Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29541
metadata.teses.dc.title: Epidemiologia da ferrugem e da cercosporiose em cafeeiro irrigado e fertirrigado
metadata.teses.dc.title.alternative: Epidemiology of rust and of brown eye spot of the irrigated and fertirrigated coffee tree
metadata.teses.dc.creator: Boldini, Juliana Moraes
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Souza, Paulo Estevão de
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Pozza, Edson Ampélio
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Chalfoun, Sara Maria
metadata.teses.dc.subject: Café - Cultivo
Irrigação agrícola
Ferrugem do cafeeiro
Cercosporiose
Fertirrigação
metadata.teses.dc.date.issued: 6-Jul-2018
metadata.teses.dc.identifier.citation: BOLDINI, J. M. Epidemiologia da ferrugem e da cercosporiose em cafeeiro irrigado e fertirrigado. 2001. 67 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2001.
metadata.teses.dc.description.resumo: A irrigação e a fertirrigação são práticas muito utilizadas para a expansão da cultura em regiões promissoras limitadas por baixas precipitações pluviométricas ou chuvas mal distribuídas, visando garantir boa produtividade. No entanto, pouco se conhece a respeito de sua influência sobre a cultura, ambiente e patógenos. O presente trabalho teve como objetivo, avaliar o efeito da irrigação e o da fertirrigação sob sistema de gotejamento, sobre a incidência e a severidade da ferrugem e cercosporiose do cafeeiro, principais doenças causadoras de queda de produtividade, e correlacionar com o enfolhamento, produtividade e condições climáticas do local. O experimento foi conduzido em área experimental do Departamento de Engenharia Agricola da Universidade Federal de Lavras - MG, utilizando o cultivar Acaiá Cerrado MG-1474 de três anos de idade, em espaçamento de 0,6 x 3,0 m. O delineamento experimental realizado em blocos ao acaso, foi composto por cinco parcelas, que receberam lâminas de irrigação de O, 40, 60, 80 e 100% da evaporação do tanque Classe A (ECA), três subparcelas com parcelamentos de adubação nitrogenada e potássica em 3, 6 e 9 vezes, e quatro repetições. As parcelas foram compostas por 30 plantas, distribuídas em três fileiras (subparcelas) de 10 plantas cada, das quais somente oito foram consideradas úteis. As avaliações de incidência e severidade da ferrugem e cercosporiose nas folhas foram realizadas em intervalos de 14 dias, por meio dos sintomas observados em 8 folhas por planta, obtidas aleatoriamente no terço médio das plantas, entre o terceiro e quarto par de folhas do ramo. Nos frutos, avaliou-se a incidência e a severidade da cercosporiose com base nos sintomas observados em 140 frutos da subparcela e 420 frutos da parcela, obtidos quando a primeira lâmina a atingir o estádio de maturação foi colhida. Avaliou-se ainda, o enfolhamento das plantas, estabelecendo-se notas de 1 a 5, de acordo com a porcentagem de enfolhamento, sendo 1 (O a 20%), 2 (21 a 40%),3 (41 a 60%), 4 (61 a 80%) e 5 (81 a 100% de enfolhamento). Os resultados obtidos das avaliações de incidência e severidade das folhas e enfolhamento, foram transformados em área abaixo da curva do progresso da doença e do enfolhamento, respectivamente, antes de serem analisados estatisticamente. Dados climáticos de precipitação (mm), temperaturas máxima, média e mínima ("C), e umidade relativa do ar (%) foram obtidos diariamente pela Estação Climatológica do campus da Universidade Federal de Lavras para correlação com as doenças avaliadas. Com base nos resultados, verificou-se que, a incidência da ferrugem não foi influenciada pelas diferentes lâminas de irrigação e parcelamentos de adubação. No entanto, houve maior severidade da ferrugem quando submetida a maiores lâminas de irrigação. Incidência e severidade estiveram correlacionadas negativamente com as variáveis climáticas em todos os tratamentos de lâminas. Quanto à cercosporiose, a incidência e a severidade foi maior tanto nas folhas como nos frutos, quanto menor a lâmina de irrigação aplicada à cultura. A correlação entre a incidência da cercosporiose nos tratamentos de irrigação (40, 60, 80 e 100% ECA) e todas as variáveis climáticas, com exceção da umidade relativa foi significativamente negativa. As doenças ferrugem e cercosporiose, ocorreram com maior intensidade durante os meses de junho/julho e maio/junho, respectivamente. Houve ainda, correlação positiva entre o enfolbamento e a produtividade. Observou-se maior produtividade em plantas com maior enfolbamento, submetidas a maiores lâminas de irrigação. Os parcelamentos de adubação, isoladamente não influenciaram as variáveis analisadas, porém, interagindo com a máxima lâmina de irrigação (100% ECA), obtiveram maior produtividade da cultura e severidade da cercosporiose nas folhas quando a adubação foi parcelada em 3 vezes. Sob a lâmina 0% ECA, ocorreu maior incidência da cercosporiose nos frutos quando a adubação foi realizada em 3 ou 9 parcelamentos.
metadata.teses.dc.description.abstract: lrrigation and fertirrigation are practices widely utilized for ex:panding the crop into promising regions limited by low rainfalls or badly distributed raios, aiming to warrant good yields. However, little is known about their influence on crop, enviromnent and pathogens. The order of the present work was carried out to evaJuate the effect of irrigation and fertirrigation under a dripping system in the incidence and severity of rust and brown eye spot, wich is the diseases causing yield fall, and correlate with leafing, both yield and c1imatic conditions of the place. The experiment was carried out in an experimental area of the Agricultural Engineering department of the Universidade Federal de Lavras-MG, utilizing the cultivar Acaiá Cerrado MG 1474 ofthree years in a 0.6 x 3.0 m spacing. The experimental design accomplished in randomized blocks consisted of five plots which were given irrigation depths of O, 40, 60, 80 and 100% of the evaporation of the Class A pan (ECA), three subplots of nitrogen and potassium fertilization in 3, 6 and 9 splits, and four replicates. The plots consisted of 30 plants, allocated into three rows (subplots) of 10 plants each, from which only eight were considered useful. The evaJuations of incidence and severity of rust and brown eye spot on the leaves were accomplished in 14 days intervaIs through the symptoms observed on 8 leaves per plant, randomly obtained on the medium third of the plants between the third and fourth pair of leaves on the branch. The incidence and severity of brown eye spot on the fruit was evaJuated on the basis of the symptoms observed on 140 fruits ofthe subplot and 420 fruits ofthe plot, obtained when the first depth to reach the rnaturation stage was harvested. The leafing of the plants was still evaJuated, by establishing scores of 1 to 5 according to the percentage ofleafing, 1 being (O to 20%),2 (21 to 40%),3 (41 to 60%), 4 (61 to 80%) and 5 (81 to 100% ofleafing). The results obtained from the incidence and severity evaJuations of the leaves and leafing were transfonned into area below the progress curve of disease and leafing, respectively, before being assessed statisticaJly. Climatic data of rainfall (mm), maximum, medium and minimum temperature ('C) and air relative humidity (%) were obtained daily from Universidade Federal de Lavras campus weather station for correlation with the diseases evaJuated. On the basis of the results, it was found that the incidence of rust was not influenced by the different irrigation depths and fertilization splits. Nevertheless, there was a greater severity of rust when submitted to higher irrigation depths. Incidence and severity were correlated negatively with the climatic variables in alI the treatments of depths. As to brown eye spot, both incidence and severity was the greater both on the leaves and on the fruits the lower the irrigation depth applied to the crop. The correlation between the incidence of brown eye spot in the irrigation treatments (40, 60, 80 and 100% ECA) and ali the climatic variables with the exception of relative moisture, was significantIy negative. The diseases rust and brown eye spot occurred with grater intensity during the months of June/July and May/Jun, respectively. There was still a positive correlation on plants with a greater leafing submitted to higher irrigation depths. The fertilization splits singly did not influence the analyzed variables but in interacting with the maximum irrigation depth (100% ECA), the presented increased yield of the crop and severity of brown eye spot on the leaves when the fertilization was splitted into three times. Under 0% depth ECA, the highest incidence of brown eye spot on the fruits occurred when the fertilization was accomplished in 3 or 9 splits.
metadata.teses.dc.description: Esta dissertação/tese está disponível online com base na Resolução CEPE nº 090, de 24 de março de 2015, disponível em http://www.biblioteca.ufla.br/wordpress/wp-content/uploads/res090-2015.pdf, que dispõe sobre a disponibilização da coleção retrospectiva de teses e dissertações online no Repositório Institucional da UFLA, sem autorização prévia dos autores. Parágrafo Único. Caberá ao autor ou orientador a solicitação de restrição quanto à divulgação de teses e dissertações com pedidos de patente ou qualquer embargo similar. Art. 5º A obra depositada no RIUFLA que tenha direitos autorais externos à Universidade Federal de Lavras poderá ser removida mediante solicitação por escrito, exclusivamente do autor, encaminhada à Comissão Técnica da Biblioteca Universitária./ Arquivo gerado por meio da digitalização de material impresso. Alguns caracteres podem ter sido reconhecidos erroneamente.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29541
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.