Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2788

Título: Caracterização morfológica, molecular e patogênica do agente etiológico da fusariose do abacaxizeiro no Brasil
Título Alternativo: Morphological, Molecular and pathogenic characterization of causal agent of Fusarium of pineapple in Brazil
Autor(es): Soares, Juliana Moreira
Orientador: Pfenning, Ludwig Heinrich
Coorientador(es): Resende, Mário Lúcio Vilela de
Membro da banca: Lima, Cristiano Souza
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Ananas comosus
Patogenicidade
Complexo Gibberella fujikuroi
Filogenia
Fusarium guttiforme
Pathogenecity
Gibberella fujikuroi Complex
Phylogeny
Data de Defesa: 3-Ago-2011
Data de publicação: 14-Ago-2014
Referência: SOARES, J. M. Caracterização morfológica, molecular e patogênica do agente etiológico da fusariose do abacaxizeiro no Brasil. 2011. 58 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
Resumo: Fusarium guttiforme, a member of Gibberella fujikuroi Complex (GFC), is considered the causal agent of fusariosis in pineapple and fruit rot. The objective of this work was to characterize isolates of F. guttiforme obtained from plants of pineapple with symptoms of fusariosis collected in different pineapple producing regions using morphological markers, phylogenetics and pathogenicity tests. The phylogenetic analysis was done with partial sequences of the beta tubulin gene (tub2) and elongation factor 1α (tef1), including sequences of the type and reference material from different species of GFC. The pathogenicity test was realized in slips of pineapple under controlled condition of temperature and humidity. Forty nine isolates were evaluated morphologically and identified as F. guttiforme. It was not possible to identify phenotypic variants among isolates of this study. All of the isolates identified as F. guttiforme grouped with representative isolates of Fusarium obtained from pineapple. In the combined analysis of maximum parsimony and Bayesian inference, reference sequences of F. ananatum were added, a species described recently in South Africa as etiological agent of fruit rot. In addition, a group of isolates, paraphyletic "para-ananatum", was observed. The rest of the isolates of this study was observed in polytomy, therefore it was not possible to infer the phylogenetic relationships. Most of the isolates studied induced necrosis in slips of pineapple. Based on the results of this study, there is evidence of the existence of three phylogenetically distinct lines of Fusarium associated to pineapple in Brazil. However, the genomic regions evaluated did not have sufficient resolution to confirm this hypothesis.
Fusarium guttiforme pertence ao complexo de espécies Gibberella fujikuroi (GFC) e é considerado o agente etiológico da fusariose do abacaxizeiro e podridão de frutos. Este trabalho foi realizado com o objetivo de caracterizar isolados de F. guttiforme obtidos de plantas de abacaxi com sintomas de fusariose, coletados em diversas regiões produtoras do país, por meio de análise morfológica, filogenética e teste de patogenicidade. A análise filogenética foi realizada com sequências parciais do gene da beta tubulina (tub2) e fator de elongação 1-α (tef1), incluindo sequências da linhagem tipo e de isolados de referência de diversas espécies pertencentes ao GFC. O teste de patogenicidade foi realizado em mudas de abacaxizeiro em condições controladas de temperatura e umidade. Os marcadores morfológicos foram avaliados em 49 isolados, todos identificados como F. guttiforme. Não foi possível distinguir variantes fenotípicos entre os isolados deste estudo. Todos os isolados identificados como F. guttiforme agruparam com isolados de referência de F. guttiforme ou F. ananatum obtidos do abacaxizeiro. A topologia da árvore combinada dos genes teve maior influência do gene tub2. Na análise combinada de máxima parcimônia e inferência bayesiana, foi observado um clado com sequências de F. ananatum, descrito recentemente na África do Sul como agente etiológico da podridão de frutos. Foi observado, ainda, um grupo parafilético de isolados para-ananatum. O restante dos isolados deste estudo foi observado em politomias e, sendo assim, não foi possível inferir as relações filogenéticas destes. A maioria dos isolados estudados induziu necrose em mudas de abacaxi da mesma forma que a linhagem tipo. Com base no conjunto de dados avaliado neste estudo, pode-se inferir que, possivelmente, existam pelo menos três linhagens filogenéticas distintas de Fusarium associadas à fusariose do abacaxizeiro no Brasil, porém, com base nas regiões gênicas avaliadas, não houve resolução suficiente para suportar essa afirmação.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2788
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Caracterização morfológica, molecular e patogênica do agente etiológico da fusariose do abacaxizeiro no Brasil.pdf363,97 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback