Use este identificador para citar ou linkar para este item: repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3149
Título: Diagnósticos de gestação, quantificação e sexagem fetais por meio de ultra-sonografia convencional em éguas e ovelhas
Título(s) alternativo(s): Gestation diagnostic, quantification and fetal sexing in mare and ewes by ultrasonography
Autor : Dias, Lílian Mara Kirsch
Primeiro orientador: Souza, José Camisão de
Primeiro membro da banca: Leite, Carlos Artur Lopes
Alves, Nadja Gomes
Resende, Henrique Ribeiro Alves de
Área de concentração: Produção animal
Palavras-chave: Equino
Égua
Ovelha
Fetos
Cordeiros
Tubérculo
Genital
Sexo
Mare
Equine
Sex
Genital
Tubercle
Ewe
Lambs
Data da publicação: 22-Ago-2014
Referência: DIAS, L. M. K. Diagnóstico de gestação, quantificação e sexagem fetais por meio de ultra-sonografia convencional em éguas e ovelhas. 2007. 70 p. Dissertação (Mestrado em Zootecnia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2007.
Resumo: Experimento I: foi realizado um exame ultra-sonográfico em 35 éguas gestantes (Mangalarga Marchador, n=21 ; Quarto de Milha n=14:). O tempo de gestação das éguas variou de 57 a 81 dias. Todos os exames foram gravados para posterior análise e entregues a outro veterinário para que fizesse seu diagnóstico. Após o nascimento dos potros, os respectivos sexos foram observados para determinar a acurácia do exame de sexagem fetal. Os dados foram analisados pelo Qui-quadrado (χ2) ou Teste de Fisher. O sexo foi diagnosticado em 82,9% (n=29) dos 35 fetos examinados, sendo que em 89,6% (n=26) dos casos, o diagnóstico do sexo dos fetos foi correto. A acurácia da determinação do sexo fetal foi maior a partir de imagens gravadas. Houve efeito do observador na proporção de exames sem diagnóstico. Não houve diferença significativa entre os observadores sobre acurácia da sexagem. Houve efeito do sexo sobre a acurácia na determinação do sexo fetal. Portanto, a sexagem fetal em éguas é possível, sendo mais eficaz a partir de imagens gravadas, com operador experiente, podendo ser influenciada pelo sexo do feto. Experimento II: Foi realizado apenas um exame ultra-sonográfico intra-retal em cada ovelha para simular uma rotina de exames a campo. Para o diagnóstico da sexagem fetal foram utilizadas 55 ovelhas da raça Santa Inês com período de gestação entre 49 e 59 dias. As imagens de todos os exames foram gravadas em DVD para permitir posterior análise. Foi adotado um escore para avaliar a percentagem de certeza do diagnóstico (65%, 95% e 99%). Após o nascimento dos cordeiros, os respectivos sexos foram observados para determinar a precisão do exame para diagnóstico do sexo fetal. Os dados foram analisados como no experimento I. Dos 69 fetos examinados, foi possível diagnosticar o sexo fetal em 87% (n =60). Destes fetos, 90% (n=54) tiveram o sexo diagnosticado corretamente. Quanto à acurácia da sexagem, o diagnóstico de campo não foi diferente dos diagnósticos feitos após a observação de imagens gravadas. Não houve diferença significativa entre os exames em relação ao critério de percentagem de certeza do diagnóstico. Portanto, a acurácia da sexagem fetal em ovelhas depende do tipo de gestação e da experiência do operador para alcançar índices ótimos.
The objective of experiment I: was to evaluate the accuracy of fetal sex determination, with a single exam, with images recorded on DVD. Thirty five mares of the Mangalarga Marchador (n=21) and Quarter Horse (n=14) breeds were examined by ultrasound using an Aloka 500 with a 5.0 MHz probe. Mare gestational ages varied from 57 to 81 days. All DVDs recorded were examined by a second veterinarian in order to compare the effect of the observer on accuracy. A score was used and was applied to evaluated diagnose certainty. Each exam duration was recorded to evaluate the effect of mare exam tolerance. Data was analyzed through chisquare (χ2) or Fisher´s test. Of 35 examined fetuses, it was possible to diagnose the fetal sex in 82.9% (n=29). Of the diagnosed fetuses, 89,6% (n=26) were correct. Fetal sexing accuracy was higher with recorded images compared to live exams. There was an observer effect on the proportion of exams without diagnosis. There was no difference between observer on sexing accuracy. It was more difficult to determine the female fetus sex compared to male. There was no certainty percentage effect as to sexing, breed, gestational age and of mare exam tolerance on fetal sexing accuracy. Therefore, fetal sexing in mares is a viable process, being more efficient from recorded images and with more experienced examiner. The objective of experiment II: was to evaluate the accuracy of gestation, fetal sexing and quantification diagnoses in ewes. Only one intra-rectal exam was performed on each ewe to simulate routine farm exams. Pregnancy was diagnosed in the whole herd (n=105) jointly with fetal quantification when fetal age was close to 35 ± 1 day. For the fetal sexing diagnose 55 Santa Inês breed ewes between 49 and 59 days of pregnancy were used. All exams were recorded on DVD for posterior analyses. A score system was applied to evaluate the percentage(65%, 95% and 99%)of diagnostic certainty. After birth, lamb sex was recorded to determine fetal sexing precision. Data were analyzed by chisquare (χ2) or Fisher´s test. One hundred percent of pregnancy ultrasound diagnoses were correct. On the other hand, for the fetal quantification diagnose, there was an error of 12% and the remaining 88% were correct conclusions. It was possible to diagnose the fetal sex in 87% (n=60) of the 69 examined fetuses. Of the fetuses with a diagnosis, 90% (n=54) were diagnosed correctly. The real time or live farm exam did not differ from the recorded DVD image exam. There was no difference between the methods in relation to the diagnostic certainty percentage. Therefore, pregnancy diagnosis accuracy may reach 100%, differing from fetal sexing and quantification which are dependent upon other variables such as fetal gender and examiner experience.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3149
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções:DZO - Zootecnia - Mestrado (Dissertações)



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.