Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DEN - Departamento de Entomologia >
DEN - Programa de Pós-graduação >
DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2751

Título: Effect of plant extracts and organic substances on mortality of Cornitermes cumulans (Kollar, 1832) (Isoptera: Termitidae)
Título Alternativo: Efeito de extratos de plantas e substâncias orgânicas na mortalidade de Cornitermes cumulans (Kollar, 1832)(Isoptera: Termitidae).
Autor(es): Rizental, Muriel Santos
Orientador: Bonetti Filho, Ronald Zanetti
Membro da banca: Carvalho, Geraldo Andrade
Oliveira, Denilson Ferreira de
Área de concentração: Entomologia Agrícola
Assunto: Cupins
Controle
Extratos de plantas
Substâncias orgânicas
Ingestão
Termites
Control
Plants extract
Organic substances
Ingestion
Data de Defesa: 27-Abr-2009
Data de publicação: 13-Ago-2014
Referência: RIZENTAL, M. S. Effect of Plant Extracts and Organic Substances on Mortality of Cornitermes cumulans (Kollar, 1832) (Isoptera: Termitidae). 2009. 37 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Entomologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
Resumo: In Brazil, termites belonging to the genus Cornitermes and Syntermes are responsible for the high mortality of plants in the early stages of development of many crops. So, in laboratory bioassays, plants and organic substances that can control workers of Cornitermes cumulans (Kollar, 1832) were tested. Forty milligrams of extract were collected from each plant and mixed in a diet with sugar cane bagasse, mortality being evaluated after 48 hours. Among the thirty-two plant extracts tested, Gymnanthes concolor (Euphorbiaceae) (Leaves); Croton floribundus (Euphorbiaceae) (Tree bark); Croton urucurana (Euphorbiaceae) (Leaves), and Terminalia brasiliensis (Combretaceae) (Leaves) had significantly higher mortality than the negative control. Other laboratory bioassay was conducted to determine the effectiveness of Chalcone, Acylhydrazone, Phenols and derivatives against workers of Cornitermes cumulans. Two milligrams of each organic substance in a diet with sugar cane bagasse were mixed, mortality being evaluated after 48 hours. No organic substance tested showed efficiency in termite control.
No Brasil, cupins dos gêneros Cornitermes e Syntermes são responsáveis por elevada mortalidade de plantas nos primeiros estágios de desenvolvimento de diversas culturas. Por isso, foram testadas, em bioensaios de laboratório, plantas e substâncias orgânicas que possam controlar operários de Cornitermes cumulans (Kollar, 1832). Quarenta miligramas de extrato foram coletados de cada planta e misturados em uma dieta com bagaço de cana-de-açúcar, avaliando a mortalidade após 48 horas. Entre os trinta e dois extratos vegetais testados, Gymnanthes concolor (Euphorbiaceae) (Folhas); Croton floribundus (Euphorbiaceae) (Cascas); Croton urucurana (Euphorbiaceae) (Folhas); e Terminalia brasiliensis (Combretaceae) (Folhas) apresentaram mortalidade significativamente maior do que a testemunha negativa. Outro bioensaio em laboratório foi realizado para determinar a eficiência de Chalconas, Acil hidrazonas, Fenóis e derivados contra operários de Cornitermes cumulans. Foram misturados 2mg de cada substância orgânica em uma dieta com bagaço de cana-de-açúcar, avaliando a mortalidade após 48 horas. Nenhuma substância orgânica testada apresentou eficiência no controle dos cupins.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2751
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DEN - Entomologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Effect of plant extracts and organic substances on mortality of Cornitermes cumulans (Kollar, 1832) (Isoptera Termitidae).pdf195,34 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback