Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29984
Full metadata record
DC FieldValueLanguage
dc.creatorNunes, Matheus Henrique-
dc.creatorHiguchi, Pedro-
dc.creatorSilva, Ana Carolina-
dc.creatorvan den Berg, Eduardo-
dc.creatorTerra, Marcela de Castro Nunes Santos-
dc.date.accessioned2018-08-16T18:33:27Z-
dc.date.available2018-08-16T18:33:27Z-
dc.date.issued2016-03-
dc.identifier.citationNUNES, M. H. et al. Dinâmica de populações de espécies arbóreas em fragmentos de floresta aluvial no sul de Minas Gerais, Brasil. Floresta, Curitiba, v. 46, n. 1, p. 57-66, jan./mar. 2016.pt_BR
dc.identifier.urihttps://revistas.ufpr.br/floresta/article/view/34782pt_BR
dc.identifier.urihttp://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/29984-
dc.description.abstractThe present study aimed to evaluate the tree population dynamics in forest fragments, in the municipality of São Sebastião da Bela Vista, MG. For this sake, all living trees with diameter at breast height (DBH) higher than 5 cm, present in the sampled units, were measured (DBH and height) and identified in 2005 and monitored in 2007 and 2009 (remeasured and mortality evaluation), when all individuals reaching the minimum diameter of inclusion, on the occasion of a possible recruitment, were recruited. The annual dynamics rates (mortality, recruitment, turnover and net change) were calculated for all populations. Dynamics instability was observed, indicated by the steady reduction of abundance and the higher number of species with negative balance in abundance (period 2005 to 2007 = 13 and 2007 to 2009 = 17) than positive balance (2005 to 2007 = 9 and 2007 to 2009 = 14). The richness changes were insignificant, with the gain of two species and loss of just one. The present study demonstrated that, despite the observation of no qualitative (floristic) changes, the evaluated area showed a dynamics with structural instability, with higher mortality than recruitment.pt_BR
dc.languagept_BRpt_BR
dc.publisherUniversidade Federal do Paraná (UFPR)pt_BR
dc.rightsrestrictAccesspt_BR
dc.sourceFlorestapt_BR
dc.subjectPopulações arbóreaspt_BR
dc.subjectFlorestas inundáveispt_BR
dc.subjectMudanças florístico-estruturaispt_BR
dc.subjectTree populationpt_BR
dc.subjectFlooded forestspt_BR
dc.subjectFloristic-structural changespt_BR
dc.titleDinâmica de populações de espécies arbóreas em fragmentos de floresta aluvial no sul de Minas Gerais, Brasilpt_BR
dc.title.alternativeTree population dynamics in alluvial forest fragments in south of Minas Gerais, Brazilpt_BR
dc.typeArtigopt_BR
dc.description.resumoO presente estudo objetivou avaliar a dinâmica de populações arbóreas em fragmentos florestais em São Sebastião da Bela Vista, MG. Para isso, todos os indivíduos arbóreos com diâmetro na altura do peito (DAP) maior do que 5 cm, presentes nas unidades amostrais, foram medidos (DAP e altura) e identificados no ano de 2005 e monitorados nos anos 2007 e 2009 (remedição e verificação de mortalidade), quando também foram medidos os indivíduos que alcançaram o diâmetro mínimo de inclusão por ocasião de um eventual recrutamento. Foram calculadas as taxas de dinâmica anual (mortalidade, recrutamento, rotatividade e mudanças líquidas) para todas as populações. Foi observada instabilidade da dinâmica, indicada pela redução constante da abundância e pelo maior número de espécies com balanço negativo de número de indivíduos (período 2005 a 2007 = 13 e 2007 a 2009 = 17) do que balanço positivo (2005 a 2007 = 9 e 2007 a 2009 = 14). As mudanças de riqueza foram insignificantes, com o ganho de duas espécies e o desaparecimento de uma. O estudo demonstrou que, apesar de não apresentar mudanças qualitativa (composição florística), a área demonstrou instabilidade estrutural, com mais populações com maior taxa de mortalidade que de recrutamento.pt_BR
Appears in Collections:DBI - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.