Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAG - Departamento de Agricultura >
DAG - Programa de Pós-graduação >
DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3103

Título: Antecipação da produção da videira Niagara Rosada na região de Lavras, MG
Título Alternativo: Anticipated production of ´Niagara Rosada´ grape in the region of Lavras, Minas Gerais state
Autor(es): Gonçalves, Francisco César
Orientador: Chalfun, Nilton Nagib Jorge
Membro da banca: Ramos, José Darlan
Lima, Luiz Carlos de Oliveira
Alvarenga, Ângelo Alberico
Chalfun Junior, Antonio
Área de concentração: Fitotecnia
Assunto: Irrigação
Fenologia
Poda
Fenologia
Phenology
Irrigation
Data de Defesa: 25-Out-2005
Data de publicação: 21-Ago-2014
Referência: GONÇALVES, F. C. Antecipação da produção da videira Niagara Rosada na região de Lavras, MG. 2005. 74 p. Tese (Doutorado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2005.
Resumo: A produção antecipada de uvas ´Niágara Rosada´ pode ser uma excelente opção para os viticultores de Lavras, MG, porém, há uma necessidade de estudos que visem superar as dificuldades encontradas quando se submete a videira a uma poda antes de a planta completar o repouso necessário. Assim, o presente trabalho teve por objetivo avaliar a irrigação e épocas de poda de frutificação para a antecipação da produção da videira ´Niágara Rosada´ no município de Lavras, MG, visando à obtenção de uvas com qualidade e fora do pico de produção. Os ensaios foram conduzidos em uma plantação comercial com 6 anos de idade enxertada sobre ´Riparia do Traviú´, conduzida no sistema de espaldeira em cordão esporonado bilateral em espaçamento 3,0m entre linhas por 2,0m entre plantas. Foram estudadas as seguintes épocas de poda: 03/05/04, 17/05/04, 31/05/04, 15/06/04, 29/06/04, 13/07/04 e podas tradicionais em 20/07/04 e 03/08/04. 0 delineamento experimental foi o de blocos ao acaso, com 16 tratamentos e 4 repetições, em esquema fatorial 8x2 (oito épocas de poda com e sem irrigação), sendo cada parcela constituída por 4 plantas. Avaliaram-se, por meio de quatro experimentos, as características fenológicas, produtivas e qualitativas. O uso da irrigação não influenciou na brotação das gemas, que apresentou maior fertilidade a partir de junho. O desenvolvimento vegetativo aumentou à medida que se avançou com a época de poda, tendo sido superior à média geral dos tratamentos irrigados. A duração média do ciclo foi de 159, 155, 144 e 139 dias para podas realizadas nos meses de maio, junho, julho e agosto, respectivamente. A soma térmica necessária foi de 1178 graus-dia (GD) para poda realizada em maio, 1300 GD para poda realizada em junho, 1271 GD para poda realizada em julho e 1342 GD para poda realizada em agosto, utilizando-se de temperatura-base de 12°C. As maiores produções, com maior número e peso dos cachos, bem como maior comprimento e largura do cacho e da baga, ocorreram nas podas mais tardias, tendo a produção das plantas podadas em maio sido insignificante. Plantas podadas em junho foram colhidas em novembro recebendo maior remuneração e resultando em maior rentabilidade. A irrigação não influenciou nas características avaliadas. Os teores de sólidos solúveis conseguidos em todas as épocas são satisfatórios para os padrões de qualidade da variedade (>14°Brix) com redução na média geral nos tratamentos irrigados. O pH aumentou com as podas mais tardias. Para a acidez titulável, os frutos irrigados apresentaram-se mais ácidos, porém, a acidez reduziu com o avanço das épocas de poda, não havendo relação entre os dois fatores. O volume e o rendimento de suco foram favorecidos com a irrigação e podas mais tardias.
The premature production of ´Niagara Rosada´ grapes may be an excellent choice for the winegrowers of Lavras, MG, however, it is necessary studies that aim to surpass the difficulties found difficulties when undergoes the vine a pruning before the plant to complete the necessary rest. Therefore in attempt of to improve this situation, the objective of the preset work was to evaluate the irrigation and pruning dates for fruit set aiming the anticipated production of the ´Niagara Rosada´ grape in the municipality of Lavras, MG, in order to produce grapes with quality without crop season. The essays took place in a six-year-old commercial plantation grafted on ´Riparia do Traviu´, carried in the system of vertical of bilateral string, spaced 3,0x2,0m (lines x plants). The following prune dates were studied: 05.03.2004; 05.17.2004; 05.31.2004; 06.15.2004; 06.29.2004; 07.13.2004 and traditional prunes on 07.20.2004 and 08.03.2004. The experimental design was random blocks, with 16 treatments and four repetitions in 8x2 factorial outline (eight prune dates with or without irrigation), each parcel composed of four plants. Phenological, productive and qualitative characteristics were evaluated, through four experiments. The use of irrigation had no influence on the sprouting of the buds, which showed more fertility from June on. The vegetative development was increased in proportion to the advance of the prune dates, this being superior to the general average of the irrigated treatments. The duration of the cycle was 158, 155, 144 and 139 days for pruning carried out in May, June, July and August respectively. The thermal demands of plants were 1178 GD to pruning carried out in May, 1300 GD for pruning carried out in June, 1271 GD for pruning carried out in July and 1342 GD for pruning carried out in August, being used the temperature-base of 12°C. The largest productions, with more numerous and heavier clusters, occurred in the later prunes, being insignificant the production of the pruned plants in May. Plants pruned in June were harvested in November, receiving larger remuneration and more profits. The irrigation did not influence the evaluated characteristics. The contents of the soluble solids got in every date are adequate to the standards of quality of the cultivar (>14º Brix) with reduction of the general average of the irrigated treatments. The pH increased in proportion as the prune dates lengthened. For titratable acidity the irrigated fruits presented more acidity, but the acidity was reduced meanwhile the prune dates got forward, having no relation between the two factors. The volume and the income of the juice were favored by irrigation and later prunes.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3103
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAG - Agronomia/Fitotecnia - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Antecipação da produção da videira Niagara Rosada na região de Lavras, MG.pdf943,17 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback