Buscar

 

RI UFLA (Universidade Federal de Lavras) >
DBI - Departamento de Biologia >
DBI - Programa de Pós-graduação >
DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses) >

Please use this identifier to cite or link to this item: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3278

Title: Epistasia em cruzamento de feijão andino x mesoamericano
Other Titles: Epistasis in an Andean X Mesoamerican cross of common bean
???metadata.dc.creator???: Moreto, Alexsander Luís
???metadata.dc.contributor.advisor1???: Ramalho, Magno Antonio Patto
???metadata.dc.contributor.referee1???: Souza, João Cândido de
Camargo, Carlos Eduardo de Oliveira
Santos, João Bosco dos
Geraldi, Isaias Olívio
???metadata.dc.description.concentration???: Genética e Melhoramento de Plantas
Keywords: Feijoeiro comum
Epistasia
Componentes da variancia
Triple test cross
Common bean
Epistasis
Variance components
Triple test cross
???metadata.dc.date.submitted???: 18-Jan-2008
Issue Date: 26-Aug-2014
Citation: MORETO, A. L. Epistasia em cruzamento de feijão andino x mesoamericano. 2008. 67 p. Tese (Doutorado em Genética e Melhoramento de Plantas)-Universidade Federal de Lavras, Lavras, 2008.
???metadata.dc.description.resumo???: O feijoeiro foi domesticado em pelo menos duas regiões distintas, a denominada região mesoamericana envolvendo o México e a América Central e a região andina, compreendendo Argentina e Chile. Visando a ampliação da variabilidade genética para vários caracteres no feijoeiro, tem sido preconizado o cruzamento de feijões dessas duas regiões. Contudo, além da incompatibilidade que inviabiliza a maioria dos cruzamentos, quando eles ocorrem, normalmente a população segregante não apresenta bom desempenho. Uma das explicações é que quando do cruzamento são desfeitas combinações epistáticas que foram mantidas por longos anos dentro de cada pool gênico. Contudo, a presença da epistasia no controle genético de caracteres do feijoeiro ainda não foi detectada. Com o objetivo de investigar se a epistasia está presente no cruzamento de feijoeiros andinos x mesoamericanos foi realizado o presente trabalho utilizando o ´Triple Test Cross´ (TTC). Os genitores utilizados na obtenção da população segregante foram os cultivares Carioca - MG (P1), origem mesoamericana e BRS Radiante (P2), andino. Os cruzamentos foram realizados conforme preconizado pelo método do TTC. Depois de obtidas as sementes "F1" dos três retrocruzamentos, estas foram semeadas a campo visando sua multiplicação, e posterior avaliação das gerações "F2" de cada uma das progênies. Em julho de 2005, oitenta e sete progênies F2 (29 L1i + 29 L2i + 29 L3i) foram avaliadas em dois locais no delineamento inteiramente ao acaso e considerando três caracteres: número de vagens/planta, número de grãos/planta e massa de grãos/planta. Constatou-se que a epistasia está presente no controle genético de todos os caracteres estudados e pode ser um dos fatores responsáveis pelo desempenho inferior das progênies provenientes do cruzamento de feijões oriundos da região andina e mesoamericana.
Common bean (Phaseolus vulgaris L.) was domesticated in at least two distinct regions, the Mesoamerican and the Andean regions. Seeking to amplify the genetic variability for several characters of common bean, crossings of beans from these two regions has been proposed. However, besides the incompatibility that makes unfeasible most of the crossings, when they happen, the segregating population usually does not present good performance. The presence of epistasis in the genetic control of characters of common bean has not been detected. The objective of this investigation was to check if epistasis is present in crossings between Andean x Mesoamerican beans using the triple test cross (TTC) method. The parents of the segregating population were cultivar Carioca-MG (P1 - Mesoamerican) and BRS Radiante (P2 - Andean). Seeds from the three F1 backcrossings were sown in the field to increase the number of seeds for the appropriate evaluations and for a later evaluation of the F2 generations. In July 2005, 87 F2 progenies (29 L1i + 29 L2i + 29 L3i) were evaluated at two locations for three characters: number of pods plant-1, number of grains plant-1 and grain mass plant-1. Epistasis influences the genetic control of all traits, and may be one of the factors causing inferior performance of progenies derived from crossings between Andean and Mesoamerican common bean.
URI: http://repositorio.ufla.br/jspui/handle/1/3278
Publisher: UNIVERSIDADE FEDERAL DE LAVRAS
???metadata.dc.language???: pt_BR
Appears in Collections:DBI - Genética e Melhoramento de Plantas - Doutorado (Teses)

Files in This Item:

File Description SizeFormat
TESE_Epistasia em cruzamento de feijão andino x mesoamericano.pdf290.43 kBAdobe PDFView/Open

Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.


View Statistics

 


DSpace Software Copyright © 2002-2010  Duraspace - Feedback