Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2638

Título: Pimplinae, Poemeniinae e Rhyssinae (Hymenoptera, Ichneumonidae) na unidade Ambiental de Peti (Cemig), Minas Gerais
Título Alternativo: Pimplinae, Poemeniinae and Rhyssinae (Hymenoptera: Ichneumonidae) in the Environmental Unit of Peti (Cemig), Minas Gerais State
Autor(es): Tanque, Ricardo Lima do
Orientador: Souza, Brígida
Membro da banca: Silveira, Luís Cláudio Paterno
Costa, Fernando Antônio Frieiro
Área de concentração: Entomologia Agrícola
Assunto: Parasitóide
Diversidade
Taxonomia
Armadilha malaise
Área de preservação
Parasitoid
Diversity
Taxonomy
Malaise trap
Environmental unit
Data de Defesa: 20-Fev-2009
Data de publicação: 12-Ago-2014
Referência: TANQUE, R. L. do. Pimplinae, Poemeniinae e Rhyssinae (Hymenoptera: Ichneumonidae) na unidade ambiental de Peti (Cemig), Minas Gerais. 2009. 44 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: The composition and seasonality of the taxocenosis for subfamilies Pimplinae, Poemeniinae and Rhyssinae (Hymenoptera: Ichneumonidae) were analysed in the Environmental Unit of Peti (Cemig), Minas Gerais State. Two Malaise traps (model Townes) were used, located one in area of humid forest (place A), and other in area of brazilian savanna transition with the forest (place B). The entomological material used was weekly collected in the period of April 2002 to April 2003. Were captured 475 individuals belonging to 14 genus and 39 species. Pimplinae was represented by 12 genus, 34 species and 456 specimens. Poemeniinae was represented by one genus with one single species and 10 specimens, and Rhyssinae was represented by nine individuals belonging to four species of one single genus. The most abundant genus of Pimplinae were represented by Neotheronia Krieger, 1899, with 12 species and Hymenoepimecis Viereck, 1912, with four species. The genus with larger number of individuals was Pimpla with 253 specimens, representing 52% of the total collected and 55% of the total Pimplinae, and Neotheronia with 136 collected specimens that corresponded to 29% of the total and 30% of Pimplinae. The most abundant species were Pimpla croceiventris (Cresson, 1868) with 192 individuals and Pimpla golbachi (Porter, 1970) with 60 one. The species Flacopimpla varelae Gauld, 1991, Zonopimpla barbosai Gauld, 1991, Zatypota riverai Gauld, 1991 and Neotheronia rosai Gauld, 1991, belonging to the subfamily Pimplinae, and Epirhyssa porteri Gauld, 1991of the subfamily Rhyssinae, were registered for the first time in Brazil. For place A, 20 species were considered rare and 26 for place B, and both places presented four common species. The diversity indices and uniformity were H' = 2.02 and E = 0.64 for place A and H' = 2.20 and E = 0.65 for place B. It was observed that the largest richness of species and number of individuals were concentrated in the rainy season.
Foram analisadas a composição e a sazonalidade das taxocenoses das subfamílias Pimplinae, Poemeniinae e Rhyssinae (Hymenoptera: Ichneumonidae) na Unidade Ambiental de Peti (Cemig), Minas Gerais. Foram utilizadas duas armadilhas Malaise (modelo Townes), localizadas, uma em área de mata úmida (local A), e outra em área de transição de cerrado com a mata (local B). Foi utilizado o material entomológico coletado semanalmente no período de abril de 2002 a abril de 2003. Registrou-se a captura de 475 indivíduos pertencentes a 14 gêneros e 39 espécies. Pimplinae foi representada por 12 gêneros, 34 espécies e 456 espécimes. Poemeniinae representada por um gênero com uma única espécie e 10 espécimes e Rhyssinae representada por nove indivíduos pertencentes a quatro espécies de um único gênero. Os gêneros mais abundantes de Pimplinae foram Neotheronia Krieger, 1899, com 12 espécies e Hymenoepimecis Viereck, 1912, com quatro espécies. Os gêneros com maior número de indivíduos foram Pimpla, com 253 exemplares, representando 52% do total coletado e 55% do total de Pimplinae e Neotheronia, com 136 exemplares coletados, que corresponderam a 29% do total e 30% dos Pimplinae. As espécies mais abundantes foram Pimpla croceiventris (Cresson, 1868), com 192 indivíduos e Pimpla golbachi (Porter, 1970), com 60. As espécies Flacopimpla varelae Gauld, 1991, Zonopimpla barbosai Gauld, 1991, Zatypota riverai Gauld, 1991 e Neotheronia rosai Gauld, 1991, pertencentes à subfamília Pimplinae, e Epirhyssa porteri Gauld, 1991, à subfamília Rhyssinae, foram registradas pela primeira vez para o Brasil. Para o local A, 20 espécies foram consideradas raras e 26 para o local B e ambos os locais apresentaram quatro espécies comuns. Os valores de diversidade e uniformidade foram H´ = 2,02 e E = 0,64, para o local A e H´ = 2,20 e E = 0,65, para o local B. Foi observado que a maior riqueza de espécies e número de indivíduos estiveram concentrados na estação chuvosa.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2638
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Pimplinae, Poemeniinae e Rhyssinae (Hymenoptera, Ichneumonidae) na unidade Ambiental de Peti (Cemig)..pdf497,36 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback