Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/268
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRosa, Alexandre Reis-
dc.creatorBrito, Mozar José de-
dc.date.accessioned2013-01-03T14:59:35Z-
dc.date.available2013-01-03T14:59:35Z-
dc.date.issued2010-
dc.identifier.citationROSA, A. R.; BRITO, M. J. de. Corpo e alma nas organizações: um estudo sobre dominação. Revista de Administração Contemporânea, Curitiba, v. 14, n. 2, p. 195-211, mar./abr. 2010.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/268-
dc.description.abstractThis paper aims to discuss how the process of social construction of the military individual occurs. The result of research for a Master’s Degree, the analysis approaches the body as the central element of this process due to its manner of performing in military activities. In this regard, authors like Pierre Bourdieu and his field-habitus articulation as part of social reproduction, along with Michel Foucault’s thoughts about disciplinary power and the technologies for docilization of bodies help us to understand how these bodies are processed from an inherent technologizing in military socialization. The methodology used was the case study with non-participant observation, in-depth interviews and documentary and content analysis. Based on the results, we find that there is a variation in the forms of domination in order to prioritize some techniques that range from body pedagogy (for soldiers) to oral pedagogy (for officers), as the main instruments that aim, above all, at a kind of total individual domination, to put it in a nutshell, to take over one’s body and soul in the military organization.pt_BR
dc.languageotherpt_BR
dc.subjectDominação simbólicapt_BR
dc.subjectSocialização organizacionalpt_BR
dc.subjectOrganizações militarespt_BR
dc.subjectSymbolic dominationpt_BR
dc.subjectOrganizational socializationpt_BR
dc.subjectMilitary organizationspt_BR
dc.titleCorpo e alma nas organizações: um estudo sobre dominaçãopt_BR
dc.title.alternativeBody and soul” in organizations: a study of domination and the body's social construction in the military organizationpt_BR
dc.typeArticlept_BR
dc.description.resumoEste trabalho tem por objetivo discutir como ocorre o processo de construção social do sujeito militar e os mecanismos de controle subjacentes a essa socialização. Resultado de uma pesquisa de mestrado, a análise aborda o corpo como elemento central desse processo, devido ao seu caráter performático na atividade militar. Nesse sentido, autores como Pierre Bourdieu e sua articulação campo-habitus como elemento de reprodução do social, em conjunto com as reflexões de Michel Foucault sobre o poder disciplinar e as tecnologias de docilização dos corpos, nos ajudam a compreender como se processam esses corpos, a partir de uma tecnologização inerente à socialização militar. A metodologia utilizada foi o estudo de caso com a observação não-participante, entrevistas em profundidade e análise documental e de conteúdo. Com base nos resultados, concluímos que há uma variação nas formas de dominação, no sentido de privilegiar técnicas que vão desde uma pedagogia corporal para os soldados, até uma pedagogia moral para os oficiais, como principais instrumentos que visam, sobretudo, a uma espécie de dominação total do sujeito, ou seja, possuí-lo de corpo e alma na organização militar.pt_BR
Appears in Collections:DAE - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Corpo e alma nas organizações um estudo sobre dominação.pdf142,18 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons