Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32590
metadata.artigo.dc.title: Aplicação do paradigma ECD (Estrutura Conduta Desempenho) ao mercado de saúde suplementar brasileiro: considerações sobre operadoras classificadas pelo índice de reclamações da ANS
metadata.artigo.dc.title.alternative: Implementation of SCP paradigm (Structure Conduct Performance) to the supplementary Brazilian health considerations operators classified by index of complaints of ANS
metadata.artigo.dc.creator: Abreu, Arlete Aparecida de
Antonialli, Luiz Marcelo
metadata.artigo.dc.subject: Mercado de saúde suplementar
Paradigma ECD
Health insurance market
Paradigm SCP
metadata.artigo.dc.publisher: Revista Espacios
metadata.artigo.dc.date.issued: 2016
metadata.artigo.dc.identifier.citation: ABREU, A. A. de; ANTONIALLI, L. M. Aplicação do paradigma ECD (Estrutura Conduta Desempenho) ao mercado de saúde suplementar brasileiro: considerações sobre operadoras classificadas pelo índice de reclamações da ANS. Espacios, Caracas, v. 37, n. 30, p. 6, 2016.
metadata.artigo.dc.description.resumo: O objetivo do trabalho é analisar 116 operadoras de saúde classificadas mediante o Índice de Reclamações emitido pela ANS (Agência Nacional de Saúde) e referente ao ano de 2011. As variáveis analisadas seguiram o modelo ECD (Estrutura-Conduta-Desempenho) e foram submetidas à técnicas estatísticas como Análise de Correlação; de Conglomerados e Discriminante. Os resultados demonstram correlação estatisticamente significante entre o desempenho não financeiro (índice de reclamações) e o número de beneficiários; as despesas administrativas e o índice de endividamento de curto prazo. Além disso, as operadoras foram classificadas em 2 grupos: “Concentradas” e “Dispersas”, havendo destaque para o segundo formado por operadoras pertencentes em sua maioria ao estado do nordeste, sujeitas a menor concorrência e com melhores índices de reclamações.
metadata.artigo.dc.description.abstract: The aim of this work is analyze 116 health insurance companies classified by the Complaints Index issued by the NHA (National Health Agency) and for the year 2011. The variables analyzed followed the SCP model (Structure-Conduct-Performance) and were submitted to statistical techniques such as correlation analysis; conglomerates and discriminant. The results show statistically significant correlation between the non-financial performance (rate of complaints) and the number of beneficiaries; administrative expenses and short-term debt ratio. In addition, operators were classified into 2 groups: "Concentrated" and "Scattered", with emphasis on the second consists of operators belonging mostly to the northeast of the country, subject to less competition and better claims ratios.
metadata.artigo.dc.identifier.uri: http://www.revistaespacios.com/a16v37n30/16373006.html
http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/32590
metadata.artigo.dc.language: pt_BR
Appears in Collections:DAE - Artigos publicados em periódicos

Files in This Item:
There are no files associated with this item.


Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.