Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28910
Título: Avaliação da função atrial esquerda por meio da ecocardiografia feature tracking bidimensional em cães assintomáticos com degeneração mixomatosa da valva mitral
Título(s) alternativo(s): Evaluation of the left atrial function by bidimensional feature tracking ecocardiography in asymptomatic dogs with mixomatous degeneration of mitral valve
Autor : Coelho, Mariana de Resende
Lattes: http://lattes.cnpq.br/0036316345693186
Primeiro orientador: Muzzi, Ruthnea Aparecida Lázaro
Primeiro coorientador: Muzzi, Leonardo Augusto Lopes
Segundo coorientador: Lacreta Júnior, Antônio Carlos Cunha
Primeiro membro da banca: Pereira, Guilherme Gonçalves
Segundo membro da banca: Muzzi, Leonardo Augusto Lopes
Terceiro membro da banca: Cabral, Rosa Maria
Palavras-chave: Valvulopatia
Deformação miocárdica
Cães - Degeneração mixomatosa crônica da valva mitral
Feature tracking bidimensional
Valvulopathy
Myocardial strain
Dogs - Chronic myxomatous degeneration of the mitral valve
Feature tracking echocardiography
Data da publicação: 26-Mar-2018
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: COELHO, M. de R. Avaliação da função atrial esquerda por meio da ecocardiografia feature tracking bidimensional em cães assintomáticos com degeneração mixomatosa da valva mitral. 2018. 58 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
Resumo: Dentre as cardiopatias adquiridas em cães, a degeneração mixomatosa crônica da valva mitral (DMVM) é a de maior prevalência. A ecocardiografia é o exame complementar utilizado para se obter de forma não invasiva o diagnóstico da doença, assim como predizer o prognóstico do paciente. Novas ferramentas como o feature tracking bidimensional (2D-FTI) tem sido avaliadas quanto ao potencial para fornecer o prognóstico precoce de alterações cardíacas, uma vez que possibilita a obtenção da deformação miocárdica por meio dos índices strain (St) e strain rate (StR). A avaliação da função atrial esquerda é essencial, uma vez que o remodelamento do átrio esquerdo, devido à regurgitação da valva mitral, pode ser considerado um fator prognóstico e é utilizado para se determinar o manejo terapêutico do paciente. No presente estudo avaliou-se a função atrial esquerda em cães com DMVM assintomáticos por meio do 2D-FTI. Foram avaliados 80 cães divididos em três grupos: Grupo 1 composto por cães saudáveis (n=21); grupo 2 composto por cães com DMVM e assintomáticos classe B1 (n=30) e grupo 3 composto por cães com DMVM e assintomáticos classe B2 com remodelamento de câmaras (n=29). Os valores de St e StR para as funções atriais (reservatório, condução e contração) foram obtidos no corte apical esquerdo quatro câmaras. De forma geral, não houve diferença estatística significativa para as variáveis StR nas diferentes funções atriais, porém para a variável strain (fase de contração) foi significativamente menor na classe B2 que no grupo controle (12,92 ± 4,54 x 16,69 ± 5,74, p = 0,014). O índice de volume diastólico atrial (iVdA) mensurado por meio do 2D-FTI foi significativamente maior na classe B2 que no grupo controle (1,31 ± 0,95 x 0,96 ± 0,31, p = 0,038), assim como para o índice cardíaco atrial (iCA) também foi maior na classe B2 (102,38 ± 80,18 x 78,19 ± 33,38, p = 0,030). Na avaliação intraobservador, a correlação foi alta para todas as variáveis de volume, St e StR, porém algumas variáveis tiveram um intervalo de confiança (IC) amplo. Já na avaliação interobservador, a correlação foi alta apenas para as variáveis de volume (em diástole e sístole), para as outras a correlação foi de baixa a moderada, sendo que algumas também apresentaram IC amplo. Dessa forma, conclui-se que a DMVM causa alteração na função atrial, principalmente na fase de contração mesmo em animais assintomáticos e que a ecocardiografia 2D-FTI é um método sensível e precoce para detecção da disfunção atrial esquerda.
Abstract: Among the acquired heart disease in dogs, myxomatous mitral valve disease (MMVD) is the most prevalent. Echocardiography is the complementary examination used to obtain noninvasively diagnosis of MMVD, as well as to predict its prognosis. New tools such as feature tracking echocardiography (2D-FTI) has been evaluated for the potential to provide early prognostic of cardiac alterations, since it allows obtain myocardial deformation by means of variables Strain (St) and Strain Rate (StR). The evaluation of left atrial function is essential since the left atrium enlargement due to mitral valve regurgitation may be considered a prognostic factor and is used to determine the therapeutic management of the patient. The present study evaluated the left atrial function in dogs with MMVD asymptomatic by means of 2D-FTI. For this, 80 dogs were evaluated divided into three groups: Group 1 composed of healthy dogs (n = 21); Group 2 comprised dogs with MMVD and asymptomatic class B1 (n = 30) and Group 3 comprised dogs with MMVD and asymptomatic class B2 (n = 29). The values of St and StR for the atrial functions (reservoir, conduction and contraction) were obtained in the apical four-chamber left-side view. In general, there was no statistically significant difference for the StR variable in the different atrial functions, but St (contraction strain) was significantly lower in class B2 than in the control group (12.92 ± 4.54 x 16.69 ± 5.74, p = 0.014). The atrial diastolic volume index (iVdA) measured by means of 2D-FTI was significantly higher in class B2 than in the control group (1.31 ± 0.95 x 0.96 ± 0.31, p = 0.038), as well as for the atrial cardiac index (iCA) was also higher in class B2 (102.38 ± 80.18 x 78.19 ± 33.38, p = 0.030). In the intraobserver assessment, the correlation was high for all volume variables, St, and StR, but some variables presented a wide confidence interval (CI). In the interobserver assessment, the correlation was high only for the volume variables (in diastole and systole), for others, the correlation was low to moderate and some also presented a broad CI. Thus, it is concluded that MMVD causes alteration in atrial function, especially in the contraction phase even in asymptomatic animals and that 2D-FTI echocardiography is a sensitive and early method for the detection of left atrial dysfunction.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido da autora, até março de 2019.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/28910
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.