Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29554
metadata.teses.dc.title: Letramento digital na formação docente em Minas Gerais: um estado do conhecimento
metadata.teses.dc.title.alternative: Digital literacy in teacher training: a state of knowledge
metadata.teses.dc.creator: Viegas, Patrícia Peixoto Carneiro
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/8947619625777457
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Goulart, Ilsa do Carmo Vieira
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Ferreira, Helena Maria
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Reis, Andreia Resende Garcia
metadata.teses.dc.subject: Letramento digital
Formação de professores
Estado do conhecimento
Digital literacy
Teacher training
State of knowledge
metadata.teses.dc.date.issued: 5-Jul-2018
metadata.teses.dc.identifier.citation: VIEGAS, P. P. C. Letramento digital na formação docente em Minas Gerais: um estado do conhecimento. 2018. 106 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: Este trabalho caracteriza-se como uma pesquisa bibliográfica, analítica e descritiva, numa perspectiva metodológica do Estado do Conhecimento ou Estado da Arte, sobre letramento digital na formação de professores, onde foi realizado um levantamento de teses e dissertações dos cursos de pós-graduação stricto sensu das Instituições de Ensino Superior do Estado de Minas Gerais, no período de 2000 a junho de 2017, com o objetivo de identificar quais as tendências que as produções acadêmicas apresentam nas investigações sobre letramento digital na formação de professores, identificar os principais referenciais teóricos utilizados, as metodologias adotadas e os resultados atingidos e propor uma teoria fundamentada substantiva para letramento digital na formação docente. Os dados foram analisados qualitativamente a partir Teoria Fundamentada em Dados Glaser e Strauss (1999). Como referencial teórico, abordou a Cibercultura proposta por Lévy (1999), as novas interações a partir das tecnologias digitais, inclusive no desenvolvimento de habilidades orais, de leitura e de escrita, bem como o Letramento, na perspectiva de Soares (1996, 2002, 2014), os Novos Letramentos nos modelos autônomos e ideológicos, de acordo com Street (2014) e os multiletramentos, conforme os estudos de Rojo (2003, 2012). Para a discussão de Letramento Digital, apoiou-se em Snyder (1999) e modelo 3D, aplicado esse fenômeno na Formação de Professores, usou-se dos saberes docentes, dialogando Tardif (2014) com a prática formadora proposta por Freire (2015) e com a formação tecnológica de Nóvoa (2009). Como resultado percebeu-se que as pesquisas são ainda incipientes ao tratar do tema e até mesmo superficiais ao tratar as tecnologias digitais apenas como instrumentos, identificou os sentimentos de resistência dos professores, apesar de existirem grupos docentes interessados na dominação dessas tecnologias. Além da possibilidade de criação de uma teoria fundamentada substantiva.
metadata.teses.dc.description.abstract: This work is characterized as a bibliographic, analytical and descriptive research, in a methodological perspective of the State of Knowledge or State of the Art, about digital literacy in teacher training, where a survey of thesis and dissertations of the stricto postgraduate courses was carried out sensu of the Institutions of Higher Education of the State of Minas Gerais, from 2000 to June 2017, with the objective of identifying the trends that the academic productions present in the investigations on di gital literacy in teacher training, to identify the main theoretical references used , the methodologies adopted and the results achieved and propose a substantive theory for digital literacy in teacher education. The data were analyzed qualitatively from Data Theory Glaser and Strauss (1999). As a theoretical reference, he approached the Cyberculture proposed by Lévy (1999), the new interactions from digital technologies, including the development of oral, reading and writing skills, as well as Literature, from Soares' perspective (1996, 2002, 2014), the New Letters in the autonomous and ideological models, according to Street (2014) and the multiliteracy, according to the studies of Rojo (2003, 2012). For the discussion of Digital Literacy, it was based on Snyder (1999) and 3D model, applied this phenomenon in Teacher Training, using the teaching knowledge, dialoguing Tardif (2014) with the training practice proposed by Freire (2015) and with the technological training of Nóvoa (2009). As a result, it was noticed that research is still incipient when dealing with the subject and even superficial when dealing with digital technologies only as instruments, identified teachers' feelings of resistance, although there are teachers interested in the domination of these technologies. Beyond the possibility of creating a substantive grounded theory.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29554
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DED - Educação - Mestrado Profissional (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.