Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3121

Title: Detecção dos agentes etiológicos da malformação da mangueira por PCR
Other Titles: Detection of the Causal Agents of Mango Malformation in Brazil by PCR
???metadata.dc.creator???: Guimarães, Sarah da Silva Costa
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pfenning, Ludwig Heinrich
???metadata.dc.contributor.referee1???: Von Pinho, Édila Vilela de Resende
Tessmann, Dauri José
Resende, Mário Lúcio Vilela de
???metadata.dc.description.concentration???: Fitopatologia
Keywords: Fusarium
Fitodoença
Primers
Diagnose
Gibberella fujikuroi species complex
Plant disease
Diagnosis
???metadata.dc.date.submitted???: 18-Feb-2008
Issue Date: 21-Aug-2014
Citation: GUIMARÃES, S. da S. C.. Detecção dos agentes etilógicos da malformação da mangueira no Brasil por PCR. 2008. 36 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
???metadata.dc.description.resumo???: A malformação floral e vegetativa da mangueira é uma das doenças que mais prejudica a produção de frutos no Brasil e em outros países produtores. Essa doença é causada por espécies de Fusarium. A espécie Fusarium mangiferae, que apresenta distribuição mundial, ainda não foi observada em mangueiras no Brasil. Por outro lado, Fusarium sterilihyphosum e Fusarium sp. são os agentes etiológicos da malformação no Brasil. Fusarium sp. está distribuído em todas as áreas de produção de manga, enquanto que F. sterilihyphosum restringe-se, aparentemente, ao Sul de Minas e ao estado de São Paulo. Fusarium sp. corresponde a uma nova espécie do complexo Gibberella fujikuroi, baseada em caracterização morfológica, filogenia baseada nos genes fator de elongação 1-α e β-tubulina, compatibilidade sexual e vegetativa, patogenicidade e padrões de AFLP (amplified fragment length polymorphism). A diagnose convencional da doença pode demorar semanas e a diferenciação das espécies de Fusarium da mangueira, por caracteres morfológicos, é difícil de ser executada. Além disso, o patógeno apresenta período de incubação longo, de 6 a 12 meses, dificultando sua detecção. Nesse sentido, foram desenhados e avaliados dois pares de primers a partir de seqüências nucleotídicas do gene que codifica o fator de elongação 1-α. Os primers FbraF/FbraR amplificam um fragmento de 380 pb apenas de F. sterilihyphosum e para a nova população de Fusarium, enquanto que o par FmanF/FmanR amplifica um fragmento específico de 217 pb para F. mangiferae. A especificidade dos primers foi testada em espécies de fungos que colonizam inflorescências assintomáticas de mangueira, não havendo amplificação para nenhuma delas. A sensibilidade para os primers FbraF/FbraR foi de 1 fentograma e, para o FmanF/FmanR, foi de 100 picogramas. O par de primers FbraF/FbraR mostrou-se eficaz uma vez que, por meio dele, foi detectado o patógeno antes do aparecimento do sintoma, sendo eficientes na detecção dos agentes etiológicos da doença em tecidos de mangueira, com a confirmação dos resultados pelo isolamento do fungo.
Mango malformation disease in Brazil is caused by Fusarium sp. (a new Fusarium lineage in the Gibberella fujikuroi complex) and Fusarium sterilihyphosum. The conventional diagnosis of this disease is difficult due to limitation in morphological markers to differentiate between these pathogens, which have a long incubation period. Polymerase chain reaction (PCR) primers were designed for the specific detection and identification of the causal agents of mango malformation disease in Brazil, and to identify Fusarium mangiferae. Two primer sets were selected after analysis of a multiple alignment with translation elongation factor 1-α gene sequences from the target species and species in the G. fujikuroi complex. FbraF/FbraR amplifies a specific fragment of 380 bp from de DNA of F. sterilihyphosum and Fusarium sp., while FmanF/FmanR amplifies a fragment of 217 bp from F. mangiferae DNA. Primer specificity was confirmed with fungal species which colonize asymptomatic mango inflorescences. The primers FbraF/FbraR produced a detectable band with 1 fg of target DNA, while FmanF/FmanR produced a detectable band with 100 pg of target DNA. In tests using infected mango tissue the primers FbraF/FbraR were efficient for the detection of the causal agents of mango malformation in Brazil, with the confirmation of the results through the isolation of the pathogens. These primers will greatly facilitate the detection and identification of the causal agents of mango malformation, even before symptom manifestation, avoiding the dissemination of the disease within the Brazilian states and from country to country.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3121
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Detecção dos agentes etiológicos da malformação da mangueira por PCR.pdf516.7 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback