Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3173
metadata.teses.dc.title: Sensibilidade a fungicidas e efeitos de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de feijoeiro
metadata.teses.dc.title.alternative: Sensitivity to fungicide and effects of Sclerotinia sclerotiorum in bean seeds
metadata.teses.dc.creator: Zancan, Willian Luis Antonio
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Machado, José da Cruz
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Chitarra, Luiz Gonzaga
Abreu, Mário Sobral de
metadata.teses.dc.description.concentration: Fitopatologia
metadata.teses.dc.subject: Sclerotinia sclerotiorum
Mofo branco
Restrição hídrica
Escleróides
White mold
Water restriction
Sclerotia
metadata.teses.dc.date.issued: 22-Aug-2014
metadata.teses.dc.identifier.citation: ZANCAN, W. L. A. Sensibilidade a fungicidas e efeitos de Sclerotinia sclerotiorum em sementes de feijoeiro. 2011. 86 p. Dissertação (Mestrado em Agronomia/Fitopatologia)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2011.
metadata.teses.dc.description.resumo: O fungo Sclerotinia sclerotiorum é um importante patógeno causador de doenças em várias espécies vegetais economicamente importantes em todo o mundo. O manejo das doenças causadas por este patógeno tem sido dificultado pela formação de estruturas de resistência, os escleródios, os quais podem permanecer viáveis no solo por vários anos. A infecção das plantas pode ocorrer através do micélio e/ou ascósporos produzidos pela germinação dos escleródios, ou a partir de micélio associado às sementes. Estes tipos de inóculo são responsáveis pela disseminação da doença a curtas e a longas distâncias, em aéreas isentas do referido fungo. Entre as medidas de manejo da doença, o controle químico se destaca pela sua eficácia e o conhecimento de sua aplicação é um alvo permanente da pesquisa. Neste trabalho, os objetivos foram avaliar a sensibilidade de S. sclerotiorum a alguns fungicidas disponíveis no mercado e dimensionar os efeitos deste patógeno a partir de sua interação com sementes de feijão. No bioensaio conduzido em laboratório, verificou-se que todos os fungicidas químicos testados, tiofanato metílico, procimidone, fluazinam, piraclostrobina, fluquinconazole e Trichoderma harzianum, foram eficazes em reduzir ou impedir o desenvolvimento de S. sclerotiorum em níveis variados, sendo mais destacados os produtos procimidone e fluazinam. A formação de escleródios em colônias desenvolvidas na presença dos fungicidas foi reduzida, mas não eliminada. Em relação aos efeitos do patógeno nas sementes infectadas, houve uma redução dos valores médios de todas variáveis consideradas neste ensaio: germinação, sanidade, índice de velocidade de emergência, estande inicial e final, e peso de matéria seca da parte aérea e raiz das plantas de feijão, em níveis proporcionais ao aumento do potencial do inoculo presente nas sementes. Nos potenciais de inóculo mais elevados, que correspondem a uma maior pressão de inóculo infectivo, ambas as cultivares e ambos os isolados de S. sclerotiorum apresentaram desempenhos semelhantes, com danos progressivos ao desenvolvimento das plantas oriundas de sementes infectadas pelo patógeno.
The fungus Sclerotinia sclerotiorum is an important pathogen causing diseases in many economically important plant species worldwide. The management of diseases caused by this pathogen has been hampered by the formation of resistance structures, the sclerotia, which can remain viable in soil for several years. The infection of plants can occur through the mycelium and/or ascospores produced by the germination of sclerotia or as mycelium associated with seeds. These types of inoculum are responsible for spreading the disease to short and long distances in air free of this fungus. Among the management measures of disease control chemist noted for its effectiveness and knowledge of its application is a perennial target of the research. In this study the objectives were to evaluate the sensitivity of S. sclerotiorum some fungicides on the market size and the effects of this pathogen from its interaction with bean seeds. In the bioassay conducted in the laboratory, it was found that all tested fungicides, thiophanate methyl, procymidone, fluazinam, pyraclostrobin, and Trichoderma harzianum fluquinconazol were effective in reducing or preventing the development of S. sclerotiorum to varying degrees, being the most outstanding products and procymidone fluazinam. The formation of sclerotia in cultures grown in the presence of fungicides was reduced but not eliminated. Regarding the effects of the pathogen in infected seeds, there was a reduction of the average values of all variables considered in this essay: germination, health, emergency speed index, initial and final stands, and dry weight of shoots and roots of dry bean plants at levels commensurate with the increased potential of inoculum present in the seeds. In the higher inoculum potential, corresponding to a higher infective inoculum pressure, both cultivars and both isolates of S. sclerotiorum showed similar performance, with progressive damage to the development of plants from seeds infected by the pathogen.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3173
metadata.teses.dc.publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
metadata.teses.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DFP - Agronomia/Fitopatologia - Mestrado (Dissertações)



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.