Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28162
metadata.teses.dc.title: Extensometria aplicada à determinação das deformações resultantes das tensões de secagem em madeira de Corymbia citriodora
metadata.teses.dc.title.alternative: Extensometry applied to the determination of deformations resulting from drying stresses in Corymbia citriodora wood
metadata.teses.dc.creator: Sánchez, José Yony Cricel Sima
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Lima, José Tarcísio
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Silva, José Reinaldo Moreira da
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Silva, José Reinaldo Moreira da
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Rezende, Raphael Nogueira
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Assis, Claudinéia Olimpia de
metadata.teses.dc.subject: Madeira – Deformações
Madeira – Tensões de secagem
Wood – Deformations
Wood – Drying stresses
metadata.teses.dc.date.issued: 24-Nov-2017
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES)
Consejo Nacional de Ciencia y Tecnologia (CONACYT)
metadata.teses.dc.identifier.citation: SÁNCHEZ, J. Y. C. S. Extensometria aplicada à determinação das deformações resultantes das tensões de secagem em madeira de Corymbia citriodora. 2017. 57 p. Dissertação (Mestrado em Ciência e Tecnologia da Madeira)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
metadata.teses.dc.description.resumo: O desdobro de toras e a secagem da madeira serrada devem ser executados de acordo com técnicas adequadas para minimizar o aparecimento de defeitos como empenamentos, rachaduras, colapso e outros. Entretanto, a qualidade da matéria-prima também deve ser levada em conta para que no final do processamento sejam obtidas peças de boa qualidade. Na retirada da água da madeira se originam gradientes de umidade entre as camadas internas e externas das peças, que geram tensões, favorecendo o surgimento de deformações e rachaduras. A etapa de acondicionamento a vapor é uma alternativa para aliviar as tensões de secagem. O método mais comum para avaliá-las é o teste do garfo. Entretanto, esse método é destrutivo, demorado e não quantifica o defeito. Para contribuir com a melhor avaliação das tensões de secagem, foi suposto que elas poderiam ser medidas com um extensômetro empregado para medir deformações em árvores, resultantes de tensões de crescimento. O objetivo deste estudo foi avaliar quantitativamente as deformações resultantes das tensões de secagem (DTS) dos lenhos de tração e oposto formado em árvores inclinadas e o lenho normal, formado em árvores eretas, usando um extensômetro. Foram abatidas seis árvores de Corymbia citriodora, aos 60 anos de idade, sendo três eretas e três inclinadas, que posteriormente foram desdobradas e secas aproximadamente até 12%, em estufa convencional. O programa de secagem empregado foi baseado em temperaturas inicial e final de 40 e 65 °C, respectivamente, e potencial de secagem igual a 2,1. As DTS foram medidas pós-secagem e pós-acondicionamento a vapor, em tábuas quentes e frias. O extensômetro, munido de relógio comparador, mediu a deformação pelo afastamento entre dois pinos fixados longitudinalmente na superfície das tábuas, após a execução de um furo de 20 mm de diâmetro. Após a secagem, as tábuas quentes e frias apresentaram, em média, DTS equivalentes a 26 e 15 um, respectivamente. Estes valores foram significativamente diferentes, demostrando o alívio das DTS após esfriamento das tábuas. Madeiras das árvores eretas mostraram médias de DTS superiores àquelas das madeiras das árvores inclinadas. No lenho de tração, as médias das DTS (17 um) foram inferiores às encontradas no lenho oposto (21 um). O extensômetro foi confiável para medir quantitativamente as DTS, possuindo potencial para ser empregado no controle de qualidade da secagem.
metadata.teses.dc.description.abstract: Log sawing and wood drying must be performed according to appropriate techniques to minimize the appearance of defects. However, the quality of the raw material must also be taken into account in order to obtain lumber of good quality at the end of processing. In the removal of water from the wood, moisture gradients originate between the inner and outer layers of the pieces, which generate stresses, favoring the appearance of warping and cracks. The conditioning step at the end of the drying is an alternative to relieve drying stresses. The most common method for evaluating them is the fork test. However, this method is destructive, time-consuming and does not quantify the defect. To contribute to the best evaluation of the drying stresses it was assumed that they could be measured with a strain gauge used to measure deformations in trees, resulting from growth stresses. The objective of this study was to quantitatively evaluate the deformations resulting from the drying stresses (DTS) of the tension and the opposite wood formed in inclined trees and the normal wood, formed in upright trees, using a strain gauge. Six trees of Corymbia citriodora were cut, at the age of 60, three upright and three inclined, which were later sawn and dried up to 12% in a conventional kiln drying. The drying program employed was based on initial and final temperatures of 40 and 65°C, respectively, and drying potential equal to 2.1. The DTS were measured post-drying and post-conditioning in steam, on hot and cold lumbers. The digital strain gauge measured the deformation by the spacing between two pins fixed longitudinally on the surface of the boards, after the execution of a bore 20 mm in diameter. After drying, the hot and cold boards presented, on average, DTS equivalent to 26 and 15 um, respectively. These values were significantly different, demonstrating the relief of DTS after cooling of the boards. Timber from upright trees showed averages of DTS higher than those from inclined trees. In the tension wood, the DTS averages (17 um) were lower than those found in the opposite wood (21 um). The strain gauge was reliable to quantitatively measure the DTS, having the potential to be employed in the quality control of the drying.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28162
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DCF - Ciência e Tecnologia da Madeira - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.