Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2687

Título: Caracterização morfológica, molecular e patogênica de espécies de Phytophthora associadas aos citros
Título Alternativo: Morphological, molecular and pathogenic characterization of Phytophthora species associated with citrus root rot.
Autor(es): Oliveira, Janine Mendes de
Orientador: Pfenning, Ludwig Heinrich
Membro da banca: Lima, Cristiano Souza
Mizubuti, Eduardo Seiti Gomide
Figueira, Antonia dos Reis
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Phytophthora nicotianae
Phytophthora citrophthora
Peronosporales
Oomycota
ITS rDNA
Análise filogenética
Gomose
Phylogenetic analysis
Root rot.
Data de Defesa: 20-Jun-2008
Data de publicação: 13-Ago-2014
Referência: OLIVEIRA, J. M. de. Caracterização morfológica, molecular e patogênica de espécies de Phytophthora associadas aos citros. 2008. 51 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
Resumo: A gomose-de-Phytophthora é uma das doenças mais preocupantes da cultura dos citros no Brasil e em outros países produtores. Esta doença é causada por espécies do gênero Phytophthora, sendo as principais P. nicotianae, de maior predominância e distribuição, e P. citrophthora, com menor freqüência nas regiões tropicais. Como primeiro passo visando o estabelecimento de um método de diagnose da doença por PCR, foi estudada a variabilidade de uma população de P. nicotianae dos citros e de outros hospedeiros no Brasil por meio de caracteres morfológicos, filogenia e patogenicidade. Foram identificados como P. nicotianae os isolados de citros, fumo, acácia-negra e Kalanchoe, que apresentaram os seguintes caracteres: esporângios predominantemente esféricos e ovóides, terminais e intercalados, persistentes e papilados, os clamidósporos foram abundantes e o oogônio apresentou anterídio anfígeno. Os isolados de citros identificados como P. citrophthora apresentaram esporângios ovóides e de formas variáveis, papilados, freqüentemente bipapilados e persistentes, clamidósporos e oogônios ausentes. Todos os isolados de P. nicotianae provenientes de diferentes hospedeiros foram patogênicos a plantas de citros e fumo, assim como aos frutos de laranja. A espécie P. citrophthora foi patogênica apenas a mudas de citros e nos frutos de laranja. Phytophthora capsici não foi patogênico aos citros e fumo. Na análise filogenética, todos os isolados de P. nicotianae dos citros formaram um clado juntamente com os isolados de P. nicotianae do GenBank, com suporte de 100% na análise de bootstrap. Estes resultados evidenciaram a inespecificidade da espécie em relação ao hospedeiro e uma baixa variação intra-específica entre os isolados dos citros. Estas informações podem servir como base na elaboração de métodos de PCR para a detecção e identificação rápida destes patógenos em citros no país.
Phytophthora root rot is one of the most important diseases of citrus in Brazil and other countries. The causal agents are species of Phytophthora, being the most important P. nicotianae, the prevalent and widely distributed species, and P. citrophthora, less frequent in tropical regions. As the first step to develop a PCR based detection method of the disease, the variability of a population of P. nicotianae from citrus and other host was evaluated by morphological characters, phylogeny and pathogenicity tests. Isolates of P. nicotianae were identified from citrus, tobacco, black acacia and Kalanchoe, showing characteristics such as predominantly spherical to, terminal or intercalary, persistent and papillate, with numerous chlamydospores, and amphigynous antheridia. Isolates from citrus, identified as P. citrophthora showed oval or variable, papillate sporangia, frequently bipapillate and persistent, without chlamydospores and oogonium. All isolates of P. nicotianae were pathogenic to citrus and tobacco seedlings, as well as to citrus fruits. P. citrophthora was pathogenic only to seedling and fruits of citrus. Phytophthora capsici did not show pathogenicity to citrus nor tobacco. In the phylogenetic analysis all isolates of P. nicotianae grouped together in a unique clade, together with sequences recovered from Genbank, with 100% bootstrap support. These results indicate low infra-specific variability in this species and lack of specificity towards host plants. This information will be useful to develop a rapid PCR detection method for these citrus pathogens.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2687
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Caracterização morfológica, molecular e patogênica de espécies de Phytophthora associadas aos citros.pdf1,21 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback