Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29158
metadata.teses.dc.title: Estratégias moleculares e fisiológicas para mitigação de estresses abióticos em Setaria viridis
metadata.teses.dc.title.alternative: Molecular and physiological strategies for mitigation of abiotic stresses in Setaria viridis
metadata.teses.dc.creator: Duarte, Karoline Estefani
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/4898151204781266
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Marraccini, Pierre Roger René
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Kobayashi, Adilson Kenji
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co2: Molinari, Hugo Bruno Correa
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Kobayashi, Adilson Kenji
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Aragão, Francisco José Lima
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Molinari, Hugo Bruno Correa
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Williams, Thomas Christopher Rhys
metadata.teses.dc.subject: Plantas - Estresse abiótico
Ácido abscisíco
Setaria viridis
Estresse hídrico
Plants - Abiotic stress
Abscisic acid
Hydrical stress
metadata.teses.dc.date.issued: 9-May-2018
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: DUARTE, K. E. Estratégias moleculares e fisiológicas para mitigação de estresses abióticos em Setaria viridis. 2018. 105 p. Tese (Doutorado em Biotecnologia Vegetal)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: As técnicas de melhoramento genético de plantas se tornaram promissoras e têm contribuído para que países superem o desafio de atender à crescente demanda por alimentos, em especial em um cenário de escassez de recursos como a água. Um dos gargalos está nas informações quantitativas sobre as complexas características necessárias às plantas para enfrentar, entre outras situações, secas, alagamentos, altas temperaturas. Os métodos de transformação e regeneração para a maioria das culturas são de baixa eficiência, tempo demorado e trabalho intensivo, ou simplesmente não estão disponíveis. Com essas deficiências têm-se a necessidade da utilização de plantas modelo para análise rápida de potenciais genes alvos envolvidos na resposta de estresses abióticos e bióticos. Nesse cenário, Setaria viridis tem se demonstrado como um excelente modelo para plantas que realizam fotossíntese C4. Essa espécie pertence ainda ao mesmo grupo de culturas de importância econômica como o milho, sorgo e a cana-de-açúcar. Por duas abordagens diferentes, este estudo se propõe a entender melhor como esta planta responde ao estresse hídrico. Na primeira abordagem os efeitos do gene órfão CcUNK8 de Coffea canephora, previamente identificado como um gene candidato que estava potencialmente relacionado em processos de tolerância à seca no cafeeiro, foi caracterizado por meio da transformação genética de S. viridis. A segunda abordagem teve como objetivo identificar e caracterizar os genes de S. viridis que codificam as proteínas PYLPYR-RCAR/SnRK2/PP2C do sistema tripartite envolvidas nos primeiros passos da percepção do ácido abscísico (ABA) em resposta ao estresse abiótico. Além do potencial uso destes genes em biotecnologia, a identificação dos genes que controlam essa importante via de sinalização, bem como o estudo de sua regulação, são essenciais para melhor compreender os mecanismos envolvidos nas respostas das plantas a estresses abióticos.
metadata.teses.dc.description.abstract: Genetic breeding techniques became promising in helping countries to overcome the challenge of growing demand for food, especially in a scenario of scarce resources, such as water. There is a gap regarding the quantitative information on the complex conditions faced by plants, such as drought and high temperature conditions, for example. For most of crops, the transformation and regeneration times used in transgenic methods have low efficiency, and are also time consuming or simply not available. Due to these drawbacks, there is a need to use model plants to perform rapid analysis of potential target genes involved in the responses to abiotic and biotic stresses. In this scenario, Setaria viridis has been demonstrated to be an excellent model for plants performing C4 photosynthesis. This species belongs to the same plant group of crops of high economic importance, such as corn, sorghum and sugarcane. By two different approaches, the study presented here aimed to better understand how this plant responds to drought stress. The first approach was to study the effects of the orphan gene CcUNK8 from Coffea canephora, previously reported as a candidate gene involved in drought tolerance processes in this plant species, through genetic transformation of S. viridis. The second approach was to identify and characterize the S. viridis genes coding the PYL-PYR-RCAR/SnRK2/PP2C proteins of tripartite system involved in the first steps of abscisic acid (ABA) perception in response to abiotic stress. In addition to their potential use biotechnology, the identification of the genes controlling this important signalling pathway as well as the study of their regulation, are essential to better understand the mechanisms involved in plant responses to abiotic stresses.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29158
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:PPBV - Biotecnologia Vegetal - Doutorado (Teses)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.