Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2729

Título: Floristica, Fitossociologia e Heterogeneidade em um povoamento com predominância de Anadenanthera peregrina (Benth.) Speg.
Título Alternativo: Floristics, phytosociology and heterogeneity in a stand with predominance of anadenanthera peregrina (Benth.) Speg.
Autor(es): Nascimento, Gutenberg de Almeida
Orientador: Calegario, Natalino
Membro da banca: Carvalho, Dulcinéia de
Volpato, Margarete Marin Lordelo
Pereira, José Aldo Alves
Área de concentração: Manejo ambiental
Assunto: Anadenanthera peregrina
Diversidade
Guildas
Análise multivariada
Heterogeneidade
Data de Defesa: 14-Ago-2006
Data de publicação: 13-Ago-2014
Referência: NASCIMENTO, G.de A. Florística, fitossociologia e heterogeneidade em um povoamento com predominãncia de Anadenanthera peregrina (Benth.) Speg. 2006, 108 p. Dissertação (Mestrado em engenharia Florestal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: The present study was developed in an ancient abandoned area of planting of Anadenanthera peregrina, on the campus of the Federal University of Lavras, MG of about 7,56ha. It was aimed to report the floristic composition of this area as well as its phytosociological structure, paying attention to the ecologic aspects of the species, as the regeneration, dispersion guildas and aggregation standards. Besides, it was intended to understand as both the soil structural and nutritional standards can interfere on the spatial organization of the species with the purpose of creating a theoretical base which can assist future management interventions for the area. 81 plots of 10 x 10m were allocated, arranged in such a way to stand for the greatest apparent variation of physiognomic gradient of the vegetation. All the individuals with BHD (Breast Height Diameter) ≥ 5.0cm were recorded. For each individual, BHD and height values were and the structural phytosociological parameters were calculated. The biological diversity was evaluated through the indices of Shannon, Pielou, Jentsen and compared with areas ao entorno and region, as well as with histórico of similar use. The species found were classified according to the regeneration guildas defined by Swaine & Whitmore (1988) and for the classification of the species in dispersion guilds; the classification according to Van der Pijl (1982) was used. For the analysis of aggregation standards, MacGuinnes´index (1934) was utilized. The area sampled was divided into two sectors arbitrarily selected by the author according to differences observed in the field as to the composition of the species and soil samples were collected and sent to the Soil Analysis Laboratory of the UFLA Soil Science Department, for chemical and textural analyses performed according to the EMBRAPA protocol (1997). To perform the structural comparisons, a matrix based upon the occurrence of the species for a cluster analysis utilizing similarity distance of Jaccard and the cluster technique by cluster methods (Ward´s Method) was prepared (Kent & Coker, 1992). To perform the analysis of environmental and vegetation gradient, the analysis of the main components (PCA) (Orlóci, 1966) was done. In the analysis of the data and making of plots and figures, the Exel, Microsoft Visual Basic 5.0 Professional Edition, Dives 2.0, SAS System for Windows V8 (Statistical Analysis System) and PC-ORD for Windows, version 4.14 were made use of. In the sampling performed, 1180 individuals distributed into 25 families and 66 species were recorded. The family with the greatest number of species is Fabaceae, with 16 species (24.24%). The genera of greatest floristic richness were Casearia, with four species, Machaerium and Rollinia, both with three -species and Anadenanthera, Tapirira, Cordia, Protium, Inga, Ocotea, Miconia, Cedrela and Myrcia, with two species each. Shannon´s (H´) diversity index was of 1.47 nats.indivídual-1.denoting that the community in issue presents a poor diversity of species. Anadenanthera peregrine presented the highest absolute and relative values to all the structural phytosociologic parameters. The diametric distribution of the species, in general, is typical to tropical forests, that is, inverted J. out of the total of sampled species, 5 (8.2%) are pioneers, 14 (22.95%) are shade-tolerant and 42 (68.85%) of the species are light-demanding climax. The zoocoria predominated in all the strata, 42 (68.85%), the 61 species found in the sampling area presented such a way of dispersion; twelve presented anemocorica dispersion (19.67%) and seven species (11.48%) have autocórica dispersion. In the total of the species investigated as to the aggregation index, 21, that is, 60% showed in the minimum a trend to the cluster, possibly related with the visits of their dispersers and canopy architecture. Machaerium villosum and Piptadenia gonoacantha presented an irregular distribution between the first and second diametric class and between the third and fourth class, indicating that possibly some "recente" disturbation may have taken place in the area. There are floristic, structural and diversity differences among the sectors sampled, the diversity and floristics being smaller for sector 1. Of the cluster analysis, the sector 1 presented three subdivisions (A,B and C) and some plots referred by the author as belonging to sector 2, were correlated with sector 1, this distinction being influenced by the density of individuals and richness of species, associated with the allelopathic and decidual properties of the angico. The presence of cipós, Celtis iguanea, and a great number of number of individuals regerantes of Anadenanthera in the under storey can be influencing negatively the recruiting of new species and also, performing a selective effect on the seed bank. By the ordering diagram Produced by the main component analysis in relation to soil variables, the plots of the sector lie in sites of low fertility and the plots of sector 2, in sites of accumulation of nutrients and not of losses.
O presente estudo foi desenvolvido em uma antiga área abandonada de plantio de Anadenanthera peregrina, no Campus da Universidade Federal de Lavras, MG com aproximadamente 7,56ha. Objetivou-se descrever a composição florística desta área, bem como sua estrutura fitossociológica, atentando-se para os aspectos ecológicos das espécies, como as guildas de regeneração, de dispersão e de padrões de agregação. Ainda buscou-se compreender como os fatores estruturais e nutricionais do solo podem interferir na organização espacial das espécies, com o intuito de se criar uma base teórica que possa subsidiar futuras inervenções de manejo para a área. Foram alocadas 81 parcelas de 10x10m, dispostas de forma a representar a maior variação aparente de gradiente fisionômico da vegetação. Foram registrados todos os indivíduos com DAP (Diâmetro à altura do peito) ≥ 5,0cm. Para cada indivíduo, foram anotados valores de DAP e de altura (para medida de altura foram utilizados os estágios da vara de poda) e calculados os parâmetros fitossociológicos estruturais. A diversidade biológica foi avaliada por meio dos índices de Shannon, de Pielou, de Jentsen e comparada com áreas ao entorno e região, bem como áreas com histórico de uso semelhante. As espécies encontradas foram classificadas de acordo com as guildas de regeneração definidas por Swaine & Whitmore (1988); e para classificação das espécies em guildas de dispersão, utilizou-se a classificação de acordo com Van der Pijl (1982). Para a análise de padrões de agregação, utilizou-se o índice de MacGuinnes (1934). A área amostrada foi dividida em dois setores arbitrados pelo autor, de acordo com diferenças observadas no campo quanto a composição das espécies e amostras de solo foram coletadas e enviadas para o Laboratório de Análise de Solos do Departamento de Ciências do Solo da UFLA para análises químicas e texturais, realizadas segundo o protocolo da EMBRAPA (1997). Para realizar a análise dos gradientes ambientais e da vegetação foi feita a análise de componentes principais (PCA) (Orlóci, 1966) e uma análise de cluster através da técnica de agrupamento sugerido por Kent & Coker (1992) utilizando-se a distância de similaridade de Jaccard. Para a análise dos dados e confecção de gráficos e figuras utilizou-se dos softweres Exel, Microsoft Visual Basic 5.0 Professional Edition, Dives 2.0, SAS System for Windows V8 (Statistical Analysis System) e PC-ORD for Windows, versão 4.14. Na amostragem realizada foram registrados 1180 indivíduos distribuídos em 25 famílias e 66 espécies. A família com o maior número de espécies é a Fabaceae, com 16 espécies (24,24%). Os gêneros de maior riqueza florística foram Casearia, com quatro espécies, Machaerium e Rollinia, ambos com três espécies e Anadenanthera, Tapirira, Cordia, Protium, Inga, Ocotea, Miconia, Cedrela e Myrcia, com duas espécies cada. O índice de diversidade de Shannon (H´) foi de 1,47 nats.indivíduo-1 o que indica que a comunidade em questão apresenta uma baixa diversidade de espécies. Anadenanthera peregrina apresentou os maiores valores absolutos e relativos para todos os parâmetros fitossociológicos estruturais. A distribuição diamétricas das espécies, no geral, é típica de florestas tropicais, ou seja, J invertido. Do total de espécies amostradas, 5 (8,2%) são pioneiras, 14 (22,95%) são tolerantes a sombra e 42 (68,85%) das espécies são clímax exigentes de luz. A zoocoria predominou em todos os estratos, sendo que 42 (68,85%) das 61 espécies encontradas na área amostral apresentaram tal forma de dispersão; doze apresentaram dispersão anemocórica (19,67%) e sete espécies (11,48%) apresentam dispersão autocórica. No total das espécies analisadas quanto ao índice de agregação, 21, ou seja, 60% apresentam no mínimo uma tendência ao agrupamento, possivelmente relacionado às visitas de seus dispersores e a arquitetura do dossel. Machaerium villosum e Piptadenia gonoacantha apresentaram uma distribuição irregular entre a primeira e segunda classe diamétrica e entre a terceira e quarta classe, indicando que possivelmente algum distúrbio "recente" possa ter ocorrido na área. Existem diferenças florísticas, estruturais e de diversidade entre os setores amostrados, sendo a diversidade e a florística menores para o setor 1. O setor 1 apresentou três subdivisões (A,B e C) e algumas parcelas referidas pelo autor como pertencentes ao setor 2, foram correlacionadas com o setor 1, sendo esta distinção influenciada pela densidade de indivíduos e riqueza de espécies, associado às propriedades alelopáticas e deciduais do angico. A presença de cipós, Celtis iguanea, e um grande número de indivíduos regenerantes de Anadenanthera no sub-bosque podem estar influenciando negativamenteno recrutamento de novas espécies e, também, realizando um efeito seletivo sobre o banco de sementes. Pelo diagrama de ordenação produzido pela análise de componentes principais em relação as variáveis do solo, as parcelas do setor encontram-se em sítios de baixa fertilidade e as parcelas do setor 2, em sítios de acúmulo de nutrientes.
Informações adicionais: nº de páginas diferente da ficha catalográfica
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2729
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Floristica, Fitossociologia e Heterogeneidade em um povoamento com predominância de Anadenanthera peregrina (Benth.)Speg.pdf962,09 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback