Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2642
Título: Estudo da atividade bactericida de óleos essenciais sobre células planctônicas e sésseis de Salmonella spp
Título(s) alternativo(s): Study of the bactericide activity of essential oils upon planktonic and sessile cells of Salmonella spp
Autor : Pereira, Alcilene de Abreu
Primeiro orientador: Piccoli, Roberta Hilsdorf
Primeiro membro da banca: Valeriano, Carolina
Dias, Disney Ribeiro
Tebaldi, Victor Maximiliano Reis
Dias, Allan Kardec Carlos
Área de concentração: Microbiologia Agrícola
Palavras-chave: Biofilme
Sanitizante
Tomilho
Orégano
Timol e carvacrol
Biofilm
Sanitizer
Thyme
Thymol and carvacrol
Data da publicação: 12-Ago-2014
Agência(s) de fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: PEREIRA, A. de A. Estudo da atividade bactericida de óleos essenciais sobre células planctônicas e sésseis de Salmonella spp. 2014. 94 p. Tese (Doutorado em Microbiologia Agrícola) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: Bactérias do gênero Salmonella, responsáveis por inúmeros surtos de toxinfecções alimentares, são capazes de formar biofilmes em várias superfícies utilizadas na indústria de alimentos. A constante exposição desta bactéria a concentrações subletais de sanitizantes tem tornado-a resistente a vários deles. Buscando alternativas para o controle de biofilmes bacterianos, a atividade antimicrobiana e a adaptação das células planctônicas e sésseis de Salmonella enterica subespécie enterica sorovar Enteritidis e Salmonella enterica subespécie enterica sorovar Typhimurium, os óleos essenciais de Thymus vulgaris (tomilho), Origanum vulgare (orégano) e seus compostos timol e carvacrol, foram estudados. As soluções apresentaram atividade bactericida contra as bactérias planctônicas e sésseis, porém foram encontradas diferenças significativas entre as concentrações (p<0,05). Para as células planctônicas S. Enteritidis, o carvacrol a 0,25% (v/v) foi mais eficaz, e o biofilme foi mais sensível à solução de orégano a 2,0% (v/v). Também foi observada adaptação da bactéria a concentração subletal para todos os tratamentos (p<0,05). Para S. Typhimurium, o tomilho a 0,25% (v/v) foi mais eficaz em células planctônicas e o biofilme foi mais sensível às soluções de tomilho e carvacrol a 2,5% (v/v). Foi observada adaptação às soluções de carvacrol, orégano e timol (p<0,05). A bactéria não se adaptou a concentração subletal de tomilho. Este trabalho confirma o potencial dos metabólitos secundários de vegetais como antibacterianos e possíveis princípios ativos de sanitizantes utilizados em indústrias de alimentos.
Bacteria of the genus Salmonella, responsible for many foodborne disease outbreaks, are capable of forming biofilms on various surfaces used in the food industry. The constant exposure of the bacteria to sublethal concentrations of sanitizers have made them resistant to several of them. Seeking alternatives for the control of bacterial biofilms to antimicrobial activity and adaptation of sessile and planktonic cells of Salmonella enterica subspecie enterica sorovar Enteritidis and Salmonella enterica subspecies enterica sorovar Typhimurium, the essential oils of Thymus vulgaris (thyme), Origanum vulgare (oregano) and thymol and carvacrol their compounds, were studied. The solutions showed bactericidal activity against planktonic and sessile bacteria, but significant differences were found between the concentrations (p<0.05). For planktonic cells S. Enteritidis, carvacrol 0.25% (v/v) was more effective and biofilm and was more sensitive to the oregano solution of 2.0% (v/v) adaptation of the bacteria was observed at sublethal concentration for all treatments (p<0.05) and for S. Typhimurium, thyme 0.25% (v/v) was more effective in biofilm and planktonic cells were more sensitive to carvacrol and thyme solutions at 2.5% (v/v). Adaptation was observed with solutions of carvacrol, thymol and oregano (p<0.05). The bacteria did not adapt to sublethal concentrations of thyme. This study confirms the potential of secondary metabolites from plants as antibacterial and possible active ingredients of sanitizers used in food industries.
metadata.teses.dc.description: Tese apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Microbiologia Agrícola, para obtenção de título de Doutor.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2642
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DBI - Microbiologia Agrícola - Doutorado (Teses)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.