Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2962
Título: Ecologia comportamental de Calyptranthes clusiifolia o. Berg. (Myrtaceae) em uma área naturalmente fragmentada de Floresta Estacional Semidecidual Altomontana situada na serra de Carrancas, sul de Minas Gerais
Título(s) alternativo(s): Behavioral ecology of the Calyptranthes clusiifolia. O.Berg. (Myrtaceae) in a naturally fragmented area of montane semideciduous forest located in Serra de Carrancas, southern Minas Gerais, Brazil
Autor : Santos, Paola Ferreira
Primeiro orientador: Oliveira Filho, Ary Teixeira de
Primeiro membro da banca: Carvalho, Warley Augusto Caldas
Botezelli, Luciana
Área de concentração: Ciências Florestais
Palavras-chave: Dinâmica
População
Classe de tamanho
Dynamic
Population
Size class
Data da publicação: 19-Ago-2014
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: SANTOS, P. F. Ecologia comportamental de Calyptranthes clusiifolia o. Berg. (Myrtaceae) em uma área naturalmente fragmentada de Floresta Estacional Semidecidual Altomontana situada na serra de Carrancas, sul de Minas Gerais. 2014. 46 p. Dissertação (Mestrado em Engenharia Florestal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2014.
Resumo: With the intent of better understanding the dynamics of the structural parameters a Calyptranthes clusiifolia O. Berg. population existent in a naturally fragmented area, in 2010 we allocated a transect with 30 m of width and 150 of length (border to border). All of the live C. clusiifolia individuals in seedling and adult stages were measured. In 2011, we performed the first remeasuring of the survivors previously sampled, the incorporation of new individuals (recruits), as well as the registry of the dead individuals. The recruits were measured and tagged according to the same procedures performed in 2010. In 2012 we repeated the same procedures from 2011, making a total of 3 years of follow-up. We calculated the annual mortality (M), recruitment (R), loss (L) and gain (G) rates, as well as the turnover, in number of individuals (TN) and base area (TBA) rates, and liquid change in the period wither for number of individuals (ChN) as for base area (ChBA). The dynamic of the individuals per size class was analyzed employing an approximate distribution of the individuals in seedling (<15 cm), regenerating (>15-30 cm), juvenile (>30-100 cm), pre-established (>100-300 cm) and established (>300 cm). We registered 446, 5767 and 3604 C. clusiifolia individuals in the 2010, 2011 and 2012 inventories, respectively. The results showed that there was difference in the dynamic rates of the C. clusiifolia dynamics between the two one year intervals, with significant fluctuations between recruitment and mortality, particularly between the smaller sized classes, of which the dynamics was more accelerated. The study also registered a strong recruitment pulse in the first year, followed by a year with no recruitment and a more pronounced mortality among the smaller individuals, including those established in the previous interval.
Com o intuito de compreender melhor a dinâmica dos parâmetros estruturais de uma população de Calyptranthes clusiifolia O.Berg. existente em uma área naturalmente fragmentada, em 2010 foi alocado um transecto de 30 m de largura e 150 m de comprimento (borda a borda). Todos os indivíduos vivos de C. clusiifolia na fase de plântula e adulto foram mensurados. Em 2011, houve a primeira remensuração dos sobreviventes amostrados anteriormente, a incorporação de novos indivíduos (recrutados), bem como o registro dos indivíduos mortos. Os recrutas foram mensurados e etiquetados, seguindo o mesmo procedimento de 2010. Novamente, em 2012, foram repetidos os mesmos procedimentos de 2011, totalizando três anos de acompanhamento. Foram calculadas as taxas anuais de mortalidade (M), recrutamento (R), perda (P) e ganho (G). Também foram calculadas a taxas de rotatividade (turnover) em número de indivíduos (TN) e área basal (TAB) e a mudança líquida no período, tanto para número de indivíduos (ChN) como área basal (ChAB). A dinâmica dos indivíduos por classe de tamanho, foi analisada empregando-se uma distribuição aproximada dos indivíduos nas fases de plântula (<15 cm), regenerante (>15-30 cm), juvenil (>30-100 cm), pré-estabelecidos (>100-300 cm) e estabelecidos (> 300 cm). Registraram-se 446, 5767 e 3604 indivíduos de C. clusiifolia nos inventários de 2010, 2011 e 2012, respectivamente. Os resultados mostraram que houve diferença nas taxas de dinâmica da população de C. clusiifolia entre os dois intervalos de um ano, com flutuações significativas entre recrutamento e mortalidade, particularmente entre as classes de tamanho menores, cuja dinâmica foi mais acelerada. O estudo também registrou um forte pulso de recrutamento no primeiro ano seguido de um ano sem recrutamento e mortalidade mais pronunciada entre os indivíduos menores, incluindo os estabelecidos no intervalo anterior.
metadata.teses.dc.description: Dissertação apresentada à Universidade Federal de Lavras, como parte das exigências do Programa de Pós-Graduação em Engenharia Florestal, área de concentração em Ciências Florestais, para a obtenção do título de Mestre.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/2962
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DCF - Engenharia Florestal - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.