas brasileiras, dentro de um mesmo setor, foram maiores do que as diferenças de desempenho econômico entre os setores. Sugeriu-se que os fatores internos (capacidades e competências organizacionais) exerceriam maior influência do que os fatores externos (posicionamento estratégico e localização) na heterogeneidade de desempenho econômico das pequenas empresas brasileiras. Os dados foram coletados de uma amostra de 328 pequenas empresas que mais cresceram no Brasil no ano de 2010. Os principais resultados evidenciaram diferenças significativas de desempenho econômico (TCV) entre as pequenas empresas brasileiras independentemente do setor de atuação, confirmando o efeito firma na variação de desempenho. O efeito setor foi não significativo, uma vez que os resultados sugeriram não haver diferenças significativas de desempenho econômico (TCV) nas pequenas empresas brasileiras a nível setorial. Observouse ainda que a variância de desempenho econômico (TCV) entre os setores de atuação das empresas foi menor do que a variância de desempenho econômico (TCV) dentro do setor de atuação das empresas. Reforçou assim, o pressuposto de que os fatores internos, relacionados às empresas de forma individual, exerceram influência mais significativa do que os fatores externos na heterogeneidade de desempenho econômico. Concluiu-se que as capacidades e competências organizacionais foram distribuídas de forma heterogênea entre as firmas, causando influências diversas em seus indicadores de desempenho econômico (TCV), validando os fundamentos teóricos da Visão baseada em recursos.
Abstract: The aim of this study was to verify whether the differences in performance (Sales growth rate - SGR) of Brazilian’s small firms within the same sector were higher than the differences in economic performance between sectors. It was suggested that the internal factors (organizational capabilities and skills) would exert greater influence than the external factors (strategic positioning and location) in the heterogeneity of performance of Brazilian’s small firms. Data were collected from a sample of 328 fastest growing Brazilian’s small firms in 2010. The main results showed significant differences in performance (Sales growth rate - SGR) between the Brazilian’s small firms regardless of industry sector, confirming the effect of variation in firm performance. The industry effect was not significant, since the results suggested no significant differences in performance (Sales growth rate - SGR) in Brazilian’s small firms at the sectoral level. It was also observed that the variance of performance (Sales growth rate - SGR) among the sectors where the companies was lower than the variance of performance within the sector where the companies operate. Thus reinforcing the assumption that the internal factors related to the companies individually, able to influence more significant than external factors in the performance heterogeneity. It was concluded that the skills and organizational skills were unevenly distributed among firms, causing various influences on their performance (Sales growth rate - SGR), validating the theoretical foundations of the resource based view.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/260
Idioma: other
Aparece nas coleções: DAE - Artigos publicados em periódicos

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
ARTIGO_Heterogeneidade de desempenho das pequenas empresas brasileiras uma abordagem da visão baseada em recursos (VBR).pdf132,76 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback