Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DCF - Departamento de Ciências Florestais >
DCF - Programa de Pós-graduação >
DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2947

Título: Biomassa e carbono no estrato arbóreo em área de restauração e em floresta semidecidual
Título Alternativo: Biomass and carbon in the tree extract of a restoration area and semideciduous forest
Autor(es): Silva, Helane França
Orientador: Botelho, Soraya Alvarenga
Membro da banca: Silva, Carlos Alberto
Ribeiro, Sabina Cerruto
Área de concentração: Ciências Florestais
Assunto: Biomassa acima do solo
Teor de carbono
Estoque de carbono
Remanescente florestal
Reflorestamento
Aboveground biomass
Carbon content
Carbon storage
Forest remnant
Reforestation
Data de Defesa: 19-Fev-2014
Data de publicação: 19-Ago-2014
Agência de Fomento: Fundação de Amparo à Pesquisa do estado de Minas Gerais (FAPEMIG)
Referência: SILVA, H. F. Biomassa e carbono no estrato arbóreo em área de restauração e em floresta semidecidual. 2014. 63 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: O presente trabalho foi realizado com o objetivo de estimar os estoques de biomassa e carbono no estrato arbóreo de uma área em restauração com 21 anos de idade e em um remanescente florestal semidecidual, ambos localizados no entorno da barragem de Camargos, no município de Itutinga, sul de Minas Gerais. As áreas de estudo continham parcelas permanentes de 20 m x 20 m, nas quais foram mensurados diâmetro e altura e identificadas todas as árvores com CAP ≥ 15 cm. A densidade básica da madeira (DBM) e o teor de carbono foram determinados para as espécies de maior importância ecológica em cada área de estudo. O estoque de biomassa foi estimado pelo método indireto, considerando o uso de uma equação alométrica. A quantificação do estoque de carbono se deu pela multiplicação da biomassa seca pelo teor de carbono obtido em laboratório. Na área em restauração, as espécies que apresentaram o menor e o maior teor de carbono foram Lafoensia vandelliana (43,70%) e Anadenanthera peregrina (46,60%). Já para a DBM as espécies que apresentaram o menor e o maior valor foram Cecropia pachystachya (0,31 g cm-3) e Anadenanthera peregrina (0,72 g cm-3). No remanescente florestal, as espécies que apresentaram o menor e o maior teor de carbono foram Casearia decandra (41,85%) e Nectandra oppositifolia (46,57%). Para a DBM as espécies que apresentaram o menor e o maior valor foram Nectandra lanceolata (0,38 g cm-3) e Machaerium villosum (0,77 g cm-3). Os estoques de biomassa e carbono da área em restauração foram de 109,40 t ha-1 e 49,73 t ha-1, respectivamente, com um incremento periódico anual (IPA) em carbono de 3,72 t ha-1 ano-1 (2010 - 2013). No remanescente florestal, o estoque de biomassa foi de 126,92 t ha-1 o que correspondeu a 55,91 t ha-1 de carbono e um IPA de 0,61 t ha-1 ano-1. As informações geradas por esse estudo podem fornecer suporte para programas de conservação de florestas naturais e de restauração de áreas degradadas que visem promover um aumento do estoque de carbono no local e a comercialização de créditos de carbono florestal.
Abstract: This study was conducted with the objective of estimating the biomass and carbon stocks in the tree extract of a restoration area with 21 years of age, and in a remnant of semideciduous forest, both located around Camargos’ dam in the municipality of Itutinga, southern Minas Gerais, Brazil. The study areas presented permanent 20 m x 20 m plots, in which we measured diameter and height, and identified all trees with CBH ≥ 15 cm. The basic wood density (BWD) and carbon content were determined for the species of highest ecological importance in each study area. The biomass stock was indirectly estimated using an allometric equation. The carbon stock was determined by multiplying the dry biomass and the carbon content obtained in laboratory. In the restoration area, the species with the lowest and highest carbon content were Lafoensia vandelliana (43.70%) and Anadenanthera peregrina (46.60%), respectively. As for the BWD, the species presenting the lowest and highest values were Cecropia pachystachya (0.31 g cm-3) and Anadenanthera peregrina (0.72 g cm-3), respectively. In the forest remnant, the species with the lowest and highest carbon content were Casearia decandra (41.85%) and Nectandra oppositifolia (46.57%), respectively. For BWD, the species presenting the lowest and highest values were Nectandra lanceolata (0.38 g cm-3) and Machaerium villosum (0.77 g cm-3), respectively. The biomass and carbon stocks of the restoration area were of 109.40 t ha-1 and 49.73 t ha-1, respectively, with a periodic annual increment (PAI) of 3.72 t ha-1 ano-1 (2010 - 2013). In the forest remnant, the biomass stock was of 126.92 t ha-1, which corresponded to 55.91 t ha-1 of carbon and a PAI of 0.61 t ha-1 ano-1. The information generated by this study may provide support for natural forest conservation programs and degraded landscape restoration initiatives which aim to promote an in site increase of carbon stock and forest carbon credit trading.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2947
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTACAO_Biomassa e carbono no estrato arbóreo em área de restauração e em floresta semidecidual.pdf1,27 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback