Use este identificador para citar ou linkar para este item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31734
Título: Transmissão transplacentária endógena de Neospora caninum em sucessivas gerações de cabras congenitamente infectadas
Título(s) alternativo(s): Endogenous transplacental transmission of Neospora caninum in succeeding generations of congenitally infected goats
Autor : Oliveira Junior, Ivam Moreira de
Lattes: http://lattes.cnpq.br/6576165766551842
Primeiro orientador: Varaschin, Mary Suzan
Primeiro coorientador: Raymundo, Djeison Lutier
Primeiro membro da banca: Raymundo, Djeison Lutier
Segundo membro da banca: Peconick, Ana Paula
Terceiro membro da banca: Utiumi, Kiyoko Uemura
Palavras-chave: Caprinos
Neosporose
Transmissão vertical
Goats
Neosporosis
Vertical transmission
Data da publicação: 9-Nov-2018
Agência(s) de fomento: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
Referência: OLIVEIRA JUNIOR, I. M. de. Transmissão transplacentária endógena de Neospora caninum em sucessivas gerações de cabras congenitamente infectadas. 2018. 46 p. Dissertação (Mestrado em Ciências Veterinárias)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
Resumo: Neospora caninum é um protozoário considerado importante agente de distúrbios reprodutivos em ruminantes de todo o mundo. Os canídeos são considerados hospedeiros definitivos e espalham oocistos no ambiente, os quais se tornam infectantes e servem como fonte de infecção, por via oral, para outras espécies, porém a transmissão vertical é considerada a principal forma de infecção e de manutenção de N. caninum nos rebanhos. Diversos estudos de soroprevalência, utilizando a reação de imunofluorescência indireta (RIFI) e o ensaio de imunoabsorção enzimática (ELISA), foram realizados em ruminantes, porém ainda são escassos em bovinos e inexistentes em caprinos estudos que avaliam a transmissão de N. caninum entre sucessivas gerações. Desta forma, o objetivo deste estudo foi avaliar, por meio da RIFI, a cinética de anticorpos anti-N. caninum em até cinco gerações de cabras leiteiras naturalmente infectadas pelo parasito, a fim de saber se todos os animais nascem infectados ou se seria possível ao animal ficar livre da infecção com o passar das gerações. O soro para pesquisa de IgG anti-N. caninum foi obtido de sangue coletado no dia da parição e antes dos filhotes mamarem o colostro. Foram utilizadas seis famílias de cabras, sendo três famílias até a quinta geração, duas até a quarta geração e uma família até a terceira geração. Também foram avaliadas as taxas de transmissão congênita em mais de uma parição da mesma cabra. Como controle negativo foi utilizada uma família de caprinos até a quarta geração. Todas as cabras foram mantidas em baias à noite e em piquetes telados durante o dia, livres do contato com outros animais. Os resultados demonstraram que a infecção por N. caninum se manteve ao longo das gerações das famílias estudadas. O título de anticorpos anti-N. caninum nos descendentes foi flutuante (aumentando ou diminuindo) e não teve influência na transmissão congênita do parasito. Apesar de terem sido avaliadas somente uma a quatro gestações por cabra, o número de gestações não influenciou na taxa de transmissão congênita. Desta forma, sugere-se que a infecção se mantém ao longo da vida e em várias gerações dos caprinos.
Abstract: Neospora caninum is an important etiological agent of reproductive disorders in ruminants around the world. Canids are the definitive hosts of the parasite and spread oocysts in the environment, that become infective and are the source of oral infection for other species, but the vertical transmission is the main source of N. caninum infection and its maintenance in livestock. Several seroprevalence studies using indirect fluorescent antibody test (IFAT) and enzyme-linked immunosorbent assay (ELISA) were performed in ruminants, but are still scarce in cattle and non-existent in goat studies that evaluate the transmission of N. caninum in successive generations. Therefore, the aim of this study was to evaluate the kinetics of antibodies anti-N. caninum by IFAT in up to five generations of dairy goats naturally infected by the parasite in order to know if all the animals are born infected or if it would be possible to be free of the infection over the generations. Serum for screening anti-N. caninum IgG was obtained from blood collected on the goat parturition and of the goat kids before the colostrum ingestion. Six goat families were evaluated, three families up to the fifth generation, two up to the fourth generation and one family up to the third generation. Transmission rates in more than one gestation of the same goat were also evaluated. One family up to the fourth generation was used as negative control. All goats were housed overnight and maintained in an isolated fenced paddock over the day, without contact with other animals. The results demonstrated that the infection by N. caninum was maintained throughout the generations of the studied families. The anti-N. caninum antibodies titers in the offspring were fluctuating (rising or declining) and had no influence on the parasite congenital transmission. Although only one to four pregnancies per goat were evaluated, the number of pregnancies did not influence the rate of congenital transmission, so it is suggested that the infection is maintained throughout the life of the goat and in several generations.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido do autor(a), até outubro de 2019.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/31734
Publicador: Universidade Federal de Lavras
Idioma: por
Aparece nas coleções:DMV - Ciências Veterinárias - Mestrado (Dissertações)

Arquivos associados a este item:
Não existem arquivos associados a este item.


Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.