Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2898

Título: Metodologias de inoculação e detecção de Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum em sementes do algodoeiro (Gossypium hirsutum L.)
Título Alternativo: Methodologies of inoculation and detection of Fusarium oxysporum f.sp. vasinfectum in cotton seeds (Gossypium hirsutum L.)
Autor(es): Sousa, Marcella Viana de
Orientador: Machado, José da Cruz
Membro da banca: Cia, Edivaldo
Pfenning, Ludwig Heinrich
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Fusarium oxysporum f.sp. vasinfectum
Algodão
Inoculação
Sanidade
Cotton
Inoculation
Seed health
Data de Defesa: 10-Fev-2006
Data de publicação: 18-Ago-2014
Referência: SOUSA, M. V. de. Metodologias de inoculação e detecção de Fusarium oxysporum f.sp. vasinfectum em sementes de algodoeiro (Gossypium hirsutum L.). 2006. 68 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006.
Resumo: A murcha do algodoeiro, causada por Fusarium oxysporum f.sp. vasinfectum (Atk.) Snyder & Hansen, é uma das principais doenças desta cultura. Para estudos das implicações deste fungo em sementes, é importante avaliações com sementes infectadas em vários níveis. Tendo isto em vista, os objetivos neste trabalho foram i) avaliar a eficácia de procedimentos de inoculação e períodos de exposição das sementes de algodoeiro a Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum, por meio da técnica de restrição hídrica e ii) estabelecer uma metodologia viável e simples de detecção de Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum em sementes de algodoeiro, para análise de rotina. Foram comparados os seguintes métodos: 1. imersão das sementes por 10 min em suspensão de conídios com posterior incubação em substrato de papel, com potencial osmótico de -1,0 MPa, 2. atomização de suspensão de conídios sobre o substrato e sobre as sementes dispostas em camadas simples e 3. contato direto das sementes com o micélio do fungo, previamente desenvolvido no substrato desenvolvido em substrato de papel. Todos os métodos permitiram a obtenção de sementes com diferentes potenciais de inóculo, equivalentes aos tempos de exposição de 24, 48, 72, 96 e 120 h ao fungo. As avaliações neste ensaio foram feitas por meio de testes de germinação em rolo de papel, emergência em solo/areia e sanidade. O método mais eficaz foi o de imersão das sementes na suspensão de conídios com incubação em substrato com restrição hídrica. O período máximo de tempo que as sementes permaneceram em contato com o patógeno, sem afetar a sua qualidade fisiológica, foi de 50 h. Altos níveis de infecção foram obtidos com longos períodos de exposição das sementes ao fungo. Com relação à metodologia de detecção, foram comparados seis substratos: 1. 2,4-D, 2. BDA, 3. BDA + iprodione, 4. DG-18, 5. quintozene e 6. extrato de sementes de algodoeiro, todos diluídos quanto ao ágar. Considerando a incidência e coloração roxa, típica do micélio de F. oxysporum f.sp. vasinfectum e a inibição de fungos contaminantes, verificou-se que o método mais adequado foi a incubação em substrato umedecido com quintozene, sob as condições padrão de incubação para o teste de sanidade de sementes de algodoeiro.
Abstract: Cotton wilt, caused by Fusarium oxysporum f.sp. vasinfectum (Atk.) Snyder & Hansen, is one of the most important diseases of this crop. To study the seed-borne implications of that fungus, it is important to make available infected seeds at various levels. Having that in sight, the objectives of this study were: i) to evaluate the effectiveness of inoculation procedures and periods of exposition of cotton seeds to Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum, through water restriction technique and ii) to establish a reliable and a simple methodology of detection of Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum in cotton seeds for routine seed health analysis. The following methods were compared: 1. seed immersion in a conidial suspension for 10 min followed by incubation in a paper substrate with an osmotic potential of -1.0 Mpa, 2. atomization of a conidial suspension upon the substrate and on the seeds, arranged in single layers, and 3. direct contact of the seeds with the fungal mycelium developed on a paper substrate. All methods were able to provide seeds with different inoculum potential, equivalent to different exposition times, 24, 48, 72, 96 and 120 h, of seeds to the fungus. To evaluate the infection efficacy, germination tests on roll paper and in soil/sand substrate and health tests were applied. The most effective method was the immersion of seeds in inoculum suspension plus incubation in substrate with water restriction. The maximum period of time that seeds remain in contact with the pathogen, without affecting their physiological quality was 50 h. Higher infection levels were obtained with longer period of seed exposition to the fungus. With regard to the detection methodology, six substrates were compared: 1. 2,4-D (sodium salt), 2. PDA, 3. PDA + iprodione, 4. DG-18, 5. quintozene and 6. cotton seed extract, all dissolved in diluted agar. Considering the incidence and typical purple colour of F. oxysporum mycelium and the inhibition of contaminant fungi, it was found that the most adequate substrate was filter paper moistened with quintozene dissolved in a diluted agar medium under incubation conditions recommended for testing cotton seeds.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2898
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Metodologias de inoculação e detecção de Fusarium oxysporum f. sp. vasinfectum em sementes do algodoeiro (Gossypium hirsutum L.).pdf453,59 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback