Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31371
metadata.artigo.dc.title: Caracterização do lodo gerado numa estação de tratamento de água
metadata.artigo.dc.title.alternative: Characterization of sludge generated at a water treatment station
metadata.artigo.dc.creator: Amâncio, Diego Vipa
Rodrigues, Fernando Neris
Ribeiro, Kátia Daniela
Coelho, Gilberto
metadata.artigo.dc.subject: Resíduos
Metais pesados
Waste
Heavy metals
metadata.artigo.dc.publisher: Universidade Vale do Rio Verde (UninCor)
metadata.artigo.dc.date.issued: 2017
metadata.artigo.dc.identifier.citation: AMÂNCIO, D. V. et al. Caracterização do lodo gerado numa estação de tratamento de água. Sustentare, Três Corações, v. 1, n. 1, 2017.
metadata.artigo.dc.description.resumo: Durante o processo de potabilização da água são gerados resíduos (lodo) que, na maioria das estações de tratamento, não são tratados e são devolvidos diretamente ao manancial, impactando-o negativamente. O presente trabalho apresenta os resultados de parâmetros físico-químico-biológicos obtidos para o lodo gerado na estação de tratamento de água do Serviço Autônomo de Água e Esgoto de Formiga – MG, a fim de quantificar seu potencial poluidor. Os resultados obtidos foram confrontados com os padrões estabelecidos na Resolução n° 430/2011 do Conselho Nacional de Meio Ambiente para lançamento de efluentes em corpos receptores. O lodo da estação de tratamento de água de Formiga – MG, em ambos os períodos analisados, não atendeu à legislação, sendo indevido seu descarte direto em corpos d’água. Entretanto, as concentrações de cádmio, cálcio, chumbo, cobre, cromo, fósforo, magnésio, matéria orgânica, mercúrio, níquel, sódio e zinco no lodo não sofreram alterações dentro do intervalo de tempo analisado nesse estudo.
metadata.artigo.dc.description.abstract: In the water purification process, waste (sludge) is generated and, in most treatment plants, this sludge isn't treated, being returned directly to the river, negatively impacting it. This study aimed at determining physical, chemical and biological parameters of the sludge generated at the water treatment station of the Water and Sewage Autonomous Service of the city of Formiga, Minas Gerais, Brazil, to quantify its polluting potential. Results were compared to standards established by National Environment Council, in Resolution No. 430/2011, for effluents discharge at rivers. The sludge from studied water treatment station, in both periods analyzed, didn't comply with the legislation. However, sludge's concentrations of cadmium, calcium, lead, copper, chromium, phosphorus, magnesium, organic matter, mercury, nickel, sodium and zinc didn't change within time interval analyzed in this study.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://periodicos.unincor.br/index.php/sustentare/article/view/4220
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31371
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DEG - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.