Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2605
Título: Desempenho e qualidade de ovos de poedeiras comerciais alimentadas com diferentes níveis de lisina e treonina digestíveis.
Título(s) alternativo(s): Performance and eggs quality of laying hens submitted to dietary with different lysine and threonine digestible levels.
Autor : Figueiredo, Gislene Oda de
Primeiro orientador: Bertechini, Antônio Gilberto
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co: Rodrigues, Paulo Borges
Primeiro membro da banca: Fassani, Édison José
Lima, José Augusto de Freitas
Área de concentração: Nutrição de Monogástricos
Palavras-chave: Ave de postura
Aminoácidos
Proteína
Data da publicação: 12-Ago-2014
Referência: FIGUEIREDO, G. O. de. Desempenho e qualidade de ovos de poedeiras comerciais alimentadas com diferentes níveis de lisina e treonina digestíveis. 2008. 69 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: Objetivou-se, com a realização do presente trabalho, avaliar os efeitos dos níveis de lisina e treonina digestíveis sobre o desempenho, a qualidade interna e externa e o rendimento no processamento de ovos de poedeiras leves na fase de 42 a 57 semana de idade. Foram utilizadas 720 poedeiras da linhagem Hy Line W36 em delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial (4x3) (níveis de lisina x níveis de treonina digestíveis), com cinco repetições e doze aves por unidade experimental. Adotou-se esquema de parcela subdividida com 4 períodos de avaliação de 21 dias cada. Os níveis de lisina digestível estudados foram 0,675%, 0,743%, 0,811% e 0,879% e os níveis de treonina digestível de 0,542%, 596% e 0,650%. Avaliou-se o desempenho por meio das medidas de produção de ovos (%/ave/dia), peso de ovos (g), consumo de ração (g) e conversão alimentar (kg/kg). A qualidade interna foi avaliada pela unidade Haugh e, para qualidade externa, avaliaram-se o peso específico e a porcentagem de casca. O rendimento dos ovos no seu processamento foi avaliado pela porcentagem de gema e albúmen, determinação de sólidos totais no albúmen e na gema, determinação da proteína bruta do albúmen e extrato etéreo da gema. Foi analisado também o perfil aminoacídico do albúmen. Não houve diferença significativa (P>0,05) na produção de ovos para aves submetidas aos diferentes níveis de lisina e treonina digestíveis na ração. Para o consumo de ração, houve efeito linear decrescente (P<0,05) dos níveis de lisina digestível. Já para o peso dos ovos, a massa dos ovos e a conversão alimentar, houve efeito quadrático (P<0,05) dos níveis de lisina digestível, com melhores resultados encontrados nas dietas de 0,754%, 0,764% e 0,804%, respectivamente. Na qualidade interna, houve interação significativa (P<0,01) entre os níveis de lisina e treonina digestível, tendo os níveis de 0,650% e 0,734% de treonina e lisina digestível, respectivamente, sido os que proporcionaram maior valor de unidade Haugh. A qualidade externa não foi influenciada (P>0,05) pelos níveis dos aminoácidos estudados, assim como para as medidas de rendimento dos ovos avaliados e do perfil de aminoácidos. Concluiu-se que os níveis médios de 763 mg de lisina digestível ou de 874 mg de lisina total/ave/dia foram os que proporcionaram os melhores resultados para peso e massa dos ovos e conversão alimentar. Para a qualidade interna dos ovos, os níveis de 0,650% e 0,734% de treonina e lisina digestíveis resultaram em melhor unidade Haugh. Nenhuma das variáveis relativas ao rendimento no processamento e análise no perfil de aminoácidos dos ovos foi influenciada pelos níveis de lisina e treonina digestíveis estudados no presente trabalho.
The present study was performed to evaluate the effect of lysine and threonine digestible levels on the performance, internal and external egg quality and egg yield processing of laying hens in the 42 to 57 weeks of age. 720 Hy-Line laying hens were used in randomized experimental desing scheme 4x3 (lysine digestible level x threonine digestible level), with five replications and twelve birds for experimental unit. The split plot scheme 4 periods of evaluation of 21 days was used. The lysine digestible level used were 0.675%; 0.743%; 0.811% and 0.879% and the threonine digestible level were 0,542%, 596% and 0.650%. The performance was evaluated through the egg production (%/bird/day), eggs weight (g), feed intake (g) and feed conversion (kg/kg); the quality of eggs by the Haugh unit, egg yolk percentage, albumen percentage, total solids in albumen and egg yolk, albumen crude protein and egg yolk ethereo extract; and for external quality was evaluated the specific weight. It has not have significant difference (P> 0,05) in the egg production for birds submitted to the different lysine and threonine digestible levels in the feed . It has decreasing linear effect (P< 0,05) lysine digestible levels on the feed consumption. Egg weight, egg mass and feed conversion has quadratic effect (P< 0,05) whith increase lysine digestible level with the best results in the diets with 0,754; 0,764 and 0.804% of lysine digestible respectively. It has significant interaction (P< 0.01) between the levels of lysine and digestible threonine on the Haugh unit in fresh eggs. It was not interation (P> 0,05) between lysine and threonine digestible levels on the fresh external eggs quality. For the egg shell percentage it has significant interaction (P< 0,05) between the lysine and threonine digestible levels. The total solids yield of albumen and egg yolk were not influenced (P>,005) by treatments. The average digestible and total lysine to better egg weight, egg mass and feed conversation were 752 mg and 845 mg lysine/bird/day was.The yield processing was not influencied by aminoacids levels studied (P>0,05).
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2605
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.