Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28351
Título: Bioeficácia da lisina-sulfato para frangos de corte
Autor : Oliveira, Barbara Lopes de
Primeiro orientador: Bertechini, Antônio Gilberto
Primeiro membro da banca: Ramos, Alcinéia de Lemos Souza
Segundo membro da banca: Teixeira, Alexandre de Oliveira
Terceiro membro da banca: Souza, Raimundo Vicente de
Palavras-chave: Frango de corte – Alimentação e rações
Frango de corte – Desempenho
Lisina
Broilers (Poultry) – Feeding and feeds
Broilers (Poultry) – Performance
Lysine
Data da publicação: 10-Jan-2018
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal do Ensino Superior (CAPES)
Referência: OLIVEIRA, B. L. de. Bioeficácia da lisina-sulfato para frangos de corte. 2018. 52 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2017.
Resumo: A presente pesquisa teve como objetivos estudar a bioeficácia de fontes de lisina utilizando as medidas de desempenho, ganho de peso e conversão alimentar como variáveis de avaliação. As medidas de bioeficácia foram realizadas por meio das analises de regressão linear simples (slope-ratio) e a regressão linear multipla para cada medida de desempenho das aves. Foram avaliadas uma fonte padrão de lisina (L-Lisina HCl), a L-Lisina Sulfato e um tratamento controle sem adição de lisina sintética, correspondente ao menor nível de lisina dietética 0,90% para a fase inicial e 0,85% de lisina digestível para a fase final, totalizando 9 tratamentos e 8 repetições, distribuídos em um delineamento experimental inteiramente casualizado. Para a fase inicial os níveis de lisina digestível das dietas foram de 1,00; 1,10; 1,20 e 1,30% e para a fase final, os níveis de 0,95; 1,05; 1,15 e 1,25%. Foram utilizados 2016 pintos para fase inicial e 1800 para a segunda fase final. Na fase inicial além do desempenho também foi medido o rendimento de peito e qualidade de carne sendo que para a fase final, além dessas medidas foram avaliados também o rendimento de carcaça. A L- Lisina Sulfato apresentou melhores resultados de bioeficácia para conversão alimentar e ganho de peso em ambos os métodos utilizados e em ambas as fases estudadas. Os resultados da bioeficácia da fonte sulfato para a fase inicial utilizando o ganho de peso e a conversão alimentar foram de 113,25 e 113,18%, respectivamente e, para a fase final os valores foram de 111,4 e 110,0% para a slope-ratio e regressão linear multipla, respectivamente. Em relação ao desempenho em ambas as fases, as fontes de lisina utilizada promoveram efeito positivo sobre o crescimento das aves. Ao avaliar qualidade de carne, não foram observadas diferenças significativas entre a perda de peso por cozimento. Ao avaliar a cor objetiva em ambas as fase foi possível observar o efeito das fontes, bem como dos níveis ao serem suplementadas com lisina.
Abstract: The present research had as objectives to study the bioefficacy of lysine sources using measures of performance, weight gain and feed conversion as evaluation variables. Bioefficacy measures were performed using simple linear regression (slope-ratio) analyzes and multiple linear regression for each measure of bird performance. A standard source of lysine (L-Lysine HCl), L-Lysine Sulfate and a control treatment without addition of synthetic lysine, corresponding to the lowest dietary lysine level 0.90% for the initial phase and 0.85% of lysine for the final phase, totaling 9 treatments and 8 replicates, distributed in a completely randomized experimental design. For the initial phase the digestible lysine levels of the diets were 1.00; 1.10; 1.20 and 1.30% and for the final phase, the levels of 0.95; 1.05; 1.15 and 1.25%. 2016 broilers were used for the initial phase and 1800 for the second final phase. In the initial stage besides performance, the chest yield and meat quality were also measured, and for the final stage, besides these measures, the carcass yield was also evaluated. L-Lysine Sulphate presented better bioefficacy results for feed conversion and weight gain in both methods used and in both phases studied. The results of the sulfate source bioefficacy for the initial phase using the weight gain and the feed conversion were 113.25 and 113.18%, respectively, and for the final phase the values were 111.4 and 110.0% for slope-ratio and multi-linear regression, respectively. Regarding the performance in both phases, the sources of lysine used promoted a positive effect on the growth of the broilers. When evaluating meat quality, no significant differences were observed between baking weight loss. When evaluating the objective color in both phases it was possible to observe the effect of the sources as well as the levels when being supplemented with lysine.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora, até janeiro de 2019.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28351
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.