Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Doutorado (Teses) >

Por favor, utilize esse identificador para citar este item ou usar como link: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3212

Título: Aspectos fisiológicos e anatômicos das sementes e do desenvolvimento inicial de Eugenia pyriformis Camb
Título Alternativo: Physiological and anatomical aspects of seeds and initial development of Eugenia pyriformis Camb
Autor(es): Justo, Cristina Filomena
Orientador: Alvarenga, Amauri Alves de
Membro da banca: Silva, Edvaldo Aparecido Amaral da
Guimarães, Renato Mendes
Válio, Ivany Marques
Alves, Eduardo
Área de concentração: Fisiologia Vegetal
Assunto: Semente florestal
Uvaia
Sementes - Armazenamento
Microscopia eletrônica de varredura
Myrtaceae
Seeds - Storage
Scaning electron microscopy
Data de Defesa: 16-Out-2006
Data de publicação: 25-Ago-2014
Referência: JUSTO, C. F. Aspectos fisiológicos e anatômicos das sementes e do desenvolvimento inicial de Eugenia pyriformis Camb.. 2006. ii, 225 p. Tese (Doutorado em Fisiologia Vegetal) - Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2006
Resumo: Sementes recalcitrantes perdem a viabilidade quando são dessecadas. Existem vários mecanismos de tolerância à dessecação que foram revisados neste trabalho sob uma abordagem ecológica, fisiológica e evolutiva. As sementes de Eugenia pyriformis Camb. (Myrtaceae) são recalcitrantes e foram estudadas quanto ao desempenho germinativo e a alterações ultra-estruturais, sob diferentes tratamentos. Avaliou-se o efeito da temperatura, da dessecação e do fracionamento sobre a germinação e o desenvolvimento inicial das plântulas. Avaliaram-se a longevidade das sementes sob condições de armazenamento à baixa temperatura (10oC) e o efeito de soluções de sais de cálcio e magnésio sobre o desempenho germinativo de sementes de baixo vigor. A germinação foi elevada em todas as temperaturas experimentadas, sendo normal o desenvolvimento inicial das plântulas para as temperaturas de 20oC, 25oC e 25/15oC, mas, prejudicado a 30oC. O eixo embrionário é diferenciado nas sementes de E. pyriformis e não se observou fusão dos cotilédones. O teor de água das sementes recém-colhidas variou entre 49% e 52%. A secagem, o armazenamento e a germinação promoveram alterações ultra-estruturais no eixo embrionário e na região de conexão com os cotilédones. Obteve-se mais de uma plântula normal a partir do fracionamento das sementes, principalmente para os cortes longitudinais. As plântulas obtidas por fracionamento não apresentaram alterações de arquitetura e de partição de matéria seca. Ocorreu redução de vigor e de viabilidade em função do armazenamento e da dessecação. As soluções de sais tiveram efeito positivo sobre a germinação de sementes envelhecidas.
Recalcitrant seeds loose viability when they are desiccated. There are some desiccation tolerance mechanisms, which were reviewed in this work. Seeds of Eugenia pyriformis Camb. (Myrtaceae) are recalcitrant and they were analyzed with respect to germination performance and ultra-structural aspects. The effect of temperature, desiccation and cutting of seeds on germination and initial development were evaluated. Longevity of seed under low temperature storage and the effect of calcium and magnesium were studied, on the germination performance of low vigor seeds. The initial development of seedlings was normal at 20, 25 and 25/15oC and it was the worst at 30oC. Initial water content of seeds was between 49% and 52%. The embryonic axis is differentiated on E. pyriformis seeds and cotyledon fusion was not observed. There were ultra-structural changes when seeds were submitted to desiccation, germination and storage. It is possible to get more than one normal seedling from cutting seeds. These seedlings had normal architecture and biomass partition. The vigor and viability were reduced during storage and desiccation. Ionic solutions of calcium and magnesium had positive effect on germination of low vigor seeds.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3212
Publicador: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
Idioma: pt_BR
Aparece nas coleções: DBI - Agronomia/Fisiologia Vegetal - Doutorado (Teses)

Arquivos neste Item:

Arquivo Descrição TamanhoFormato
TESE_Aspectos fisiológicos e anatômicos das sementes e do desenvolvimento inicial de Eugenia pyriformis Camb.pdf5,14 MBAdobe PDFVer/abrir

Itens protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, Salvo indicação em contrário.


Mostrar estatísticas

 


DSpace Software Copyright © 2002-2007 MIT and Hewlett-Packard - Feedback