Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29549
metadata.teses.dc.title: Produção de queijo de minas artesanal na região serras da Ibitipoca: reconhecimento legítimo e estratégico para fortalecimento dos agricultores familiares
metadata.teses.dc.creator: Pereira, Maria Dalva
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Assis, Thiago Rodrigo de Paula
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Lacerda, Antônio Henrique Duarte de
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Silva, Sabrina Soares da
metadata.teses.dc.subject: Queijo - Produção
Agricultura familiar
Desenvolvimento rural
Produtos agroalimentares tradicionais
Cheese - Production
Family farming
Rural development
Traditional agri-food products
metadata.teses.dc.date.issued: 5-Jul-2018
metadata.teses.dc.identifier.citation: PEREIRA, M. D. Produção de queijo de minas artesanal na região serras da Ibitipoca: reconhecimento legítimo e estratégico para fortalecimento dos agricultores familiares. 2018. 230 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Desenvolvimento Sustentável e Extensão)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: A valorização de produtos tradicionais pode representar uma estratégia de desenvolvimento rural sustentável, o que é uma necessidade da região “Serras da Ibitipoca”. Para tal, faz-se necessária a organização dos agricultores e da produção local com vistas à regulamentação de tais produtos. Nessa perspectiva, o objetivo do presente trabalho foi contribuir com o reconhecimento da região “Serras da Ibitipoca” como produtora do QMA. Para embasar esse trabalho, inicialmente, discorremos sobre o conceito de agricultura familiar e sua importância, produtos agroalimentares tradicionais e a produção de queijos no Brasil. Para a realização da pesquisa, a qual buscou identificar os elementos existentes na região “Serras da Ibitipoca” que pudessem justificar o seu reconhecimento, foram firmadas parcerias com a Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural(EMATER- MG), Arquivo Histórico da Prefeitura de Juiz de Fora, Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais(EPAMIG), Instituto Mineiro de Agropecuária(IMA),Sindicato dos Trabalhadores Rurais de Lima Duarte e região(STR),Sindicato dos Produtores Rurais de Lima Duarte(SPR), Rotary, Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural Sustentável(CMDRS),Universidade Federal de Lavras(UFLA), Instituto Federal de Rio Pomba(IFET), Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae), Prefeituras de todos os municípios dessa região e, principalmente, os produtores, com as quais trabalhamos de forma participativa. Inicialmente, buscamos identificar e articular o grupo de interesse para o reconhecimento da produção de QMA na região, fator fundamental para o desenvolvimento da pesquisa. A pesquisa caracterizou-se como pesquisa-ação, com embasamento teórico-empírica. A coleta de dados se deu por meio de estudos bibliográficos, realização de 03 entrevistas, aplicação de 50 questionários, reuniões, observação, bem como documentos e dados estatísticos públicos. Como amostra, foram pesquisados 12 municípios integrantes dessa região. Integra essa pesquisa o estudo do processo de reconhecimento de uma região como produtora de QMA, levantamento histórico da produção de QMA na região, caracterização da região nos aspectos econômico, social e do meio físico e sistematização e análise do processo de articulação e organização para o reconhecimento da região “Serras da Ibitipoca” como produtora do QMA. Conforme identificado na pesquisa, a região “Serras da Ibitipoca” possui um histórico de produção de queijos que remonta ao Séc. XIII, um meio físico com aptidão para a atividade leiteira e favorável à produção de queijos, e o que é fundamental para esse processo, um grupo de interesse formado por produtores, representantes dos municípios e dos agricultores familiares, órgãos de pesquisa, fiscalização e extensão. A existência dos elementos citados, justifica o reconhecimento da região como produtora de QMA. Outros elementos como manutenção da atividade na informalidade apesar da repressão da fiscalização, segurança alimentar do consumidor, geração de melhor renda aos produtores e possibilidade dessa atividade agregar elementos ao turismo da região, fortalecem essa justificativa. Diante do exposto, considera-se que a região “Serras da Ibitipoca” tem potencial para obter o reconhecimento como produtora de QMA. Assim, construímos, de forma participativa, o documento “Caracterização da região “Serras da Ibitipoca””, que é um requisito para se fazer a solicitação do reconhecimento da região como produtora do QMA junto ao IMA.
metadata.teses.dc.description.abstract: The appreciation of traditional products can represent a sustainable rural development strategy, which is a necessity of the “Serras da Ibitipoca” region. Therefore, it is required that the organization of farmers and the local production regularize such products. From this perspective, the aim of this work was to contribute with the recognition of the “Serras da Ibitipoca” region as a producer of Minas Artisanal Cheese - MAC. In order to support this work, we first discuss the concept of family farming and its importance, traditional agri-food products and cheese production in Brazil. In order to carry out the research, which sought to identify the existing elements in the region that could justify its recognition, partnerships were signed, with which we worked in a participatory manner. Initially, we aimed at identifying and articulating the interest group for the recognition of MAC production in the region, which is a fundamental factor for the development of the research. The research was characterized as qualitative. The objectives are exploratory; the procedures of the research are action based; and the basis is theoretical and practical. Data collection was done through bibliographic studies, three interviews, 50 questionnaires, meetings, observation, as well as documents and public statistical data. As sample, 12 towns that belong to the “Serras da Ibitipoca” region were surveyed. This study includes the research on the process of recognition of a region as producer of MAC, historical survey of the production of MAC in the region and characterization of the region economic, social and physical aspects. As identified in the research, the “Serras da Ibitipoca” region has a history of cheese production dating back to the thirteenth century, a place where there was dairy activity and that was inclined to the production of cheeses. Something that is fundamental for this process of recognition is an interest group formed by producers, representatives of the towns and family farmers, research, inspection and extension agencies. The existence of the mentioned elements justifies the recognition of the region as producer of MAC. Other elements such as maintenance of the activity in the informality despite the repression of the inspection, consumer food security, generation of better income to the producers and possibility of this activity to boost tourism in the region, strengthen this justification. Therefore, we conclude that the “Serras da Ibitipoca” region has the potential to gain recognition as a producer of MAC. From this conclusion, and using the results of this research, we construct, in a participative way, the document "Characterization of the “Serras da Ibitipoca” region ", which is a requirement to request the recognition of the region as producer of MAC within the Instituto Mineiro de Agropecuária IMA.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29549
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DAE - Desenvolvimento Sustentável e Extensão - Mestrado Profissional (Dissertações/TCC)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.