Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28748
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorRibeiro, Márcia de Nazaré Oliveira-
dc.creatorCarvalho, Samuel Pereira de-
dc.creatorPereira, Fabricio José-
dc.creatorCastro, Evaristo Mauro de-
dc.date.accessioned2018-03-02T16:53:49Z-
dc.date.available2018-03-02T16:53:49Z-
dc.date.issued2012-
dc.identifier.citationRIBEIRO, M. de N. O. et al. Anatomia foliar de mandioca em função do potencial para tolerância a diferentes condições ambientais. Revista Ciência Agronômica, Fortaleza, v. 43, n. 2, p. 354-361, abr./jun. 2012.pt_BR
dc.identifier.urihttp://www.scielo.br/scielo.php?pid=S1806-66902012000200019&script=sci_abstract&tlng=ptpt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28748-
dc.description.abstractCassava is an important plant, cultivated in tropical regions, possessing great genetic variability which has still hardly been studied. The objective of this work was to examine the leaf anatomy of thirteen genotypes to assess their potential for adaptation in different environmental conditions. Fully unfolded leaves were collected from thirteen cassava genotypes being analyzed for quantitative changes in internal structure using optical microscopy. The experimental design was completely randomized with 12 replications and 13 treatments, the data were submitted to ANOVA and the Scott-Knott test. The different genotypes displayed great anatomical plasticity for most characters, with the most important changes occurring in the density and size of the stomata, tissue thickness of the abaxial epidermis, of the palisade and spongy parenchyma, in the phloem and xylem. The UFLA E, IAC 14 and UFLA J genotypes displayed as possibilities for xeric conditions, due to a high stomatal density, smaller stomata, a thicker adaxial epidermis, thicker palisade and spongy parenchyma, lower vulnerability of the xylem and greater thickness of the phloem, which would allow reduction in transpiration and better use of a large amount of incident radiation. The other genotypes exhibit more mesophytic features. Thus, cassava genotypes have anatomical plasticity, and can display the potential for selection of desirable characteristics for different environmental conditions.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Cearápt_BR
dc.rightsacesso abertopt_BR
dc.rightsAttribution-NonCommercial 4.0 International*
dc.rights.urihttp://creativecommons.org/licenses/by-nc/4.0/*
dc.sourceRevista Ciência Agronômicapt_BR
dc.subjectMandiocapt_BR
dc.subjectAnatomia foliarpt_BR
dc.subjectPlantas-efeito da secapt_BR
dc.subjectEuforbiáceapt_BR
dc.subjectCassavapt_BR
dc.subjectLeaf anatomypt_BR
dc.subjectDrought effect-plantspt_BR
dc.subjectEuphorbiaceaept_BR
dc.titleAnatomia foliar de mandioca em função do potencial para tolerância a diferentes condições ambientaispt_BR
dc.title.alternativeLeaf anatomy of the cassava as related to potential for tolerance to different environmental conditionspt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoA mandioca é uma importante planta cultivada em regiões tropicais, possuindo grande variabilidade genética ainda pouco estudada. O objetivo desse trabalho foi analisar a anatomia foliar de treze genótipos, para avaliar o seu potencial para adaptação em diferentes condições ambientais. Foram coletadas folhas completamente expandidas de treze genótipos de mandioca sendo analisadas quanto às modificações quantitativas na estrutura interna sob microscopia óptica. O delineamento foi inteiramente casualizado com 12 repetições e 13 tratamentos, os dados foram submetidos à Anava e ao teste de Scott-Knott. Os diferentes genótipos apresentaram grande plasticidade anatômica para a maioria dos caracteres, sendo que as modificações mais importantes ocorreram na densidade e tamanho dos estômatos; espessura dos tecidos da epiderme da face abaxial, do parênquima paliçádico e esponjoso; no floema e no xilema. Os genótipos UFLA E, IAC 14 e UFLA J se caracterizam como potenciais para condições xéricas devido a alta densidade estomática, estômatos menores, maior espessura da epiderme adaxial, parênquima paliçádico e esponjoso, menor vulnerabilidade do xilema e maior espessura do floema, o que permitiria redução na transpiração e melhor aproveitamento de uma grande quantidade de radiação incidente. Os demais genótipos apresentam características mais mesófitas. Dessa forma, os genótipos de mandioca possuem plasticidade anatômica e podem apresentar potencial para a seleção de características desejáveis para diferentes condições ambientais.pt_BR
Appears in Collections:DAG - Artigos publicados em periódicos
DBI - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Anatomia foliar de mandioca em função do potencial para tolerância à.pdf326,45 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons