Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2747

Título: Aspectos histopatológicos, epidemiologia e controle da mancha manteigosa em Coffea arabica L.
Título Alternativo: Aspects histopathology, epidemiology and control of blister spot on Coffea arabica L.
Autor(es): Ferreira, Josimar Batista
Orientador: Abreu, Mário Sobral de
Membro da banca: Machado, José da Cruz
Alves, Eduardo
Guimarães, Rubens José
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Mancha manteigosa
Café
Doença
Controle
Blister spot
Coffee trees
Disease
Control
Data de Defesa: 24-Jul-2006
Data de publicação: 13-Ago-2014
Referência: FERREIRA, J. B. Aspectos histopatológicos, epidemiologia e controle da mancha manteigosa em Coffea arabica L.. 2006. 159 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Atualmente, a doença conhecida como mancha manteigosa (MM) merece destaque devido aos ataques do fungo em ramos, flores e frutos em expansão, ocasionando reduções na produção. Objetivou-se, neste trabalho: avaliar os aspectos da infecção (pré-penetração, penetração e colonização) de C. gloeosporioides (cg) em folhas; conferir a colonização de cg agente MM em condições naturais da doença; realizar estudos epidemiológicos de dispersão espacial da doença, por meio de arranjos espaciais e da análise da dinâmica e estruturas de focos; avaliar a eficiência de fungicidas sobre C. gloeosporioides, (MM); avaliar a transmissibilidade semente-planta (MM), bem como comprovar o efeito do tratamento de sementes por fungicidas. Os conídios de cg aderiram nas depressões e nas células-guardas, formando septo antes da germinação. A penetração se deu por via direta e, muito raramente, por estômatos. A germinação ocorreu de 6 a 8 horas, produzindo apressórios com 12 horas e acérvulos de 96-144 horas após a inoculação. Os ramos, hipocótilos e nervuras de folhas de cafeeiros com MM têm os vasos do xilema, floema e células do córtex colonizados por cg. Nos frutos (MM) apareceram infecções nos tecidos do exocarpo, mesocarpo e endosperma. Plantas com MM, mesmo quando pulverizadas com fungicidas, têm significativa queda de frutos e morte de ramos. Os fungicidas triadimenol e chlorotalonil apresentaram alta eficiência nos teste in vitro e de campo. O mancozeb mostrou-se ineficiente. Observa-se, em áreas cafeeiras com MM, elevado número de focos unitários, verificando-se padrão espacial da doença de forma aleatório. Tal fato indica que a MM ocorra por meio de plantas isoladas, sendo a semente a principal via de transmissão. Sementes de plantas doentes evidenciam elevado número de morte de plântulas, com incidência de cg de 94,8% e severidade de 86,8%, enquanto que sementes colhidas em plantas sadias apresentaram plântulas vigorosas e em pleno desenvolvimento. Neste patossistema, a principal via de transmissão é a semente (semente-planta-semente).
Blister spot is currently considered as one of the most important diseases of coffee since Colletotrichum gloeosporioides, its causal agent, can attack shoots, flowers and fruits leading to yield reduction. The aims in this study were: (i) to assess the infection aspects (pre-penetration, penetration and colonization) of C. gloeosporioides (cg) on leaves; (ii) to study the colonization of cg on coffee trees under natural conditions; (iii) to study the epidemiology of the disease through its spatial dispersion, evaluating the disease dynamics and the foci structure; (iv) to assess the efficiency of fungicides on cg; (v) to evaluate the transmission of blister spot from the seed to the plant as well as the efficacy of the chemical control of cg in the seeds. Conidia of cg adhered on the plant tissue depressions and guard-cells forming septum before germination. Penetration of the fungus occurred directly in most of the cases, although some penetration occurred via stomata. The germination of conidia occurred after 6 to 8 h, producing appressorium 12 h and acervuli 96 to 144 h after inoculation. Shoots, hypocotyls, and veins of coffee leaves affected by blister spot had the xylem, phloem and cortical cells colonized by cg. In the fruits, infections of exocarp, mesocarp and endosperm tissues were observed. Coffee trees affected by blister spot had significant fruit drop e die-back even if sprayed with fungicides. Triadimenol and chlorotalonil showed high efficiency in controlling cg in vitro and in field trials, while mancozeb was inefficient. The disease pattern in the field was represented by isolated foci, randomly distributed indicating that blister spot is principally transmitted through the seeds. Seeds collected from diseased plants when sowed resulted in high mortality of the seedlings with cg incidence of 94.8% and blister spot severity of 86.8%, while seeds collected from healthy plants produced visually healthy seedlings. It is proposed that in this pathosystem the principal transmission via of blister spot is trough the seeds (seed-plant-seed).
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2747
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Aspectos histopatológicos, epidemiologia e controle da mancha manteigosa em Coffea arabica L..pdf2,26 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback