Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DFP - Departamento de Fitopatologia >
DFP - Programa de Pós-graduação >
DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3169

Título: Uso de restritores hídricos na detecção de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de feijão, soja e algodão pelo método de incubação em meio Agar-Azul de bromofenol (Neon)
Título Alternativo: Use of water restriction in the detection of Sclerotinia sclerotiorum in bean, soybeans and cotton seeds by the method of incubation in agar-bromophenol blue (Neon)
Autor(es): Kawasaki, Vivian Hikari
Orientador: Machado, José da Cruz
Membro da banca: Vieira, Maria das Graças G. Carvalho
Abreu, Mário Sobral de
Área de concentração: Fitopatologia
Assunto: Patologia de sementes
Teste de sanidade
Mofo branco
Seed pathology
Blotter test
White mold
Data de Defesa: 26-Fev-2010
Data de publicação: 22-Ago-2014
Referência: KAWASAKI, V. H. Uso de restrições hídricos na detecção de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de feijão, soja e algodão pelo método de incubação em meio ágar-azul de bromofenol (Neon). 2010. 57 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2010.
Resumo: A importância das culturas como feijão, soja e algodão é indiscutível devido à participação expressiva das mesmas no contexto sócio-econômico do Brasil. Dentre os agentes fitopatogênicos que causam danos severos a estas culturas encontra-se Sclerotinia sclerotiorum. A doença em questão, conhecida como mofo branco ou podridão-de-sclerotínia, pode ser disseminada por sementes e pelos escleródios presentes nos lotes, sendo esta uma das formas mais eficazes de disseminação a longas distâncias. Esses escleródios são estruturas de resistência do fungo que podem ficar viáveis no solo por mais de cinco anos. A diagnose precisa e preventiva do patógeno em sementes na fase pré-plantio e o uso de sementes sadias têm sido algumas das principais medidas de controle da referida doença, sendo, portanto de grande relevância a aplicação de testes de sanidade visando à detecção segura do patógeno em amostras de sementes. Em relação aos atuais métodos de detecção de S. sclerotirorum em sementes de espécies hospedeiras, percebe-se que há ainda alguns questionamentos, principalmente no que concerne ao uso de inibidores de germinação de sementes, no caso o ácido 2,4-diclorofenoxiacético, bem como o regime de luz durante a incubação das sementes pelo método de Neon. Portanto, este trabalho foi realizado com o objetivo de aperfeiçoar a metodologia de detecção de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de feijão, soja e algodão por meio da utilização de restritores hídricos, em substituição ao uso de 2,4-D, em meio agarizado contendo azul de bromofenol e antibióticos (Neon) e definir o regime de luz ideal por esse método. Na primeira etapa foram avaliados os efeitos dos restritores hídricos manitol, cloreto de sódio e polietilenoglicol (PEG), em diferentes potenciais osmóticos, no crescimento micelial dos isolados do fungo e na protrusão das radículas das sementes das espécies em estudo. Observou-se que o emprego de restritores hídricos com potenciais osmóticos acima de -0,5MPa para PEG e acima de -1,0MPa para manitol e cloreto de sódio não interferiu negativamente no crescimento micelial dos isolados testados e, ao mesmo tempo, proporcionou inibição satisfatória da protrusão radicular das sementes de feijão, soja e algodão. Com base nos resultados obtidos, foi conduzida a segunda etapa do trabalho, na qual foram testados os substratos de papel de filtro e meio sólido agarizado e os regimes de alternância de luz e escuro contínuo pelo método Neon modificado, na detecção do referido fungo nas sementes das espécies em estudo. A metodologia de detecção semisseletiva de S. sclerotiorum com substrato composto de BDA, azul de bromofenol (100ppm), cloranfenicol (50ppm) e o restritor hídrico manitol (-1,0MPa), sob temperatura de 20°C e incubação na ausência de luz, revelou-se eficaz para a detecção do referido patógeno em análises de rotina de laboratório.
The importance of crops such as beans, soybeans and cotton is unquestionable due to the significant participation of those in the socio-economic development of Brazil. Among the pathogenic agents causing severe damage in those host species, Sclerotinia sclerotiorum is one the most agressive. The disease, caused by that fungus, known as "white mold" or "Sclerotinia rot", can be spread by seeds, and by sclerotia which come mixed in commercial lots. These structures are the most effective ways of dissemination of the disease to long distances. Sclerotia are structures of resistance of the fungus that can be viable for over 5 years in soil. The accurate and preventive diagnosis of the pathogen in seeds in the pre-planting and use of healthy seeds before sowing and use of healthy seeds have been some of the main measures to control the disease and are therefore of great importance to control of such disease. In relation to current methods for detection of S. sclerotirorum in seeds of host species, there are some questions, mainly concerning the use of seed germination inhibitors, like 2,4-dichlorophenoxyacetic acid, and the schemes of light during the incubation of seeds by the method of agar-bromophenol (Neon). Therefore, the objective of this study was to improve the methodology for detection of Sclerotinia sclerotiorum in bean, soybean and cotton seeds through the use of water restrictors, in the place of 2,4-D, in agar medium containing bromophenol blue and antibiotics (Neon). In the first step, the effects of water retrictors mannitol, sodium chloride and polyethylene glycol (PEG) at differents osmotic potentials were evaluated on the mycelial growth of four Sclerotinia isolates and on the radicle protrusion of seeds of the species under investigation. It was observed that the use of water restrictors at osmotic potentials up to -0.5MPa for PEG and -1.0MPa for mannitol and sodium chloride caused no negative effect on mycelial growth of the isolates tested, and the proved to be satisfactory to inhibit radicle protrusion of beans, soybeans and cotton seeds. Based on the preliminary results, the work focused on comparisons between light regimes and substrates in the detection of S.sclerotiorum in seeds of the three crops. The methodology of semi-selective substrate: solid PDA, bromophenol blue (100 ppm), chloramphenicol (50 ppm) and water restrictor mannitol (-1.0MPa) at a temperature of 20°C with incubation in continuous dark was proved to be effective in the detection of that pathogen in routine seeds analysis.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3169
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO_Uso de restritores hídricos na detecção de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de feijão, soja e algodão pelo método de incubação....pdf516,83 kBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback