Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DAE - Departamento de Administração e Economia >
DAE - Programa de Pós-graduação >
DAE - Administração - Mestrado (Dissertações) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3225

Title: Relações interorganizacionais e ação comunicativa: uma contribuição para o estudo da integração entre as organizações de segurança pública em Minas Gerais
Other Titles: Interorganizational relations and communicative action: a contribution to the integration study among public security organizations in Minas Gerais/BRA
???metadata.dc.creator???: Rodrigues, Cláudio Vilela
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Oliveira, Luis Carlos Ferreira de Sousa
???metadata.dc.contributor.referee1???: Gaio Júnior, Antônio Pereira
Brito, Mozar José de
???metadata.dc.description.concentration???: Organizações, Estratégias e Gestão
Keywords: Redes interorganizacionais
Teoria da ação comunicativa
Segurança pública
Polícia
Ministério público
Interorganizational relations
Public security
Theory of communicative action
Police
Public minister
Public administration
???metadata.dc.date.submitted???: 1-Dec-2004
Issue Date: 25-Aug-2014
Citation: RODRIGUES, C. V. Relações interorganizacionais e ação comunicativa uma contribuição para o estudo da integração entre as organizações de segurança publica em Minas Gerais. 2004. 195 p. Dissertação (Mestrado em Administração)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2004.
???metadata.dc.description.resumo???: Trata-se de uma pesquisa descritiva, envolvendo a rede interorganizacional de política de segurança pública em Minas Gerais, cujos principais atores são a Polícia Militar, a Polícia Civil, o Ministério Público, o Judiciário e a Administração Penitenciária do Estado. An pesquisa se concentrou nas polícias e no Ministério Público. Pesquisou-se os obstáculos e facilitadores ao estabelecimento de uma comunicação dialógica entre os três sujeitos. Utilizou-se como perspectiva de análise a Teoria da Ação Comunicativa de Jürgen Habermas. Os resultados mostraram que há uma definição da situação no sentido da ineficiência da atuação do sistema como um todo e que a integração é bem recebida. As divergências começam em torno da estrutura da rede, quando cada um dos atores, em função de seu respectivo mundo da vida pré-interpretado, têm cada um, a sua própria visão da rede ideal. Os principais obstáculos apontados são a não coincidência geográfica e o não compartilhamento de espaços, a cultura organizacional distinta, o desconhecimento do outro, a preservação da identidade organizacional, as desconfianças recíprocas, as vaidades e, principalmente, os conflitos envolvendo a investigação. Em suma: um "mundo da vida" pré -interpretado historicamente construído; e a colonização do "mundo da vida dos atores pelo "mundo d o sistema", mais precisamente pelo subsistema Poder, no que diz respeito aos espaços destinados à investigação e status. Por outro lado, são facilitadores a tecnologia, os investimentos, o ambiente político e social, a construção de espaços dialógicos e os estímulos às interações pessoais entre seus respectivos membros.
This research is a descriptive study in the field of public administration, involving a interorganizational policy network of public security in Minas Gerais/BRA State. The main actors are the Military Police, the Civilian Police, the District Attorney, the Judiciary and the Penitentiary Administration. However, this work has focused on both polices and prosecution, because they face criminality more directly and for methodological reasons. The aim was to find out which are the obstacles and the facilitators for settling a more dialogical communication between these three social subjects, using the interorganizational network as a background, and The Theory of Communicative Action, by Jürgen Habermas, as a perspective of analysis. The results showed that there is an agreement about the definition of the situation acknowledging the inefficiency of the security system performance as a whole, so that, the integration is welcomed. But there are disagreements involving the network structure. The main obstacles are the non-geographical coincidence and non-space share, the organizational culture, the lack of knowledge of each other, the organizational identity preservation, the reciprocal distrust, the vanities, and, mainly, the conflicts involving the investigation. Summarizing: a pre-interpreted lifeworld historically built; and the colonization of the lifeworld of the actors by the system world, more precisely, by Power subsystem, concerning the investigation issues and status. On the other hand, we find as facilitators the technology, the investments, the political and social environment, and the construction of dialogical spaces, and also the stimulation to personal interactions.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3225
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DAE - Administração - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
DISSERTAÇÃO_Relações interorganizacionais e ação comunicativa.pdf2.72 MBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback