Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2889

Título: Manejo da ferrugem da soja Phakopsora pachyrhizi com fungicidas e silício
Título Alternativo: Management of soybean rust (Phakopsora pachyrhizi Sydow & P. Sydow) with fungicides and silicon
Autor(es): Lima, Luciana Maria de
Orientador: Edson Ampélio Pozza
Membro da banca: Alves, Eduardo
Rodrigues, Fabrício de Avila
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Doença de soja
Ferrugem asiática
Silício
Soybean
Rust
Silicon
Phakopsora pachyrhizi
Fertilização silicatada
Data de Defesa: 3-Mar-2006
Data de publicação: 18-Ago-2014
Referência: LIMA, L. M. de. Manejo da ferrugem da soja (Phakopsora pachyrhizi Sydow & P. Sydow) com fungicidas e silício. 2006. 81 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: Atualmente, a ferrugem asiática, cujo agente etiológico é Phakopsora pachyrhizi, é a doença mais importante para a cultura da soja, no Brasil. O controle é realizado, basicamente, com fungicidas sistêmicos dos grupos triazóis e estrobilurinas. O uso constante de fungicidas com modo de ação específico pode favorecer a seleção de populações resistentes do patógeno. Sendo assim, é necessário alternar produtos com diferentes mecanismos de ação, além disso, desenvolver outras estratégias no controle da doença. O uso da fertilização silicatada proporcionou redução de doenças em várias culturas, tanto em mono quanto dicotiledôneas. Além disso, há relatos do uso de Si associado com fungicidas indicando eficácia na redução de doenças como oídio em abóbora, brusone em grama e ferrugem da soja. Diante disso, objetivou-se avaliar a interação silício x fungicidas na germinação de urediniósporos de P. pachyrhizi in vitro e essa interação na intensidade da doença, em casa-de-vegetação. Um segundo ensaio objetivou avaliar o efeito do Si, em solução nutritiva, na intensidade da doença e na nutrição das plantas de soja. Os experimentos foram realizados em casa-de-vegetação na Universidade Federal de Lavras. No primeiro ensaio, observaram-se interações significativas entre as doses de Si e fungicidas em relação à intensidade da doença. As plantas tratadas com 448 mg de Si kg-1 de solo, na ausência de fungicida, reduziram em 28,89% o número de folhas lesionadas e apresentaram 45% menos pústulas/cm2 comparadas à testemunha (sem Si e sem fungicida). No segundo ensaio, com Si em solução nutritiva observou-se decréscimo linear da AACPS com aumento das doses de Si na solução, aumento do conteúdo de clorofila b, carotenóides e lignina. Além disso, análise foliar de macro e micro nutrientes indicou que os teores de P, Ca, S e Zn, na parte aérea, foram influenciados pelas doses de Si. Por meio de microscopia eletrônica de varredura verificou-se camada de cera epicuticular mais desenvolvida nas plantas que receberam Si na solução comparadas com plantas não supridas com esse elemento.
Currently, soybean rust, whose etiologic agent is Phakopsora pachyrhizi, is the most important disease of the soybean crop in Brazil. Control is accomplished basically with sistemic fungicides of the triazole and estrobilurins groups. The constant use of fungicides in an action specific manner can favor the selection of resistant populations of the pathogen. Thus, it is necessary to alternate products with different action mechanisms and furthermore, to develop other strategies in the control of the disease. The use of silicated fertilization provided reduction of diseases in several cultures, mono as well as dicotyledonous. There are also reports of the use of Si associated with fungicides indicating effectiveness in the reduction of diseases such as powdery mildew in pumpkin, leaf spot in St. Augutinegrass and soybean. Based on this, the objective was to evaluate the interaction of silicon x fungicides on the germination of P. pachyrhizi uredospores in vitro and this interaction on the intensity of the disease, in a greenhouse. In a second assay the objective was to evaluate the resistance mechanisms associated with Si. Experiments were done in a greenhouse at the Federal University of Lavras, where doses of Si were appraised using, as source, calcium silicate x fungicides and in another experiment doses of Si (potassium silicate). In the first assay, significant interactions among the doses of Si and fungicides were observed in relation to the intensity of the disease. The plants treated with 448 mg of Si kg-1 of soil, in the absence of a fungicide, reduced by 28.89% the number of lesioned leaves and presented 45% less pustules/cm2 compared to the control (without Si and without fungicide). In the second assay, with Si in a nutritious solution, a lineal decline of AUDPS with an increase of Si doses in the solution, and an increase of the chlorophyll b content, carotene and lignin was observed. Besides this a foliar analysis of macro and micro nutrients indicated that the levels of P, Ca, S and Zn, in the aerial part were influenced by the doses of Si. Through scanning electron microscopy it was verified that the epicuticular wax layer was more developed in plants that received Si in the solution compared with plants not supplied with that element.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2889
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO - Manejo da ferrugem da soja Phakopsora pachyrhizi com fungicidas e silício.pdf4,06 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback