Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31356
metadata.artigo.dc.title: Resumption of cyclic ovarian activity in postpartum ewes: a review
metadata.artigo.dc.title.alternative: Retorno da atividade ovariana cíclica pós-parto de ovelhas: uma revisão
metadata.artigo.dc.creator: Ascari, Ivan Júnior
Alves, Nadja Gomes
Alves, Ana Carolina
Garcia, Iraídes Ferreira Furusho
Junqueira, Felipe Barbosa
metadata.artigo.dc.subject: Controlled suckling
Early weaning
Follicular development
Sheep
Amamentação controlada
Desmame precoce
Desenvolvimento follicular
Ovinos de corte
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Estadual de Londrina
metadata.artigo.dc.date.issued: Mar-2016
metadata.artigo.dc.identifier.citation: ASCARI, I. J. et al. Resumption of cyclic ovarian activity in postpartum ewes: a review. Semina: Ciências Agrárias, Londrina, v. 37, n. 2, p. 1101-1116, mar./abr. 2016.
metadata.artigo.dc.description.resumo: A taxa de reprodução é considerado um fator crucial que afeta a capacidade dos produtores em atender a crescente demanda por carne ovina e otimizar esse fator pode maximizar a taxa de produção e aumentar a eficiência da pecuária. A redução da duração do período de anestro pós-parto resulta em um intervalo menor entre a parição e concepção e permite que mais cordeiros sejam produzidos durante toda a vida de uma ovelha. Esta revisão discute o conhecimento atual de vários fatores associados com o retorno da função ovariana cíclica pós-parto em ovelhas e como o regime de amamentação de ovelhas podem afetar esse processo. Fatores que influenciam o retomada da atividade ovariana cíclica incluem involução uterina, o desenvolvimento folicular, a ocorrência de ovulação silênciosa e ciclos estrais curtos, raça, sazonalidade reprodutiva, nutrição e lactação. A amamentação controlada e o desmame precoce são práticas de manejo que podem ser utilizados para se obter três partos em um período de 24 meses. Na maioria dos estudos, o intervalo entre o parto e o primeiro estro foi reduzido quando o manejo de amamentação controlada foi utilizado, portanto, a amamentação controlada parece ser a melhor alternativa, pois tem apresentado bons resultados e sua implementação é fácil. Atualmente, no entanto, essa prática ainda não é amplamente utilizada.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The reproduction rate is considered a crucial factor that affects the ability of producers to meet the growing demand for ovines meat, and optimizing this factor will maximize the production rate and increase the efficiency of livestock. A reduction in the length of the postpartum anestrus period results in a shorter interval between lambing and conception and enables more lambs to be produced throughout the life of a ewe. This review discusses the current knowledge of several factors associated with the resumption of cyclic ovarian function in postpartum ewes and how the suckling management of ewes may affect this process. Factors that influence the resumption of cyclic ovarian activity include uterine involution, follicular development, occurrence of silent ovulation and short estrous cycles, breed, reproductive seasonality, nutrition and lactation. Controlled suckling and early weaning are management practices that may be used to obtain three lambings in a 24-month period. In the majority of the studies the interval between lambing and first estrus was reduced when a controlled suckling management strategy was used, therefore the controlled suckling appears to be the best alternative because it has produced good results and is easy to implement. Currently, however, this practice is still not widely used.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31356
metadata.artigo.dc.language: en_US
Appears in Collections:DZO - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
ARTIGO_Resumption of cyclic ovarian activity in postpartum ewes - a review.pdf308,61 kBAdobe PDFView/Open


This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons