Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2643

Title: Avaliação da toxicidade de inseticidas utilizados em algodoeiro para cycloneda sanguinea (Linnaeus, 1763) (Coleoptera: Coccinellidae)
Other Titles: Toxicity evaluation of insecticides used in cotton crop to Cycloneda sanguinea (Linnaeus, 1763) (Coleoptera: Coccinellidae)
???metadata.dc.creator???: Leite, Maria Isabella Santos
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Carvalho, Geraldo Andrade
???metadata.dc.contributor.referee1???: Santa-Cecília, Lenira Viana Costa
Godoy, Maurício Sekiguchi
???metadata.dc.description.concentration???: Entomologia Agrícola
Keywords: Produtos fitossanitários
Manejo integrado de pragas
Predador
Gossypium hirsutum
Seletividade
Insecticides
Integrated Management of Pest
Predator
Gossypium hirsutum
Selectivity
???metadata.dc.date.submitted???: 18-Feb-2009
Issue Date: 12-Aug-2014
Citation: LEITE, M. I. S. Avaliação da toxicidade de inseticidas utilizados em algodoeiro para Cycloneda sanguinea (Linnaeus, 1973) (Coleoptera: coccinellidae). 2009. 50 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: A cultura do algodoeiro hospeda grande diversidade de pragas entre as quais se destacam o pulgão Aphis gossypii Glover e a lagarta curuquerê Alabama argillacea (Hübner), os quais comumente são predados por coccinelídeos. O uso intensivo de agrotóxicos para controle dessas e de outras pragas tem causado grande impacto sobre o agroecossistema cotonícola, reduzindo consideravelmente populações desses predadores. Entre os inimigos naturais com maior potencial para controlar as pragas do algodoeiro destacam-se diversas espécies de joaninhas, incluindo Cycloneda sanguinea (Linnaeus). A manutenção e preservação das espécies benéficas são imprescindíveis para restabelecer o equilíbrio biológico e reduzir os custos de produção do algodão. Sendo assim, este trabalho foi realizado visando avaliar o efeito de alguns produtos fitossanitários em suas dosagens mínima e máxima, registrados para a cultura algodoeira, sobre larvas de terceiro ínstar e adultos do predador C. sanguinea. Realizaram-se experimentos em casa de vegetação, sendo que os produtos em g i.a.L-1 de água foram: imidaclopride/ß-ciflutrina (Connect 100/12,5 SC - 0,25/0,03 e 0,33/0,04), clotianidina (Focus 500 PM - 0,33 e 0,66) e clorfenapir (Pirate 240 SC - 0,80 e 1,20). Água destilada foi utilizada como tratamento testemunha. Todas as caldas químicas foram preparadas mensurando-se um volume total de 300L por hectare. O delineamento utilizado foi o de blocos casualizados com 4 tratamentos e 10 repetições, sendo cada uma formada por três larvas ou um casal de adultos. Avaliou-se o número de espécimes mortos 1, 12, 24 e 48 horas após a liberação dos insetos sobre folhas de algodoeiro contaminadas e concluiu-se que os inseticidas testados são tóxicos para larvas de terceiro ínstar e adultos de C. sanguinea em ambas as concentrações avaliadas. Bioensaios de laboratório também foram realizados, seguindo o delineamento inteiramente casualizado com 4 tratamentos e 12 repetições, sendo cada uma constituída de três larvas ou um casal de adultos. Larvas de terceiro ínstar foram liberadas 1, 12, 23 e 35 dias após a pulverização dos produtos nas menores dosagens sobre folhas de algodoeiro, de forma semelhante para adultos. A mortalidade dos espécimes foi avaliada 12, 24 e 48 horas após as liberações. Os produtos foram enquadrados em classes de toxicidade preconizadas pela IOBC, sendo que todos foram considerados persistentes (classe 4). Em função desse comportamento dos compostos em casa de vegetação, recomenda-se a realização de experimentos em campo para comprovação ou não de sua toxicidade para esse predador.
To assess the effects of three insecticides used in cotton crop on third-ínstar larvae and adults of the ladybeetle Cycloneda sanguinea (Linnaeus), four trials were conducted under greenhouse conditions. For the accomplishment of the tests, the cultivar BRS IPÊ, with twenty five days, were used and the insecticides were sprayed with a manual sprayer. After this, each plant, totalizing 10 for treatment, was infested with three third-ínstar larvae or one couple of adults and after that confined using a plastic container. As food source, two yellow paper stripes contending eggs of Anagasta kuehniella (Zeller) were fixed in the plants with double face adhesive tape. The products and concentrations evaluated, lower and higher respectively, in g a.i.L-1 of water were: imidacloprid/ß-cyfluthrin (Connect 100/12.5 SC - 0.25/0.03 e 0.33/0.04), clothianidin (Focus 500 WP - 0.33 e 0.66) e chlorfenapyr (Pirate 240 SC - 0.80 e 1.20), totalizing 300L for hectare. Distilled water was used as control. The evaluations had been made 1, 12, 24 and 48 hours after the release of the insects in the contaminated plants, counting the number of dead specimens. As result of the research all the tested insecticides had been toxic to third-ínstar larvae and adults of the predator C. sanguinea, in both concentrations, for causing more than 75% of mortality, according IOBC. Imidaclopride/ß-cyfluthrin and chlorfenapyr affected in 100% the survival of larvae and adults of the predator, in both concentrations tested. Clothianidin held a little different and in the control group, mortality it was not observed. Experiments in field are necessary to affirm that these products aren´t compatible with integrated management of cotton pests.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2643
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Avaliação da toxicidade de inseticidas utilizados em algodoeiro para cycloneda sanguinea (Linnaeus, 1763) (Coleoptera Coccinellidae)..pdf573.37 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback