Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28244
Título: Cinética de maturação nuclear e fecundação in vitro de oócitos bovinos imaturos injetados em folículo pré ovulatório
Título(s) alternativo(s): Nuclear maturation kinetics and in vitro fecundation of immature bovine oocytes injected into preovulatory follicle
Autor : Simões, Luiz Manoel Souza
Lattes: http://lattes.cnpq.br/7066051738098086
Primeiro orientador: Sales, José Nélio de Sousa
Primeiro coorientador: Souza, José Camisão de
Primeiro membro da banca: Souza, José Camisão de
Segundo membro da banca: Alves, Nadja Gomes
Terceiro membro da banca: Spricigo, José Felipe Warmling
Palavras-chave: Bovino – Fertilização
Fertilização in vitro
Folículo ovariano – Embriologia
Cattle – Fertilization
Fertilization in vitro
Ovarian follicle – Embriology
Data da publicação: 12-Dez-2017
Referência: SIMÕES, L. M. S. Cinética de maturação nuclear e fecundação in vitro de oócitos bovinos imaturos injetados em folículo pré ovulatório. 2017. 47 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A produção de embriões bovinos pode ser realizada por biotécnicas in vivo e in vitro. Na produção in vivo utiliza-se a superestimulação ovariana para promover múltiplas ovulações. Com esse intuito, protocolos de superestimulação ovariana foram desenvolvidos. Porém, as vacas doadoras de embriõess são submetidas a vários manejos e ao estresse hormonal durante os procedimentos de superovulação e colheita de embriões. Além disso, algumas vacas não respondem aos protocolos de superovulação. Tais dificuldades na produção in vivo de embriões não são observadas na produção in vitro que consiste em realizar in vitro a maturação e fecundação dos oócitos e cultivo inicial do desenvolvimento embrionário. No entanto, embriões produzidos in vivo possuem qualidade superior aos produzidos in vitro, o que acarreta maior criotolerância e melhores resultados de prenhez. Sendo assim, uma alternativa para melhorar a qualidade embrionária e evitar as dificuldades da produção in vivo é a utilização da técnica de injeção intrafolicular de oócitos (IIFO). Porém, a produção de embriões por essa técnica ainda é baixa e variável entre as vacas. Dessa maneira, o objetivo do estudo foi verificar se o processo de maturação in vivo de vários oócitos em folículo pre ovulatório está relacionado com a baixa produção de embriões pela técnica de IIFO. Para isso, dois experimentos foram realizados para avaliar a cinética de maturação (Experimento 1) e a fecundação in vitro (Experimento 2) de oócitos maturados em folículo pré ovulatório após IIFO. Verificou-se que a maturação de oócitos em folículo pré ovulatório por 20 horas não altera a cinética de maturação e aumenta a capacidade de fecundação in vitro em relação aos oócitos que foram maturados in vitro. Portanto, a maturação de vários oócitos no folículo pré ovulatório não é o fator determinante para a baixa produção de embriões pela técnica de IIFO.
Abstract: The production of bovine embryos can be performed by in vivo and in vitro biotechniques. In in vivo embryo production, ovarian superstimulation is used to promote multiple ovulations. For this purpose, ovarian superstimulation protocols were developed. However, embryo donor cows are subjected to several manipulations and hormonal stress during superovulation and embryo collection procedures. In addition, some cows do not respond to superovulation protocols. Such difficulties in the in vivo embryo production are not observed in the in vitro technique, that consists in performing, via in vitro, the maturation and fecundation of the oocytes and initial culture of the embryonic development. However, embryos produced in vivo have superior quality when compared to those produced in vitro, which leads to greater cryotolerance and better pregnancy results. Thus, an alternative to improve embryo quality and to avoid the difficulties of in vivo production is the use of intrafollicular oocyte injection technique (IFOI). However, the production of embryos by this technique is still low and variable among cows. Thus, the objective of the study was to verify if the process of in vivo maturation of several oocytes in pre ovulatory follicle is related to a low production of embryos by the IFOI technique. For this purpose, two experiments were performed to evaluate maturation kinetics (Experiment 1) and in vitro fecundation (Experiment 2) of oocytes matured in pre ovulatory follicle after IFOI. It was found that the maturation of oocytes in the pre ovulatory follicle for 20 hours does not alter maturation kinetics and increases in vitro fertilization capacity in relation to oocytes that were matured in vitro. Therefore, the maturation of several oocytes in the preovulatory follicle is not the determining factor for low embryo production by the IFOI technique.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28244
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.