Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29507
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorWivaldo, Jucilaine Neves Sousa-
dc.date.accessioned2018-06-25T18:18:05Z-
dc.date.available2018-06-25T18:18:05Z-
dc.date.issued2018-06-25-
dc.date.submitted2018-04-23-
dc.identifier.citationWIVALDO, J. N. S. Percepção ambiental dos agricultores e atividades desenvolvidas no interior da área de proteção ambiental de Coqueiral, MG. 2018. 129 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável e Extensão)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29507-
dc.description.abstractConservation unitsofpreservation of biodiversity, which are divided into two categories: Integral Protection and Sustainable Use. APAs, as a category of UC, are classified as areas of sustainable use, and are generally considered to be extensive areas with human presence. These areas aim to protect and conserve the environmental quality of certain locations whether in public or private, urban or rural areas. This study aims to discuss the environmental perception and productive agricultural activities of the APA farmers of Coqueiral, MG. The methodology used was descriptive, qualitative and quantitative research. Previous research materials and the creation law of the APA were consulted. The "snowball" or snowball technique was used to conduct the interviews, and these were conducted through guidelines, with 13 families participating in the study. The APA was created in 2002 to conserve the fauna and flora of the region, however, its realization occurred without any participation or involvement of the local population, as a consequence, many residents are unaware that they live inside the APA. It is noticed that the APA still does not fulfill its role, since it noticed in the interviews with the group of farmers of the APC of Coqueiral, that there is an ignorance about the objectives and aims of the APA, its territorial extension and what it implies to be resident in its territorial space. Farmers, therefore, should not be held responsible solely for sustainability in the APA, as it is the responsibility of the public authority and EMATER to promote awareness of the APA. There were clear activities of environmental impacts such as the use of pesticides, the burning of household waste, the lack of treatment of animal and human waste. Concerning the practices with the lowest environmental impact, it was observed that most of the interviewees do not use integration techniques-crop-livestock, integrated pest management, vegetation strings, live barriers or retention bands, crop rotation and no-tillage either by lack of knowledge or understanding of its effectiveness. The most common practice used by farmers is the use of organic fertilizer, soil analysis for use of limestone and some performs maintenance of pasture quality. The results cannot be generalized, but are valid for the group of residents who participated in the survey. It is noteworthy that the Political Pedagogical Project was developed to open the Green Room due to the demand of the Coqueiral-MG Environment Secretariat, although it was built without local participation due to the short term established in the notice. And there was also a board game that will be available in the Green Room or in other spaces for dissemination of this research.pt_BR
dc.languageporpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal de Lavraspt_BR
dc.rightsrestrictAccesspt_BR
dc.subjectUnidade de conservaçãopt_BR
dc.subjectSustentabilidadept_BR
dc.subjectAgricultura sustentávelpt_BR
dc.subjectAgrotóxicospt_BR
dc.subjectProjeto Político Pedagógicopt_BR
dc.subjectPercepção ambientalpt_BR
dc.subjectÁrea de proteção ambientalpt_BR
dc.subjectConservation unitpt_BR
dc.subjectSustainabilitypt_BR
dc.subjectSustainable agriculturept_BR
dc.subjectPesticidespt_BR
dc.subjectPolitical Pedagogical Projectpt_BR
dc.subjectAmbient perceptionpt_BR
dc.subjectEnvironmental protection areapt_BR
dc.titlePercepção ambiental dos agricultores e atividades desenvolvidas no interior da área de proteção ambiental de Coqueiral, MGpt_BR
dc.title.alternativeEnvironmental perception of the farmers and activities developed in the interior of the environmental protection area of Coqueiral, MGpt_BR
dc.typedissertaçãopt_BR
dc.publisher.programDesenvolvimento Sustentável e Extensãopt_BR
dc.publisher.initialsUFLApt_BR
dc.publisher.countrybrasilpt_BR
dc.contributor.advisor1Silva, Sabrina Soares da-
dc.contributor.advisor-co1Chiodi, Rafael Eduardo-
dc.contributor.referee1Mafra , Luiz Antônio Staub-
dc.contributor.referee2Silveira, Luciana Braga-
dc.description.resumoAs UCs são instrumentos de preservação da biodiversidade, as quais são divididas em duas categorias: Proteção Integral e Uso Sustentável. As APAs, como uma categoria da UC, são classificadas como áreas de uso sustentável, sendo consideradas, em geral, como áreas extensas e com a presença humana. Estas áreas visam proteger e conservar a qualidade ambiental de determinados locais seja em áreas públicas ou privadas, urbanas ou rurais. Neste estudo objetiva-se discutir a percepção ambiental e as atividades produtivas agropecuárias dos agricultores da APA de Coqueiral, MG. A metodologia utilizada foi à pesquisa descritiva, qualitativa e quantitativa. Consultaram-se materiais de pesquisas anteriores e a lei de criação da APA. Já para a realização das entrevistas, utilizou-se a técnica “bola de neve” ou snowball, e essas se foram conduzidas por meio de pautas, sendo que 13 famílias participaram do estudo. A APA foi criada em 2002 a fim de conservar a fauna e flora da região, entretanto, sua realização se deu sem qualquer participação ou envolvimento da população local, como consequência, muitos moradores desconhecem que vivem dentro da APA. Percebe-se que a APA ainda não cumpre seu papel, pois notou nas entrevistas com o grupo de agricultores da APA de Coqueiral, que há um desconhecimento sobre os objetivos e finalidades da APA, sua extensão territorial e o que isso implica ser residente no seu espaço territorial. Os agricultores, portanto, não devem ser responsabilizados unicamente pela sustentabilidade na APA, pois é de responsabilidade do poder público e da EMATER promover ações de conscientização sobre a APA. Ficaram claras atividades de impactos ambientais como o uso de agrotóxicos, queima do lixo domiciliar, falta de tratamento de dejetos, animais e humanos. Em relação às práticas de menor impacto ambiental constatou-se que maioria dos entrevistados não utiliza as técnicas de integração-lavoura-pecuária, manejo integrado de pragas, cordões de vegetação, barreiras vivas ou faixas de retenção, rotação de cultura e plantio direto seja por desconhecimento ou compreensão de sua efetividade. A prática mais comum utilizada pelos agricultores está o uso de adubação orgânica, a análise do solo para emprego do calcário e alguns realiza a manutenção da qualidade de pastagens. Os resultados não podem ser generalizados, mas são válidos para o grupo de moradores que participou da pesquisa. Ressalta-se que foi elaborado o Projeto Político Pedagógico para abertura da Sala Verde devido à demanda da Secretaria do Meio Ambiente de Coqueiral, MG, embora tenha sido construído sem participação local devido ao curto prazo estabelecido no edital. E também foi realizado um jogo de tabuleiro que ficará disponível na Sala Verde ou em outros espaços para divulgação dessa pesquisa.pt_BR
dc.publisher.departmentDepartamento de Administração e Economiapt_BR
dc.subject.cnpqExtensão Ruralpt_BR
dc.creator.Latteshttp://lattes.cnpq.br/6408106309451625pt_BR
Appears in Collections:DAE - Desenvolvimento Sustentável e Extensão - Mestrado Profissional (Dissertações/TCC)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.