Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2679

Título: Obtenção, análises morfológicas e ultra-estruturais de calos de Passiflora spp
Título Alternativo: Production, morphologic and ultra-structural analyses of Passiflora spp. callus
Autor(es): Figueiredo, Milene Alves de
Orientador: Paiva, Renato
Membro da banca: Nogueira, Raírys Cravo
Alves, Eduardo
Santos, Breno Regis
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Assunto: Maracujazeiro nativo
Germinação in vitro
Calogênese
Análises morfológicas e ultra-estruturais
Native passion fruit plant
In vitro germination
Calogenesis
Morphologic and ultra-structural analyses
Data de Defesa: 27-Fev-2007
Data de publicação: 13-Ago-2014
Referência: FIGUEIREDO, M. A. de. Obtenção, análises morfológicas e ultra-estruturais de calos de Passiflora spp. 2007. 113 p. Dissertação (Mestrado em Fisiologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: Brazil occupies a position of prominence in the passion fruit plant culture, being the largest world producer of passion fruit. In the last years, the increasing demand resulted in a expansion of the planted area resulting in the expansion and appearance of many diseases. Some species not cultivated, as Passiflora gibertii N. E. Brown and Passiflora edulis edulis, present important contributions for plant breeding, for having pests and diseases resistance, longevity, larger adaptation to adverse climatic conditions, enlarged flowering period, larger concentration of interesting chemical components for the pharmaceutical industry and other potentialities, almost unexplored. The objective of this work was to analyze in vitro regeneration and germination aspects, as well as to characterize, at morphologic and ultra- structural levels, callus of Passiflora spp. The results allow to affirm that the native species P. gibertii has mechanical extra-embryonic dormancy, that is overcome with seed tip scarification using a scalpel. Fresh seeds present larger germination percentage than the dry seeds, however, larger germination percentage for dry seeds are obtained using tip scarification. The P. gibertii species respond better to the callus formation than native P. edulis edulis; the use of 8,88 μM BAP promotes larger callus percentage from leaf segments; root segments of P. gibertii and native P. edulis edulis do not form callus and there is no difference between leaf and nodal segments in the formation of native Passiflora species callus; P. gibertii leaf and nodal segments, after transferred to MSM medium containing GA3, form bud; callus from dark conditions are more responsive to MS medium contain half of its salt concentration is the most inducated for organogenesis; the addition of coconut water to the culture medium is essential for callus induction and bud formation in P. gibertii. The picloram and kinetin addition to the culture medium promotes larger callus formation in cotyledonary leaf explants of P. gibertii than 2,4-D and kinetin. Different callus colors, from the cotyledonary leaf explants, are observed in treatments using picloram and kinetin. P. gibertii leaf explants inoculated in MS culture medium and maintained in the dark in the presence of BAP (8,88 μM) and coconut water (5%) for 30 days, induce callus formation, which, later transferred to MS medium, in the presence of light and BAP (2,22 μM) turned organogenic, whose ultra-structural and morphologic parameters associated were of isodiametric cells, presenting organized cellular system, nucleus with prominent nucleolar, presence of starch grains and dense cytoplasm rich in endoplasmic reticulum. The growth regulator 2,4-D provides the obtaintion of callus with embryogenic characteristics (cells with isodiametric format, small and with small intercellular space, organized cellular system and predominance of round format mitochondria), while negative results (predominance of prolonged format cells, larger cells with intercellular spaces, disorganized cellular system and predominance of prolonged format mitochondrias) are observed when picloram is used. Translucent and yellow-clear callus present no-morfogenic characteristics, like cells of different formats, disorganized cellular system, larger cells and absence or reduced starch content. Callus of yellow-darkness and white-brown coloration presented embryogenic characteristics with the following morphologic and ultra-structural parameters: predominance of isodiametric format cells, organized cellular system, small cells, dense cytoplasm rich in mitochondria and endoplasmic reticulum.
O Brasil ocupa posição de destaque na cultura do maracujazeiro, sendo o maior produtor mundial de maracujá. Nos últimos anos, o aumento da demanda provocou a expansão da área plantada e, com isso, houve o surgimento e a expansão de um grande número de doenças. Algumas espécies não cultivadas, como Passiflora gibertii N. E. Brown e Passiflora edulis edulis, têm importantes contribuições para o melhoramento genético, por apresentarem resistência a doenças e pragas, longevidade, maior adaptação a condições climáticas adversas, período de florescimento ampliado, maior concentração de componentes químicos interessantes para a indústria farmacêutica e outras potencialidades, quase todas ainda inexploradas. O objetivo deste trabalho é analisar aspectos da germinação e da regeneração in vitro, bem como caracterizar, nos níveis morfológico e ultra-estrutural, calos de Passiflora spp. Os resultados permitem afirmar que a espécie nativa P. gibertii possui dormência extra-embrionária mecânica, que é superada com a escarificação da ponta da semente com bisturi. As sementes frescas obtêm maior percentagem de germinação que as secas, porém, com maior percentagem de germinação para sementes secas quando se utiliza escarificação da ponta da semente. A espécie P. gibertii responde melhor à formação de calos que P. edulis edulis nativo; a utilização de 8,88 μM de BAP promove maior percentagem de calos a partir de segmentos foliares; segmentos radiculares de P. gibertii e P. edulis edulis nativo não formam calos e não há diferença entre segmentos nodal e foliar na formação de calos de espécies de Passiflora nativo; segmentos nodal e foliar de P. gibertii, após transferidos para meio MSM contendo GA3, formam gemas; calos oriundos de condições de escuro são mais responsivos à formação de gemas em P. gibertii; o meio de indução mais indicado para organogênese é o meio MS, contendo metade da concentração de seus sais; a adição de água de coco ao meio de cultura é essencial, tanto para a indução de calos como para a formação de gemas em P. gibertii. A adição de picloram e cinetina ao meio de cultura promove maior formação de calos em explantes foliares cotiledonares de P. gibertii que 2,4-D e cinetina. Diferentes colorações de calos, oriundos de explantes foliares cotiledonares, são observadas nos tratamentos utlizando-se picloram e cinetina. Explantes foliares de P. gibertii mantidos em meio de cultura MS no escuro acrescido de BAP (8,88 μM) e água de coco (5%) por 30 dias, induzem a formação de calos, que, posteriormente, transferidos para meio MS, na presença de luz e contendo BAP (2,22 μM) tornam-se organogênicos, cujos parâmetros morfológicos e ultra-estruturais associados são células com formato isodiamétrico, sistema celular organizado, núcleo com nucléolo proeminente, presença de grãos de amido e citoplasma denso e rico em retículo endoplasmático. O regulador 2,4-D proporciona a obtenção de calos com características embriogênicas (células com formato isodiamétrico, pequenas e com pequeno espaço intercelular, sistema celular organizado e predominância de mitocôndrias de formato arredondado), enquanto resultados negativos (predominância de células com formato alongado, células maiores e com espaços intercelulares, sistema celular desorganizado e predominância de mitocôndrias de formato alongado) são observados para picloram. Calos translúcidos e amarelo-claros apresentam características não-morfogênicas, como células de diferentes formatos, sistema celular desorganizado, células grandes e ausência ou pouco conteúdo de amido. Calos de coloração amareloescuro e branco-marrom apresentam características embriogênicas e os parâmetros morfológicos e ultra-estruturais associados são: predominância de células com formato isodiamétrico, sistema celular organizado, células pequenas, citoplasma denso e rico em mitocôndria e retículo endoplasmático.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2679
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_ Obtenção, análises morfológicas e ultra-estruturais de calos de Passiflora spp.pdf17,49 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback