Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30471
metadata.teses.dc.title: Saberes cotidianos e educação ambiental: um estudo em uma turma da educação de jovens e adultos
metadata.teses.dc.creator: Santos, Vladimir Augusto Pereira Fernandes dos
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/4684459722706792
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Vallin, Celso
metadata.teses.dc.contributor.advisor-co1: Ramos, Rosana Vieira
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Alves, Jaqueline Magalhães
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Monteiro, Paulo Henrique Resende
metadata.teses.dc.subject: Educação ambiental
Educação de jovens e adultos (EJA)
Geografia
Saberes cotidianos
Environmental education
Youth and Adult Education
Geography
Everyday knowledge
metadata.teses.dc.date.issued: 21-Sep-2018
metadata.teses.dc.identifier.citation: SANTOS, V. A. P. F. dos. Saberes cotidianos e educação ambiental: um estudo em uma turma da educação de jovens e adultos. 2018. 83 p. Dissertação (Mestrado Profissional em Educação)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: Este estudo trata da Educação Ambiental como possibilidade de aproximação de saberes do cotidiano e saberes escolares em uma turma de Educação de Jovens e Adultos. Entendemos os saberes cotidianos na perspectiva de Paulo Freire, ou seja: o saber decorrente da “leitura do mundo” e da “pronúncia do mundo” na palavra dos sujeitos. Tais saberes expressos pelos participantes desta pesquisa anunciam aprendizados importantes para educadores e educadoras que busquem relacionar as vivências e falas dos educandos e educandas com os conteúdos ou saberes escolares desenvolvidos na escola. Já a Educação Ambiental é aqui analisada no campo dos estudos que contribuem para a formação crítica e ancorada nos estudos da geografia. Nesta perspectiva este estudo adota como central o conceito de “lugar”; ou o lugar em que os saberes do cotidiano e os saberes escolares se dão. Os sujeitos participantes desta pesquisa são jovens e adultos de uma turma de ensino médio no município de Lavras - MG junto a eles e elas buscamos analisar como tais saberes são articulados com os saberes escolares vivenciados nas aulas de geografia com foco na educação ambiental. Para o desenvolvimento desta pesquisa adotamos a metodologia qualitativa e os seguintes métodos de coleta de dados: questionário para descrição do perfil dos participantes da pesquisa entrevista com roteiro de conversa e trilhas de caminhadas registradas com fotografias nos “lugares” selecionados: a escola, os lugares do trabalho e os lugares onde moram para explicitar os saberes cotidianos destes jovens e adultos a respeito da Educação Ambiental. A palavra dos participantes desta pesquisa mostra o distanciamento entre os saberes escolares e os saberes do cotidiano porque os mesmos não encontram nos aprendizados desenvolvidos na escola uma associação com os problemas ambientais reconhecidos por eles e elas nas trilhas da vida. Neste estudo não foi possível relacionar os conteúdos escolares com os saberes do cotidiano dentro da sala de aula porque não fizemos observação de aulas. Nos apoiamos então nas fotografias e falas dos e das participantes da pesquisa e nos ancoramos na fundamentação teórica que sustenta este trabalho. O achado mais importante deste estudo indica para educadores e educadoras uma prática docente que busque valorizar os estudantes como sujeitos da produção de conhecimentos e a escola como lugar do entrecruzamento dos saberes cotidianos e saberes escolares. Percebe-se a trilha de registro das vivências como uma possiblidade pedagógica para Educação Ambiental.
metadata.teses.dc.description.abstract: This study deals with Environmental Education as a possibility to approach everyday knowledge and school knowledge in a Youth and Adult Education class. We understand the everyday knowledge in Paulo Freire's perspective, that is: the knowledge derived from the "reading of the world" and the "pronunciation of the world" in the subject's word. Such knowledge expressed by the participants of this research announces important learning for educators who seek to relate the experiences and speeches of learners with the contents or school knowledge developed in the school. Environmental Education is analyzed here in the field of studies that contribute to the critical formation and anchored in geography studies. In this perspective this study adopts as central the concept of "place"; or the place where everyday knowledge and school knowledge are given. The subjects participating in this research are youngsters and adults of a high school class in the city of Lavras - MG, together with them, and we seek to analyze how such knowledge are articulated with the school knowledge experienced in geography classes focused on environmental education. For the development of this research we adopted the qualitative methodology and the following methods of data collection: questionnaire to describe the profile of the participants of the research interview with conversation script and hiking trails recorded with photographs in the selected "places": school, places work and the places where they live to make explicit the daily knowledge of these young people and adults about Environmental Education. The word of the participants of this research shows the distance between the school knowledge and the everyday knowledge because they do not find in the learning developed in the school an association with the environmental problems recognized by them and them in the paths of life. In this study was not possible to relate the school contents with the everyday knowledge within the classroom because we did not observe school classes. We then support the photographs and speeches of the participants and the anchors in the theoretical foundation that supports this work. The most important finding of this study indicates to educators a teaching practice that seeks to value students as subjects of the production of knowledge and the school as a place of the intertwining of everyday knowledge and school knowledge. The track record of experiences is a pedagogical possibility for Environmental Education.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido do autor, até outubro 2020.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/30471
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DED - Educação - Mestrado Profissional (Dissertações)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.