Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32273
metadata.teses.dc.title: O “Complexo Polyphylla” em Senegalia Raf. (Leguminosae Juss.: “Clado Mimosoideae”): abordagens morfoanatômica e taxonômica
metadata.teses.dc.title.alternative: The "Polyphylla Complex" in Senegalia Raf. (Leguminosae Juss.: "Mimosoideae Clade"): morphoanatomic and taxonomic approaches
metadata.teses.dc.creator: Vital, Flávio Antonio Zagotta
metadata.teses.dc.creator.Lattes: http://lattes.cnpq.br/1080176434102436
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Nakamura, Adriana Tiemi
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Santos, Vanessa Terra dos
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Welker, Cassiano Aimberê Dorneles
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Lira, Marines Ferreira Pires
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Teixeira, Simone de Pádua
metadata.teses.dc.contributor.referee5: Mansano, Vidal de Freitas
metadata.teses.dc.subject: Fabaceae
Complexo específico
Morfometria
Anatomia foliar
Nectários extraflorais
Specific complex
Morphometry
Foliar anatomy
Extrafloral nectaries
metadata.teses.dc.date.issued: 21-Dec-2018
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: VITAL, F. A. Z. O “Complexo Polyphylla” em Senegalia Raf. (Leguminosae Juss.: “Clado Mimosoideae”): abordagens morfoanatômica e taxonômica. 2018. 119 p. Tese (Doutorado em Botânica Aplicada)–Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: Leguminosae é a terceira maior família de Angiospermas, incluindo aproximadamente 19.580 espécies, cuja distribuição é cosmopolita. O arranjo tradicional desta família dividida em três subfamílias não reflete o conhecimento atual das relações filogenéticas, fazendo que uma nova classificação fosse proposta. Atualmente, em Caesalpinioideae está contido o “Clado Mimosoideae”, que engloba numerosos gêneros, dentre eles, Senegalia Raf. O gênero Senegalia abrange cerca de 217 espécies distribuídas nas regiões tropicais e subtropicais do mundo. Este gênero apresenta algumas espécies de difícil delimitação taxonômica devido à sobreposição de caracteres morfológicos entre os indivíduos, formando os “complexos de espécies”. Um desses complexos é o “Complexo Polyphylla”, que é composto pelas espécies S. giganticarpa, S. polyphylla, S. rhytidocarpa, S. loretensis, S. kallunkiae e S. klugii. Este trabalho objetiva investigar parâmetros morfológicos e anatômicos que auxiliem na segregação clara dos táxons do “Complexo Polyphylla”. Foram analisadas todas as espécies do complexo, com exceção de S. klugii. Para alcançar os objetivos propostos, foram realizadas: (1) análises morfométricas de aspectos vegetativos e reprodutivos; (2) averiguação da anatomia foliar, englobando o pecíolo, a raque e os foliólulos; e (3) a anatomia e histoquímica dos nectários extraflorais, presentes no pecíolo e na raque. Mediante as análises morfométricas, observamos que os caracteres relacionados às folhas foram extremamente úteis tanto na segregação quanto na hierarquização dos espécimes estudados, permitindo uma clara individualização das espécies do complexo. As análises anatômicas também foram úteis na segregação das espécies, principalmente a conformação dos feixes vasculares; presença de tricomas; conformação da raque distal; morfologia dos foliólulos; número de nervuras de menor calibre; projeção da nervura de maior calibre dos foliólulos. Os nectários extraflorais, principalmente no que tange a posição, o número e a morfologia dos mesmos no pecíolo e na raque são utilizados na delimitação taxonômica de espécies de Senegalia, porém, a semelhança morfoanatômica encontrada entre os integrantes do “Complexo Polyphylla” não permite uma identificação clara. Além disso, os testes histoquímicos identificaram os mesmos grupos de compostos químicos para as espécies estudas. Portanto, apesar das análises anatômicas realizadas não segregarem taxonomicamente as espécies com clareza, as semelhanças encontradas ratificam que as espécies do “Complexo Polyphylla” são intimamente relacionadas. Concluimos que as espécies S. giganticarpa, S. polyphylla, S. rhytidocarpa, S. loretensis são intimamente relacionadas. Senegalia kallunkiae apresenta padrões morfoanatômicos únicos em relação às demais espécies do “Complexo Polyphylla”, não devendo ser considerada parte deste Complexo de espécies.
metadata.teses.dc.description.abstract: Leguminosae is the third largest family of angiosperms, including approximately 19,580 species with cosmopolitan distribution. The traditional arrangement of this family divided into three subfamilies does not reflect the current knowledge of phylogenetic relationships and a new classification was proposed in 2017. Currently in Caesalpinioideae is the "Mimosoideae Clade", which includes Senegalia Raf. with about 217 species distributed in the tropical and subtropical regions of the world. This genus presents some species of difficult taxonomic delimitation due to the overlap of morphological characters between the individuals, creating the "species complexes". One of these complexes is the "Polyphylla Complex", which is composed of the species S. giganticarpa, S. polyphylla, S. rhytidocarpa, S. loretensis, S. kallunkiae and S. klugii. This work aims to investigate morphological and anatomical parameters that may be useful in the differentiating of this complex. All species cited before were analyzed, with exception of S. klugii. To achieve the proposed aims were accomplished: (1) morphometric analyzes of vegetative and reproductive characteristics; (2) investigation of the foliar anatomy, including the petiole, rachis and leaflets; and (3) the anatomy and histochemistry of extrafloral nectaries on the petiole and rachis. Through the morphometric analysis, we observed that the leaf-related characters were extremely useful both in the segregation and hierarchization of the studied specimens, allowing a clear individualization of the species of the complex. The anatomical analyzes were also useful in the segregation of the species, mainly the conformation of the vascular bundles; presence of trichomes; conformation of the distal rachis; leaflet morphology; number of smaller caliber veins; projection of the largest caliber vein of leaflets. The extrafloral nectaries mainly in relation to the position, number and morphology of it in the petiole and rachis are used in the taxonomic delimitation of Senegalia species; however, the morphanatomic similarity found among the members of the "Polyphylla Complex" does not allow a clear identification. In addition, histochemical tests identified the same groups of chemical compounds for the species studied. Therefore, although the anatomical analyzes carried out do not clearly segregate taxonomically the species, the similarities found confirm that the species of the “Polyphylla Complex” are closely related. We conclude that the species S. giganticarpa, S. polyphylla, S. rhytidocarpa and S. loretensis are closely related. Senegalia kallunkiae presents unique morphoanatomic patterns in relation to the other species of the "Polyphylla Complex” and should not be considered part of this Complex of species.
metadata.teses.dc.description: Arquivo retido, a pedido do autor(a), até dezembro de 2019.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32273
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DBI - Botânica Aplicada - Doutorado (Teses)

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.