Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30386
metadata.teses.dc.title: Parcerias no processo de pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de biotecnologia: o que realmente importa para o caso brasileiro?
metadata.teses.dc.title.alternative: Partnerships in the process of research, development and innovation in the area of biotechnology: what really matters for brazilian case?
metadata.teses.dc.creator: Ferrugini, Lílian
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/0833634723805880
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Castro, Cleber Carvalho de
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Santos, Antônio Carlos dos
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Zambalde, André Luiz
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Muylder, Cristiana Fernandes de
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Deboçã, Leonardo Pinheiro
metadata.teses.dc.subject: Relações interorganizacionais
Parcerias
Inovação
Patentes
Biotecnologia
Inter-organizational relationships
Partnerships
Innovation
Patents
Biotechnology
metadata.teses.dc.date.issued: 6-Sep-2018
metadata.teses.dc.identifier.citation: FERRUGINI, L. Parcerias no processo de pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de biotecnologia: o que realmente importa para o caso brasileiro? 2018. 171 p. Tese (Doutorado em Administração)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: O estabelecimento de parcerias/redes entre as organizações é uma resposta às mudanças e desafios do mercado, visto que, a partir das interações desenvolvidas, é possível o acesso a fontes externas de informação e complementaridade de suas competências, conhecimentos e recursos diversos. Nesse sentido, esse estudo teve o objetivo de analisar a concepção e o desenvolvimento de parcerias entre organizações públicas ou privadas no processo de pesquisa, desenvolvimento e inovação na área de biotecnologia no Brasil e propor um “framework” que indique como essas organizações concebem e desenvolvem parcerias. Para tanto, o estudo utilizou métodos mistos por meio de uma abordagem quantitativa, a qual buscou construir a rede de parcerias entre organizações da área de biotecnologia que culminou no pedido de registro de patente em cotitularidade e, por uma abordagem qualitativa, a qual analisou a percepção de 17 inventores de patentes, por meio de entrevistas semiestruturadas. Os resultados demonstram uma predominância das universidades públicas no pedido de registro de patentes em cotitularidade, assim como seu maior grau de densidade e centralidade na rede, o que demonstra a predominância acadêmica na pesquisa, desenvolvimento e inovação (P&DI) da área de biotecnologia no Brasil. O “framework” proposto, elaborado a partir das variaveis identificadas na literatura e empiricamente, visa preencher uma lacuna encontrada em teorias e frameworks existentes sobre a concepção e o desenvolvimento das parcerias entre organizações de pesquisa, desenvolvimento e inovação da área de biotecnologia. O “framework”, propõe um delineamento para as organizações que desejam realizar parcerias, pois demonstra as variáveis que tem sido mais relevantes para se conceber e desenvolver relações, objetivando melhor desempenho e efetividade nas suas atividades conjuntas. Em relação à categoria concepção foram relevantes as variáveis: “Complementação/Dependência de recursos”; “Tecnologia e inovação”; “Reputação e status”; “Confiança”; “Afinidade com o tema da pesquisa/projeto; “Vontade de solucionar um problema”; “Factível para ambas as partes”. Na categoria desenvolvimento, foram relevantes as variáveis: “Estrutura formal”; “Laços densos”; “Relações de poder/Liderança”; “Colaboração/Cooperação”; “Compartilhamento de conhecimentos”; “Conflitos/Problemas‟; “Fluxo de comunicação e informação”; “Legitimidade”; “Relações pessoais” e; “Cultura”. O registro de patentes, a formação de Recursos Humanos e a publicação de artigos científicos foram apontados como os principais resultados obtidos com as parcerias já realizadas. Os resultados demonstram que são necessárias mais ações que dinamizem e auxiliem as parcerias, como incentivos de fomento à pesquisa, incentivos aos pesquisadores de universidades públicas para que esses tornem suas pesquisas aplicadas em atendimento às demandas do mercado. É necessário também uma maior integração entre setor público e privado a partir de maiores incentivos na execução das parcerias. Nesse sentido, esse estudo contribui para as práticas estratégicas das organizações de P&DI da área de biotecnologia no Brasil, na medida em que pode auxiliar no entendimento dos processos relacionados às parcerias como fonte de conhecimento para a inovação.
metadata.teses.dc.description.abstract: The establishment of partnerships/networks among organizations is a response to the changes and challenges of the market, since, from the interactions developed, it is possible to access external sources of information and complementarity of their competencies, knowledge and diverse resources. In this sense, this study aimed to analyze the conception and development of partnerships between public and private organizations in the process of research, development and innovation in the biotechnology field in Brazil and to propose a framework that indicates how these organizations conceive and develop partnerships. For this, the study used mixed methods through a quantitative approach, which sought to build a network of partnerships among biotechnology institutions that culminated in the application for patent registration in co-ownership and, through a qualitative approach, which analyzed the perception of 17 patent inventors through semi-structured interviews. The results show a predominance of public universities in the co-proprietary patent application, as well as their higher density and centrality in the network, which demonstrates the academic predominance in biotechnology research, development and innovation (R&DI) in Brazil. The proposed framework was based on the variables identified in the literature and empirically, and it aims to fill a gap found in existing theories and frameworks on the conception and development of partnerships among biotechnology research, development and innovation organizations. The framework proposes a delineating to the organizations that tend to make partnerships because it shows the variables that have been most relevant for designing and developing relationships, aiming better performance and effectiveness in their joint activities. Regarding the conception category, the following variables were relevant: "Complementation/Dependence of resources"; "Technology and innovation"; "Reputation and status"; "Confidence"; "Affinity with the research/project theme; "Willingness to solve a problem"; "Feasible to both parties". In the development category, the following variables were relevant: "Formal structure"; "Dense loops"; "Power relations/Leadership"; "Collaboration/Cooperation"; "Sharing of knowledge"; "Conflicts/Problems"; "Communication and information flow"; "Legitimacy"; "Personal relationships" and; "Culture". The main results obtained with the partnerships already carried out are the registration of patents, the training of Human Resources and the publication of scientific articles. The results demonstrate that more actions are needed to stimulate and support partnerships, such as incentives to foster research and incentives for researchers in public universities to make their research applied in response to market demands. Greater integration between the public and private sectors is also needed from greater incentives in the realization of partnerships. In this sense, this study contributes to the strategic practices of R&DI organizations in the area of biotechnology in Brazil, according as they can help in understanding processes related to partnerships as a source of knowledge for innovation.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30386
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DAE - Administração - Doutorado (Teses)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.