Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2946

Título: Atividades de baixo impacto e uso antrópico consolidado previstos no novo código florestal brasileiro (Lei nº 12.651/12)
Autor(es): Laudares, Sarita Soraia de Alcântara
Orientador: Borges, Luís Antônio Coimbra
Membro da banca: Rezende, José Luiz Pereira de
Macedo, Renato Luiz Grisi
Valverde, Sebastião Renato
Área de concentração: Ecologia
Assunto: Nova tutela ambiental
Área consolidada
Sistema agroflorestal
New environmental protection
Consolidated area
Agroforestry
Data de Defesa: 27-Abr-2014
Data de publicação: 19-Ago-2014
Agência de Fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: LAUDARES, S. S. de A. Atividades de baixo impacto e uso antrópico consolidado previstos no novo código florestal brasileiro (Lei nº 12.651/12). 2014. 171 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: A Área de Preservação Permanente (APP) e a de Reserva Legal (RL) foram instituídas por norma jurídica no Brasil (Lei 4.771/65), devido a grande importância ecológica e fornecimento de bens e serviços ambientais ao homem. Porém, apesar da necessidade de proteção, elas ainda sofrem com o processo de intervenção antrópica pela agricultura, pecuária, extração de madeira, entre outros. Este trabalho teve como objetivo pesquisar a legislação ambiental brasileira com ênfase no Código Florestal, com intuito de mostrar as falhas ainda vigentes na nova legislação, analisar as formas de uso-ocupação consolidadas pela nova lei ambiental e propor atividades sustentáveis que minimizem os impactos negativos causados a essas áreas de suma importância para o equilíbrio do ecossistema. Os resultados obtidos mostram lacunas na tutela jurídica ambiental e a necessidade da implementação de atividades menos impactantes nessas áreas protegidas- APP e RL. O Sistema Agroflorestal apresentou-se como excelente alternativa para as questões citadas acima, pois, além de proteger, diversifica a renda para o pequeno produtor rural.
Abstract: The Permanent Preservation Areas (APP) and Legal Reserve (RL) were established by rule of law in Brazil (Law n° 4.771/65) because of their ecological importance and supply of environmental goods and services to humans. However, despite the need for protection they still suffer with the human intervention process in agriculture, livestock and logging, among others. This work aimed to research about Brazilian environmental legislation with emphasis on the Forest Code in order to show the still existing gaps in the new legislation, analyzing how to use-occupation by the new consolidated environmental law and also propose sustainable activities that minimize negative impacts to these areas of paramount importance for the ecosystem balance. The results show gaps in the environmental legal protection, and the need to implement less impactful activities in these protected areas -APP and RL. The agroforestry system presented itself as an excellent alternative to the issues mentioned above because in addiction to protect, it also diversifies income to small farmers.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2946
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Atividades de baixo impacto e uso antrópico consolidado previstos no novo código florestal brasileiro (Lei nº 12.651/12).pdf1,16 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback