Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3204

Title: Avaliação de alterações em comunidades de peixes e na pesca do baixo curso do Rio São Francisco (Brasil) em função de barramentos
Other Titles: Evaluation of changes in fish communities and fisheries of the lower course of the São Francisco river (Brazil) in reason of dams
???metadata.dc.creator???: Santos, Marília Lourenço dos
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Pompeu, Paulo dos Santos
???metadata.dc.contributor.advisor-co???: Alves, Carlos Bernardo Mascarenhas
???metadata.dc.contributor.referee1???: Godinho, Hugo Pereira
Passamani, Marcelo
???metadata.dc.description.concentration???: Ecologia e Conservação de Recursos Naturais em Paisagens Fragmentadas e Agroecossistemas
Keywords: Lagoas marginais
Ictiofauna
Alteração ambiental
Regularização de vazão
Bacia do São Francisco
Flow regularization
São Francisco basin
Environmental change
Ichthyofauna
Marginal lagoons
???metadata.dc.date.submitted???: 25-Sep-2009
Issue Date: 25-Aug-2014
Citation: SANTOS, M. L. dos. Avaliação de alterações em comunidades de peixes e na pesca do baixo curso do Rio São Francisco (Brasil) em função de barramentos. 2009. 165 p. Dissertação (Mestrado em Ecologia Aplicada)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2009.
???metadata.dc.description.resumo???: Muitos rios tropicais apresentam pulsos de inundação, e planícies são formadas com o extravasamento de suas águas. Nas planícies estão as lagoas marginais, com ciclo de nutrientes e produtividade primária, mais intensos do que no rio, fornecendo abundância de recursos para muitas espécies de peixes, que as utilizam para alimentação, reprodução e refúgio. As espécies migradoras, muito importantes para a pesca, utilizam as lagoas em suas fases iniciais de desenvolvimento, sendo o recrutamento de suas populações e a consequente subsistência das populações ribeirinhas, intimamente ligados ao funcionamento desses sistemas e dos pulsos de inundação. A bacia do rio São Francisco tem grande importância no Brasil e os ciclos de vida e produtividade de suas lagoas são também dependentes de tais pulsos. Porém, seu baixo curso (BSF) é altamente impactado por forte regularização de vazão (oito barramentos) quando comparado com o médio São Francisco (MSF) (sob influência da Usina de Três Marias) e baixo rio das Velhas (VEL), mais próximo do natural. Amostragens em lagoas marginais dessas três porções da bacia visaram à caracterização da comunidade do BSF e sua comparação com os dois outros sistemas. No total foram capturadas 78 espécies de peixes, sendo uma das seis exóticas à bacia, Hoplosternum littorale, a com maior CPUEn (ind/m2.h) no BSF. Foram detectadas diferenças significativas em abundância (MDS: p = 0,01) e biomassa (KW: p = 0,03) entre os três sistemas, com diminuições à medida que a regularização de vazões é aumentada. A presença de espécies migradoras e exóticas também foram distintas entre sistemas, sendo que comparando o VEL com o BSF, a perda em porcentagem de espécies migratórias chega a 45,77% (KW: p=0,04) e o aumento em exóticas é de 157,58% (KW: p=0,03). Diferenças na captura (CPUEn e CPUEb) foram significativas entre sistemas na estação cheia, o que demonstra que a conexão do rio com as lagoas através dos pulsos interfere na comunidade de peixes no que diz respeito à abundância (KW CPUEn e CPUEb: p = 0,34) e composição. Conhecer a fauna é fundamental para avaliação dos impactos nesses ambientes e guildas ecológicas podem ser utilizadas como valores a serem comparados entre sistemas semelhantes. Dentre elas podemos citar as espécies migradoras, que respondem de maneira parecida à regularização de vazões, além das exóticas, que oferecem pistas sobre o grau de degradação a que está submetida uma comunidade de peixes. A mitigação através de cheias artificiais para restauração das condições naturais da planície de inundação pode auxiliar na manutenção dos berçários de inúmeras espécies de peixes e da pesca na região.
Many tropical rivers have flood pulses, and floodplains are formed with the overflow of its waters. In these floodplains we found lagoons, with nutrient cycling and primary productivity more intense than in the river, providing plenty of resources for many species of fish, which use them for feeding, reproduction and refuge. Migratory species, very important in the fishery, use the lagoons in their early stages of development, and recruitment of their populations and the consequent livelihood of riverine communities, are closely linked to the operation of these systems and flood pulses. The basin of São Francisco has great importance in Brazil and the cycles of life and productivity of their marginal lagoons are also dependent of these pulses. However, its lower reaches (BSF) is highly impacted by a strong flow adjustment (eight dams) when compared to the middle São Francisco (MSF) (under the influence of the Três Marias dam) and the lower Rio das Velhas (VEL) closer to natural. Samples made in lagoons of these three portions of the basin aimed to characterize the community of BSF and made comparisons with the other two systems. Were captureded 78 fish species, being one of the six exotic to the basin, Hoplosternum littorale, with the bigger CPUEn (ind/m2.h) in BSF. There were significant differences in abundance (MDS: p = 0.01) and biomass (Kruskal-Wallis: p = 0.03) between the three systems, with decreases as the regularization of flow is increased. The presence of exotic species and migratory one were also different between systems, and comparing the VEL with BSF, the loss in percentage of migratory species reaches 45.77% (Kruskal-Wallis: p = 0.04) and the increase in exotic is 157.58% (Kruskal-Wallis: p = 0.03). Differences in catches (CPUEn and CPUEb) were significant between systems on the wet season, which shows that the the connection of the river with the lakes through the pulses interfere in the fish community in relation to the abundance (Kruskal-Wallis CPUEn and CPUEb: p = 0.34) and composition. Meet the fauna is essential for assessing the impacts on these environments and ecological guilds can be used as values to be compared among similar systems. Among them we can mention the migratory species, which respond similarly to regulate streamflow, and the exotic, offering clues about the degree of degradation that is subject to a fish. Mitigation through artificial floods for restoring the natural conditions of the floodplain can assist in the maintenance of nurseries for many species of fish and fisheries in the region.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3204
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Ecologia Aplicada - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Avaliação de alterações em comunidades de peixes e na pesca do baixo curso do Rio São Francisco (Brasil).pdf1.74 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback