Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32542
metadata.teses.dc.title: Regionalização de chuva intensa para o estado de Minas Gerais
metadata.teses.dc.title.alternative: Regionalization of intense rain for the state of Minas Gerais
metadata.teses.dc.creator: Bello, Italoema Pinheiro
metadata.teses.dc.contributor.advisor1: Oliveira, Luiz Fernando Coutinho de
metadata.teses.dc.contributor.referee1: Oliveira , Luiz Fernando Coutinho de
metadata.teses.dc.contributor.referee2: Vieira Filho, Marcelo
metadata.teses.dc.contributor.referee3: Viola, Marcelo Ribeiro
metadata.teses.dc.contributor.referee4: Carvalho, Daniel Fonseca de
metadata.teses.dc.subject: Distribuição de Gumbel
Métodos dos Momentos-L
L-Moments method
Relação intensidade-duração-frequência (IDF)
Index-Flood
metadata.teses.dc.date.issued: 25-Jan-2019
metadata.teses.dc.description.sponsorship: Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (CAPES)
metadata.teses.dc.identifier.citation: BELLO, I. P. Regionalização de chuva intensa para o estado de Minas Gerais. 2019. 71 p. Dissertação (Mestrado em Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas) – Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2018.
metadata.teses.dc.description.resumo: O estudo de chuvas intensas é importante para conhecer suas características espaciais e temporais, além de ser elemento essencial nas etapas iniciais de dimensionamento de obras hidráulicas e projetos de drenagem. Um dos maiores problemas na hidrologia estatística é a disponibilidades de séries históricas de pluviogramas longas ou ausência de informações locais. Existem alternativas para driblar tais problemas que são as técnicas que regionalizam a chuva. Diante do exposto, o presente trabalho foi desenvolvidovisando regionalizar as intensidades de precipitação média máxima diária para o estado de Minas Gerais, obter as regiões homogêneas com os respectivos “Index-Flood” para suprir eventuais falhas locais nos dados hidrológicos. Para tal, foram empregadas 494 estações pluviométricas pertencentes à rede da Agência Nacional das Águas.Incialmente foi analisada a aderência da distribuição de Gumbel às precipitações observadas, cujosparâmetros foram ajustados pelos métodos dos Momentos (MOM), Máxima Verossimilhança (MVS) e Momentos-L(MML). Os testes de aderência utilizados para verificar o ajuste da distribuição às series históricas foram Qui-Quadrado, Anderson-Darling e Filliben. Os métodos MVS e MML foram os que resultaram em melhores ajustes. Adotou-se os parâmetros ajustados pelo MML aplicados à distribuição de Gumbel para se estimar as intensidades de precipitação para diferentes tempos de duração e período de retorno, as quais foram empregadas nos ajustes das relações intensidade-duração-frequência (IDF). Verificou-se por meio do r² que o ajuste das relações IDF se mostrou bastante satisfatório, visto que os valores se apresentaram próximos a 1,0. Numa segunda etapa o estado de Minas Gerais foi separado em regiões hidrologicamente homogêneas para obter seus respectivos “Index-Flood” em função dos tempos de retorno e duração visando contribuir com a estimativa das chuvas de projeto. A separação das regiões homogêneas foi feita pela análise cluster com agrupamentos k-médias, gerando um total de três grupos no estado. Para cada grupo foram geradas as relações IDF regionais, que relacionadas aos valores de intensidade de precipitação para diversos tempos de duração resultaram no “Index-Flood”. Posteriormente, foram obtidas as equações regionais de variável dependente, que associadas ao “Index-Flood” e o valor de precipitação local, que possibilitam a obtenção da chuva de projeto local utilizada para os dimensionamentos hidráulicos. Os ajustes dessas equações foram avaliados pelo coeficiente de determinação, sendo que para todas equações os valores de r² foram próximos de 1,0, indicando um bom ajuste. Com isso é possível concluir que a utilização das relações IDF locais e do “Index-Flood” é satisfatória e contribui para a estimativa das chuvas de projeto para localidades desprovidas de estações de medição de chuva.
metadata.teses.dc.description.abstract: The study of intense rains is important to know the spatial and temporal characteristics, besides the essential standard in the steps of designing large works and drainage projects. The greatest problems in hydrology are the availability of historical series of long pluviograms or absence of local information. The alternatives to dribbling are those that are regionalized to rain. In view of the above, the present work was developed in order to regionalize the intensities of the maximum time limit for the state of Minas Gerais, under the homogeneous forms with the indices of "flood-index" to fill the gaps in the local information. For this purpose, 494 rainfall stations associated with the network of the National Water Agency were used. The Gumbel distribution was observed to the precipitations observed, whose parameters were adjusted by the Moment (MOM), Maximum Likelihood (MVS) and Moments-L (MML) methods. The adhesion tests used to verify the fit of the distribution to the historical series were Chi-Square, Anderson-Darling and Filliben. The MVS and MML methods were the ones that resulted in better adjustments. It was verified by r² that the adjustment of the IDF relations was shown to be quite satisfactory, since the values were close to 1.0. In a second stage, the state of Minas Gerais was separated into hydrologically homogeneous regions to obtain their respective "Index-Flood" according to the times of return and duration in order to contribute to the estimation of the project rains. The separation of the homogeneous regions was done by the cluster analysis with k-medium groupings, generating a total of three groups in the state. For each group the regional IDF relationships were generated, which related to the values of precipitation intensity for various duration times resulted in the "Index-Flood". Subsequently, the regional equations of dependent variable, associated to the "Index-Flood" and the local precipitation value, were obtained to obtain the local design rain used for the hydraulic design. The adjustments of these equations were evaluated by the coefficient of determination, and for all equations the r² values were close to 1.0, indicating a good fit. With this it is possible to conclude that the use of the local IDF and Index Flood ratios is satisfactory and contributes to the estimation of the project rains to locations without rainfall stations.
metadata.teses.dc.identifier.uri: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32542
metadata.teses.dc.publisher: Universidade Federal de Lavras
metadata.teses.dc.language: por
Appears in Collections:DEG - Recursos Hídricos em Sistemas Agrícolas - Mestrado (Dissertações)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_Regionalização de chuva intensa para o estado de Minas Gerais.pdf1,47 MBAdobe PDFView/Open


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.