Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/319

Título: Valores organizacionais e pessoais em ambiente de mudança: um estudo de caso em uma unidade de uma multinacional
Autor(es): Conde, Daniel Ribeiro
Orientador: Cappelle, Mônica Carvalho Alves
Coorientador(es): Vilas Boas, Luiz Henrique de Barros
Membro da banca: Vilas Boas, Luiz Henrique de Barros
Mendonça, Maria Cristina Angélico
Paiva, Kely César Martins de
Área de concentração: Ciências Sociais Aplicadas
Assunto: Valores organizacionais
Valores pessoais
Cultura organizacional
Mudança organizacional
Laddering
Organizational values
Personal values
Organizational culture
Organizational change
Laddering technique
Data de Defesa: 29-Fev-2012
Data de publicação: 2013
Agência de Fomento: FAPEMIG
Referência: CONDE, D. R. Valores organizacionais e pessoais em ambiente de mudança: um estudo de caso em uma unidade de uma multinacional. 2012. 150 p. Dissertação (Mestrado em Organização, Gestão e Sociedade)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2012.
Resumo: This study was conducted with the aim of verifying the configuration of personal and organizational values in the course of implementing an organizational change process in a plant of a multinational organization, located in Varginha - MG. It was assumed the perspective of the functionalist paradigm for the study of organizational culture by which the company has a culture that can be modified and managed by organizational managers. We used the theoretical assumptions of the circular structure of the motivational types of personal values (SCHWARTZ, 1992) and the inventory profiles of organizational values (OLIVEIRA; TAMAYO, 2004). The values that make up the organizational scope were examined using documentary research and interviews,. The methodology drew upon a qualitative approach, using the case study method. After investigating the mission, vision and corporate strategy as well as the fundamental characteristics of organizational change program of the company, interviews were conducted with the manager responsible for coordinating the program and twenty-eight organizational members, divided into two groups: fourteen members of the administrative sector and fourteen members of the productive sector. All interviews were submitted to content analysis. The interviews conducted with the two groups of employees were analyzed by the laddering technique. Thirty-four elements, attributes, consequences and values, were identified. The relations between them, determined by the scales / ladders perception of each respondent, gave rise to an Implication Matrix and a Hierarchal Value Map. The results indicate the prominence of the organizational values profiles Domain, Prestige, Performance and Autonomy, focused on the dimensions of Openness to change and Self-promotion. The personal values contemplated by the motivational types were Self-direction, Hedonism, Achievement, Security and Benevolence, covering all dimensions proposed by Schwartz (1992), namely Openness to change, Self-enhancement, Conservation and Self-transcendence.
Este estudo foi realizado com o objetivo de verificar a configuração dos valores organizacionais e pessoais em uma unidade industrial de uma organização multinacional, situada em Varginha, MG, no decorrer da implementação de um processo de mudança organizacional. Assumiu-se a perspectiva do paradigma funcionalista de estudo da cultura organizacional, pela qual a empresa possui uma cultura que pode ser modificada e gerenciada pelos gestores organizacionais. Utilizaram-se os pressupostos teóricos da estrutura circular dos tipos motivacionais de valores pessoais (SCHWARTZ, 1992) e o inventário de perfis de valores organizacionais (OLIVEIRA; TAMAYO, 2004). Os valores que compõem o escopo organizacional foram analisados mediante pesquisa documental e entrevistas em profundidade. A metodologia se valeu de uma abordagem qualitativa, empregando-se o método de estudo de caso. Após investigar a missão, a visão e a estratégia corporativa, bem como as características fundamentais do programa de mudança organizacional da empresa, foram realizadas entrevistas com o gerente responsável pela coordenação do programa e com 28 membros organizacionais, divididos em dois grupos: 14 do setor administrativo e 14 do setor produtivo. Todas as entrevistas foram submetidas à análise de conteúdo. As entrevistas realizadas com os dois grupos de funcionários da organização foram tratadas pela técnica laddering. Trinta e quatro elementos, entre atributos, consequências e valores, foram identificados. As relações entre eles, determinadas pelas escalas/ladders de percepção de cada respondente, deram origem à matriz de implicação e ao Mapa Hierárquico de Valores. Os resultados indicam a proeminência dos perfis de valores organizacionais Domínio, Prestígio, Realização e Autonomia, voltados para as dimensões de Abertura à Mudança e Autopromoção. Os valores pessoais contemplaram os tipos motivacionais Autodeterminação, Hedonismo, Realização, Segurança e Benevolência, abrangendo todas as dimensões propostas por Schwartz (1992), quais sejam a Abertura à Mudança, a Autopromoção, a Conservação e a Autotranscendência.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/319
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
DISSERTAÇÃO Valores organizacionais e pessoais em ambiente de mudança - um estudo de caso de uma unidade de uma multinacional.pdf2,08 MBAdobe PDFVer/abrir

Este item está licenciado com Licença Creative Commons
Creative Commons

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback