Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3201

Title: Mamíferos de médio e grande porte em fragmentos florestais na Serra do Carrapato, Lavras/MG
Other Titles: Medium and large-sized mammals in fragments of forest in "Serra do Carrapato", Lavras/MG
???metadata.dc.creator???: Silva, Lourdes Dias da
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Passamani, Marcelo
???metadata.dc.contributor.referee1???: Louzada, Julio Neil Cassa
Zanzini, Antônio Carlos da Silva
???metadata.dc.description.concentration???: Ecologia e Conservação de Paisagens Fragmentadas e Agrossistemas
Keywords: Mamíferos
Pegadas
Fragmentação florestal
Mata Atlântica
???metadata.dc.date.submitted???: 25-Apr-2008
Issue Date: 25-Aug-2014
Citation: SILVA, L. D. da. Mamíferos de médio e grande porte em fragmentos florestais na Serra do Carrapato, Lavras/MG. 2008. 72 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
???metadata.dc.description.resumo???: Este estudo foi realizado em uma matriz de culturas agrícolas e pastagem onde se encontram remanescentes florestais conectados por corredores de vegetação em área de transição de Mata Atlântica e Cerrado, em Lavras, MG. A área pesquisada é composta por 5 fragmentos florestais denominados F1, F2, F3, F4 e F5, totalizando 35 ha de extensão. O trabalho foi conduzido durante 85 dias de amostragem, no período de março a novembro de 2007. Objetivou-se conhecer a composição da fauna de mamíferos de médio e de grande porte desses fragmentos e estabelecer e avaliar a riqueza, a diversidade e a equitabilidade dos mesmos. A principal metodologia adotada foi a de registros de pegadas em parcelas de areia, associada à armadilha fotográfica e à visualização direta. Foi obtido sucesso amostral de 70% para mamíferos, de um esforço de 4.920 parcelas/noite. Foram registradas 17 espécies de mamíferos de médio e grande porte, sendo 13 de espécies nativas e as demais, domésticas. Os números de pegadas registradas durante o período de estudo, em cada fragmento, foram 956, 441, 433, 755 e 882, respectivamente. O gênero Didelphis foi o mais abundante, representado por D. albiventris e D. aurita, que corresponderam a 92,7% dos registros de pegadas. Da ordem carnívora foram registradas quatro espécies (C. thous, C. semistriatus, L. pardalis e N. nasua). Em virtude dos tamanhos diferentes de amostras, foi realizado um estudo de rarefação para que se pudesse comparar a diversidade nos diversos fragmentos. O resultado demonstrou que o F2 apresentou maior diversidade em relação aos demais. Este fragmento é o de maior área e oferece melhores condições para as necessidades de sobrevivência da fauna. A análise de agrupamento utilizando dados de presença e ausência das espécies nos fragmentos resultou em dois grupos, F1-F2 e F3-F4 e o fragmento F5 apresentou-se mais similar ao segundo grupo. A curva de acúmulo de espécies demonstrou que o esforço amostral foi suficiente. A dominância do gênero Didelphis indica que a comunidade da fauna da serra do Carrapato apresenta perturbação em sua composição, sendo as causas mais prováveis a fragmentação e a perda de hábitat em conseqüência das atividades humanas. Palavras-chave: mamíferos, pegadas, fragmentação florestal, Mata Atlântica,
This work was carried out in a matrix of agricultural fields and pastures where small fragments of forest are connected by vegetation corridors inserted in transitional Mata Atlântica and Cerrado landscape, in Lavras/MG. The area of research is composed by five forest fragments denominated F1, F2, F3, F4 and F5, with a 35 ha total area. This work was conducted during 85 sampling days, between March to November/2007. The objectives were to know the faunal composition of the medium and large-sized mammals of these fragments and to establish relation of its richness, diversity and equitability. The main methodology was trap of footprints in squares of sand, associated to photographic traps and direct visualization. It was obtained a 70% sampling success for mammals, from an effort of 4.920 traps/night. It was registered 17 species of medium and large-sized mammals, where 13 species were native and the others were domestic. The numbers of registered footprints were 956, 441, 433, 755 and 882 respectively. Didelphis was the most abundant, genera represented for two species D. albiventris and D. aurita, corresponding to 92,7% of the records. It was recordeds 4 species of carnivores (C. thous, C. semistriatus, L. pardalis and N. nasua). As soon as the samples of the fragments were different sized, it was made a rarefaction analysis in order to compare their diversity. The result showed that F2 had the greater diversity compared to the others. This fragment is the larger and offers better conditions for faunal surviving. The cluster analysis over presence and absence data of species and fragments resulted in two groups, F1-F2 and F3-F4, and the fragment F5 presented similarity to the second group. The accumulation curve of species demonstrated that effort was suficient. The dominance of the genera Didelphis pointed that the faunal community of Serra do Carrapato presented disturb in its composition, which cause is likely the fragmentation and the lost of habitat as a consequence of human activities.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3201
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Mamíferos de médio e grande porte em fragmentos florestais na Serra do Carrapato, LavrasMG.pdf1.09 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback