Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2724

Título: Florística, estrutura e estádios sucessionais de fragmentos nativos da mata atlântica em Minas Gerais
Título Alternativo: Floristic, structure and successional stages of native fragments of the Atlantic Forest in Minas Gerais
Autor(es): Reis, Hermógenes
Orientador: Oliveira, Antonio Donizette de
Membro da banca: Carvalho, Luis Marcelo Tavares de
Scolforo, José Roberto Soares
Machado, Sebastião do Amaral
Área de concentração: Manejo ambiental
Assunto: Exploração florestal
Floresta Estacional Semidecidual
Diversidade
Similaridade
Análise estrutural
Grupos ecofisiológicos
Distribuição diamétrica
Kolmogorov-Smirnov test
Floresta Estacional Semidecidual
Diversity
Similarity
Structural analysis
Grupos ecofisiológicos
Diametric distribution
Teste de Kolmogorov-Smirnov
Data de Defesa: 9-Mar-2007
Data de publicação: 13-Ago-2014
Referência: REIS, H. Florística, estrutura e estádios sucessionais de fragmentos nativos da Mata Atlântica em Minas Gerais. 2007, 168 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: Foi realizado um levantamento florístico em 4 quatro fragmentos florestais submetidos a diferentes tratamentos (2 fragmentos florestais foram submetidos a um plano de manejo: um fragmento há 14 anos e o outro fragmento há 9 anos; o terceiro fragmento sofreu uma queimada e, em seguida, um corte raso, há 22 anos e, por último, o fragmento testemunha, o qual não tem histórico de forte intervenção). Os objetivos deste estudo foram: estudar a composição florística e conhecer o comportamento da diversidade; determinar a similaridade florística entre os quatro fragmentos; avaliar o comportamento estrutural das espécies em cada fragmento; caracterizar os estádios sucessionais em relação à riqueza de espécies e classes diamétricas; realizar inferências sobre a aderência de distribuições diamétricas antes e após a exploração, para 2 fragmentos florestais usando o teste de Kolmogorov-Smirnov. As áreas estudadas correspondem a 4 fragmentos florestais localizados nos municípios de Piranga e Diogo de Vasconcelos, no estado de Minas Gerais. A amostragem aplicada foi a sistemática, sendo a primeira parcela fixada em um ponto inicial da mata e, a partir daí, foram estabelecidos transectos ao longo de cada fragmento. O número, a distância de transectos e a distância entre parcelas variaram de acordo com a forma e o tamanho de cada fragmento. Os indivíduos inventariados obedeciam a uma CAP≥15,70 cm, sendo computada também a altura total. Nos fragmentos, foram encontradas 397 espécies, distribuídas em 190 gêneros e 67 famílias, pertencentes a 12.709 indivíduos. A diversidade, pelo índice de Shannon, variou de 3,91 (fragmento 3) a 4,71 (fragmento 4). Considerando a similaridade florística, o método de Sorensen estabeleceu um maior rigor em discriminar ambientes, frente a Jaccard. Os quatro fragmentos são altamente similares entre si, com valores de índice acima de 44%. A área basal dos fragmentos variou de 12,71 a 28,45 m2.ha-1, com o fragmento 4 apresentando o maior valor. A densidade variou de 2.603 a 3.844 indivíduos, tendo o fragmento 3 a maior densidade. O número de espécies variou de 160 para o fragmento 1 a 260 para o fragmento 4, tendo esse a maior diversidade florística dentre os demais. As espécies com maiores IVI foram diferentes para cada fragmento. Nos quatro fragmentos, 12,09% das espécies estavam presentes nestes. Em todos os fragmentos, as espécies secundárias iniciais sobressaíram-se perante as outras, porém, espécies tolerantes à sombra se encontram em franco desenvolvimento. A estrutura diamétrica dos quatro fragmentos apresentou forma exponencial negativa. Pelo teste Kolmogorov-Smirnov (5%), não houve correlação entre distribuição, antes e após a exploração, para fragmento 1. Já no fragmento 2, a distribuição antes e após a exploração apresentou uma correlação positiva.
Abstract: A floristic study was carried out in 4 forest fragments subjected to different treatments. Two fragments were subjected to a management plan (one of them for 14 years and the other for 9 years), the third one was clear cut and burnt 22 years ago, and the last fragment (control) for which there is no record of strong intervention. The objectives of this study were: to study the floristic composition in order to know the diversity; to determine the floristic similarity among the four fragments; to evaluate the structural behavior of the species in each fragment; to characterize the successional stages in relation to the species richness and diametric classes; to infer about the adherence of diametric distributions before and after the exploration of 2 forest fragments using the test of Kolmogorov-Smirnov. The studied areas correspond to 4 forest fragments located in the cities of Piranga and Diogo de Vasconcelos in the State of Minas Gerais. It was applied the systematic sampling, with the first plot set in an initial point of the forest and from there transects were established throughout each fragment. The number and distance of transects, and the distance between sampling plots varied with the form and size of each fragment. The inventoried individuals were those with a circumference at breast height (CBH) ≥ 15.70 cm, being also recorded the total height. In the fragments, 12,709 individuals were found, distributed in 397 species, 190 genus and 67 families. The Shannon´s diversity index varied from 3.91 (fragment 3) to 4.71 (fragment 4). Considering the floristic similarity, the method of Sorensen weas more rigorous than Jaccard, in discriminating sites. The four fragments are highly similar among them with index values above 44%. The basal area of the fragments varied from 12.71 to 28.45 m2.ha-1, with the highest value found in fragment 4. The density varied from 2,603 to 3,844 individuals, with the highest density found in fragment 3. The number of species varied from 160 (fragment 1) to 260 (fragment 4), with the latter showing the highest floristic diversity among all. The species with the the highest importance value index (IVI) were different for each fragment. Around 12% of the species were present in the four fragments. The early secondary species stood out before the others in all fragments, however shade-tolerant species are in good development. The diametric structure of the 4 fragments showed negative exponential form. According to the Kolmogorov-Smirnov test (5%) there was no correlation between distribution, before and after the exploration in the fragment 1, while in the fragment 2 the distribution before and after the exploration showed a positive correlation.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2724
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)
LEMAF - Teses e Dissertações

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Florística, estrutura e estádios sucessionais de fragmentos nativos da mata atlântica em Minas Gerais.pdf703,75 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback